Hoje é
Notícias

28/06
2017

Ano Nacional Mariano

Arquidiocese realizou o Congresso Mariano

A Arquidiocese de Ribeirão Preto promoveu nos dias 17 e 18 de junho, o Congresso Mariano Arquidiocesano, no Colégio Marista, em Ribeirão Preto.


Arquidiocese realizou o Congresso Mariano

Acesse a Galeria de Fotos

A Arquidiocese de Ribeirão Preto promoveu nos dias 17 e 18 de junho, o Congresso Mariano Arquidiocesano, no Colégio Marista, em Ribeirão Preto. O evento teve como tema: “Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2,5) e o lema: “Com Maria aprendemos a ser discípulos-missionários”. A celebração de abertura do Congresso Mariano Arquidiocesano, no sábado, 17, às 14 horas, na Capela do Colégio Marista, foi presidida pelo arcebispo dom Moacir Silva, e contou com a acolhida à imagem de Nossa Senhora Aparecida, a entrada da flâmula do congresso e das bandeiras dos 20 municípios que compõe a Arquidiocese de Ribeirão Preto, a saudação e bênção do arcebispo. O congresso reuniu 200 participantes envolvidos e motivados numa intensa programação que incluiu quatro conferências, quatro salas preparadas para atividades reflexivas e de oração voltadas às vivências formativo-oracionais e simbólicas, espaço temático para a Lectio Divina, Oração do Ângelus, Terço, Procissão Luminosa e Eucaristia.

O arcebispo dom Moacir Silva explicou a importância da realização do Congresso Mariano na Arquidiocese. “A Arquidiocese realizou o Congresso Mariano para celebrar o Ano Nacional Mariano. É um dos elementos da nossa celebração. Então neste final de semana nos  reunimos  no  Colégio  Marista refletindo sobre alguns temas marianos para  ajudar os nossos fiéis e a nossa Igreja Particular a viver melhor a relação filial com Maria, agradecer a Deus pelo dom que Ele fez a nós brasileiros, como disse o papa Francisco, em Aparecida: ‘Deus ofereceu ao Brasil a sua própria Mãe’, e assim podermos crescer na relação filial com a Senhora Aparecida que acompanha a vida dos brasileiros. Foi um momento rico, muito mariano dentro do Ano Nacional Mariano”, explicou o arcebispo.

De acordo com o presidente da Comissão Arquidiocesana do Ano Mariano, padre Mário Reis da Silveira, o congresso foi um momento de intensa formação mariana. “O nosso Congresso Mariano foi parte de uma vasta e ampla programação do Ano Nacional Mariano aqui na Arquidiocese de Ribeirão Preto. Ficamos muito felizes com a participação dos muitos leigos e leigas, padres e diáconos e seminaristas. O forte do nosso congresso foram as quatro conferências: Dom Moacir, dois padres da nossa arquidiocese: padre Tom e padre Pedro Ricardo, e visitando-nos, o padre Zezinho, SCJ, autor de muitas obras conhecidas, audiovisuais e músicas. Nós fomos muito felizes com o congresso realizado e com isso louvamos a Deus, bendizemos o nome Seu, e ainda homenageamos a nossa querida Mãe nesse Ano Nacional Mariano”, destacou padre Mário.

A presidente da Comissão do Congresso Mariano, Martha Streb Ricci, destacou o trabalho em equipe para a concretização do congresso. “As maravilhas colhidas no Congresso Mariano são resultado de dedicado serviço de muitas pessoas envolvidas na execução, cuja centralidade é Jesus Cristo, o Verbo Encarnado, que impulsiona e renova a nossa caminhada Marial, permitindo-nos vivenciar um tempo bendito. Na alegria da pertença, minha gratidão”, agradeceu Martha. 

Conferências

As quatro conferências do Congresso Mariano buscaram refletir a espiritualidade e devoção mariana na Igreja. Duas conferências ocorreram no sábado. A primeira conferência intitulada “As lições de Aparecida” foi proferida por Dom Moacir Silva. O arcebispo discorreu e apontou algumas lições provenientes de Aparecida e do caminhar de Maria com o seu povo, principalmente no episódio dos pescadores, que demonstra a presença da Mãe, que se manifesta sobretudo na simplicidade, na humildade e na atenção aos mais necessitados. Para o arcebispo não podemos desaprender a lição de Aparecida. Aparecida precisa ser a chave de leitura para a missão da Igreja. “Que as lições de Aparecida nos ajudem a vivermos melhor nossa vida eclesial e evangelizadora; nos ajudem a crescer na vida de oração, de fé e confiança em Deus, nosso Senhor; nos ajudem  a  vivermos  e  agirmos  como discípulos  missionários  de Jesus Cristo”, disse dom Moacir.

A segunda conferência com o título “Da Mariologia de Aparecida ao modelo de Igreja do Papa Francisco”, teve como palestrante o Padre Zezinho, SCJ, um ícone da evangelização católica no Brasil. Padre Zezinho discorreu sobre o verdadeiro sentido da devoção mariana. “Falar sobre Maria nos dias de hoje, depois do Concílio Vaticano II, de Puebla, de Aparecida, é uma alegria, porque os bispos deixaram muito claro o que deveríamos ensinar sobre Maria, uma visão moderna, atualizada, mas que mostra o papel da mulher no mundo, na família e na Igreja. É muito bom falar sobre Maria”, salientou o conferencista.
As duas conferências do domingo, 18, deram continuidade às reflexões marianas. A primeira conferência tratou do tema: “Viae Mariae” e contou com a assessoria do padre Antônio Carlos Roberto da Paz (padre Tom), que apresentou o significado de percorrermos os caminhos de Maria. “Quando nós falamos desse caminho percorrido por Maria não podemos esquecer que todo esse trajeto é sempre em unidade com o Cristo que Ela gera para nós. O que Maria unida a Jesus quer de cada um de nós é que nós sejamos capazes de dar no dia a dia o ‘sim’ como Ela deu o ‘sim’ Dela a Deus. Que nós possamos fazer isso no cotidiano da vida, no agora de Deus, sempre em conformidade com aquilo que Jesus nos pede que é: amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos. Esse foi o caminho percorrido por Maria. Maria é aquela que permaneceu em Deus e tendo permanecido em Deus, Deus também permaneceu Nela”, explicou padre Tom.

A última conferência do congresso foi proferida pelo padre Pedro Ricardo Bartolomeu. Com o tema: “A centralidade do mistério de Cristo na devoção mariana”, padre Pedro refletiu a respeito da verdadeira devoção mariana na Igreja, que encontra espaço na associação com o mistério de Jesus Cristo. Jesus Cristo é o centro da Igreja. “O tema aqui exposto: ‘A centralidade do mistério de Jesus Cristo na devoção mariana’ ao longo da história, nós cristãos, católicos, desassociamos a Virgem Maria da Igreja de Jesus Cristo e colocamos Maria entre a Igreja e Jesus Cristo, sendo que Maria está na Igreja e para a Igreja, a Virgem Maria é a Igreja com Jesus Cristo pela ação do Espírito Santo. A tentativa dos documentos da Igreja no nosso tempo é fazer com que Maria volte a ser Igreja com o povo batizado, volte a ser Igreja com o povo mergulhado no mistério de Jesus Cristo, e não desassociada como temos visto em muitas devoções”, afirmou padre Pedro. 

Salas temáticas

Quatros salas temáticas, ornamentadas e ambientadas por paroquianos da paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Sertãozinho, contribuíram para os participantes vivenciarem as atividades reflexivas e de oração voltadas às vivências formativo-oracionais e simbólicas. Os momentos de encontro para a vivência na sala ocorreram nos intervalos das conferências. As salas foram coordenadas pelos seminaristas do Seminário Maria Imaculada, de Brodowski, e tiveram os seguintes temas: “A fuga para o Egito”; “Fazei tudo o que Ele vos disser (Bodas de Caná)”, “Anúncio do Anjo a Maria” e “Encontro da Imagem de Aparecida”.

Procissão Luminosa

A procissão luminosa no sábado reuniu os participantes, arcebispo, padres, religiosos e religiosas, seminaristas e leigos que seguiram o cortejo do andor de Nossa Senhora Aparecida pelas ruas de Ribeirão Preto até a Catedral Metropolitana de São Sebastião. Na Catedral, houve um momento de oração, cânticos conduzidos pelo Coral Santa Cecília, da paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Sertãozinho, uma breve reflexão feita pelo padre Mário Reis, e o encerramento com a oração e bênção do arcebispo. 

Missa e Encerramento

O Congresso Mariano terminou no domingo, 18, com a missa presidida pelo arcebispo dom Moacir Silva, às 15 horas. Foram dois dias de intensa vivência mariana, como expressou o secretário do Congresso Mariano, seminarista Adailton Gomes: “Temos recebido continuamente muitas, muitas mensagens de agradecimento pelo Congresso Mariano. Todo tempo se fala disso! Nós é que agradecemos essa maravilha de Deus, é pura graça!”


CONTATO

Rua Tibiriçá nº 879 – Centro
CEP: 14010-090
Ribeirão Preto/SP


Atendimento

de 2ª a 6ª feira
Das 8h às 12h
Das 13h às 17h (16) 3610 8477

Copyright © 2017 - Arquidiocese de Ribeirão Preto - Desenvolvido por Com5