Hoje é
Notícias

04/01
2018

Paróquias

Paróquia Santo Estevão Diácono dedica a igreja e o altar na festa do padroeiro

Criada pelo arcebispo Dom José Bernardo Bueno Miele, em dezembro de 1976, e instalada em 27 de fevereiro de 1977, ao celebrar 41 anos, a paróquia Santo Estevão Diácono


Paróquia Santo Estevão Diácono dedica a igreja e o altar na festa do padroeiro  

Criada pelo arcebispo Dom José Bernardo Bueno Miele, em dezembro de 1976, e instalada em 27 de fevereiro de 1977, ao celebrar 41 anos, a paróquia Santo Estevão Diácono, no Alto do Ipiranga, em Ribeirão Preto, celebrou a festa do padroeiro em 26 de dezembro de 2017, às 20 horas, reunindo centenas de fiéis na concelebração Eucarística com o Rito de Dedicação da Igreja e Sagração do Altar, presidido pelo arcebispo Dom Moacir Silva, e com a presença de padres e diáconos da Arquidiocese.

A concelebração eucarística começou defronte à porta da Igreja Santo Estevão, onde o arcebispo dom Moacir Silva, recebeu as chaves da Igreja das mãos dos leigos forâneos, André e Adriana Guirão, e solenemente abriu as portas da Igreja. Em clima procissional, o arcebispo adentrou à Igreja, seguido dos concelebrantes e dos fiéis. Durante a missa ocorreu o Rito de Dedicação e Sagração da Igreja que consiste nas seguintes partes: Entrada Solene na Igreja (Procissão), Rito de Aspersão, Deposição da Relíquia (foi depositada no altar a relíquia de Santo Antônio de Sant´Anna Galvão), Prece de Dedicação, Unções do Altar e das Paredes da Igreja, Incensação do Altar e das Cruzes, Revestimento e Iluminação do Altar.   

O padre Edgard Sebastião Rosse, pároco da paróquia Santo Estevão Diácono, expressou a alegria pela oportunidade de reunir a comunidade paroquial para a dedicação da Igreja nas festividades do padroeiro. “Em nome de toda a comunidade paroquial de Santo Estevão Diácono quero agradecer por este dia aqui tão alegre e festivo para nós pela ocasião de comemorarmos o nosso padroeiro, logo depois de termos acolhido a Jesus Cristo, o Menino Deus entre nós, e agora termos a honra de com Dom Moacir e o clero de nossa Arquidiocese celebrar a dedicação da nossa Igreja, da nossa paróquia. Quanta alegria, principalmente ao vermos a comunidade se empenhando e se dedicando, demonstrando zelo e carinho e tanto amor e fé pelo nosso Deus, e também à nossa Igreja. Que o Espírito Santo continue iluminando a cada um de nós e que Santo Estevão interceda por todos nós, pela nossa Igreja, nossa Arquidiocese, para que a cada dia consigamos com alegria cumprir o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo”, expressou padre Edgard.

O leigo André Guirão ressaltou a felicidade da comunidade paroquial em participar da dedicação da Igreja. “Nós estamos muito felizes por este dia maravilhoso que foi a celebração da dedicação, porque nós amamos esta comunidade e esperamos 41 anos por este momento, por isso a nossa felicidade tão grande de participar com todo este pessoal que praticamente crescemos juntos aqui nesta Igreja. Então, é um orgulho para a gente ver hoje a Igreja ser dedicada a Santo Estevão, vendo a sagração do Altar, realmente é um momento maravilhoso, uma bênção que aconteceu para a nossa comunidade e bem no dia do padroeiro”, comentou André.

Antes dos ritos finais, voltados para o nicho de Santo Estevão Diácono, foi rezada a oração do santo padroeiro da paróquia, e após a bênção final, os fiéis participaram da confraternização comunitária na rua lateral da Igreja.  

História - A paróquia Santo Estevão, Diácono, foi criada pelo arcebispo Dom José Bernardo Bueno Miele, em dezembro de 1976. A instalação da paróquia ocorreu no dia 27 de fevereiro de 1977, com a celebração eucarística, e a nomeação de dois diáconos permanentes para animar a comunidade paroquial: Pedro Cossalter e Luiz Alves Cangussu. A área territorial da paróquia era composta pelas comunidades: São Lourenço (atual bairro Dom Miele), São Judas Tadeu (Parque das Andorinhas), Maria Mãe da Igreja (Fazenda Baixadão – Planalto Verde) e São João Batista (Sumarezinho). Os trabalhos pastorais sempre foram conduzidos por ministros da Palavra, diáconos permanentes e seminaristas de nossa arquidiocese.

Em 13 de janeiro de 1989, Dom Arnaldo Ribeiro nomeou o Diácono Eurípedes Cadelca para animar as comunidades. Em 25 de junho deste mesmo ano, o padre Nelson Costa dos Santos foi nomeado pároco. Em 8 de setembro de 1991, o padre Edmar Roberto Prandini foi nomeado para a função de vigário paroquial. Com a saída do padre Edmar, a paróquia passou a ser atendida pelos padres: José Carlos Rossini e Francisco Vanneron. O primeiro cuidava da parte administrativa e o segundo da parte pastoral.

Em 1997, o diácono João Batista Madeira recebeu a provisão de diácono auxiliar do padre Rossini e ajudou nos trabalhos paroquiais, até que em 27 de junho deste ano, depois da ordenação presbiteral recebeu foi nomeado pároco. Na quaresma de 1998, o padre Fernando Antonio Pimenta veio auxiliar o padre João Madeira.

O padre Fernando deixou a paróquia em 18 de março de 1999. Com a ida do padre João Madeira para cursar a pós-graduação na Bélgica, o padre Fernando assumiu, novamente a Paróquia, em 15 de julho de 1999.

No dia 1º de maio de 2002, a Paróquia Santo Estevão foi desmembrada, dando origem a paróquia São José Operário, hoje, São Judas Tadeu, que tem como pároco, o padre Querino Araújo Sobrinho.

Em meados de 2004, o padre Fernando Pimenta, por motivos de saúde precisou se afastar da paróquia, e com isso, um grupo de jovens padres: Kleber Tostes Pedro, Ronaldo Leone e Francisco Jaber Zanardo Moussa, animou a vida paroquial por três meses. 

No dia 2 de maio de 2004, ocorreu a maior ordenação presbiteral de nossa arquidiocese: 12 novos padres, dentre eles: o padre Luiz Roberto Marquezi Ferro que assumiu a paróquia até o dia 1º de julho de 2005. Em 2 de julho de 2005, assume então, como administrador paroquial, o padre Edgard Sebastião Rosse, atual pároco. 

Com as ordenações presbiterais, em 24 de julho de 2009, o arcebispo dom Joviano de Lima Junior, SSS, enviou o padre Mateus Zagato, como vigário paroquial, para auxiliar o padre Edgard, e, também auxiliar, o padre Renato César Zeri, na paróquia Espírito Santo. O Padre Mateus encerrou seus trabalhos na paróquia Santo Estevão no dia 31 de dezembro de 2010, quando foi transferido para a paróquia São Miguel Arcanjo.

No dia 18 de novembro de 2012, foi a vez de recebermos o padre Danilo Luis Rufato, vindo da Paróquia São Benedito, de Ribeirão Preto, e que exerceu seu ministério como vigário paroquial até o dia 13 de outubro de 2014. No dia 14, foi a vez de sua posse na Paróquia Imaculada Conceição, em Dumont.

Hoje, a paróquia é formada pelas comunidades: São João Batista, Santa Catarina de Sena e Santíssima Trindade.







CONTATO

Rua Tibiriçá nº 879 – Centro
CEP: 14010-090
Ribeirão Preto/SP


Atendimento

de 2ª a 6ª feira
Das 8h às 12h
Das 13h às 17h (16) 3610 8477

Copyright © 2018 - Arquidiocese de Ribeirão Preto - Desenvolvido por Com5