<

Igreja São Benedito

A igreja de São Benedito, em Ribeirão Preto, está construída na Rua Prudente de Moraes, 657, em terreno doado pelo casal João Baptista Nogueira da Costa e senhora Maria Úrsula Nogueira, conforme Escritura de 6 de março de 1907, do 1o Tabelião de Ribeirão Preto.

O terreno mede 44 metros de frente, por 27 metros de um lado onde confronta com a Rua Prudente de Moraes com a qual faz esquina e 27 metros de outro lado onde confronta com o prédio número 859 da Rua Barão do Amazonas e 44 metros nos fundos, onde confronta com terreno com área total de 1.188 metros quadrados cadastrado na Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto. A Igreja foi construída em 1920 por dom Alberto José Gonçalves, primeiro bispo diocesano. Durante muitos anos foi Capelão desta igreja o Cônego Francisco de Assis Barros, que faleceu no dia 12 de outubro de 1942 e está sepultado (trazido seu corpo de São Paulo, onde faleceu) no Cemitério da Saudade nesta cidade, Quadra número 8, da Irmandade do Santíssimo.

Mais tarde dom Manuel da Silveira D'Elboux reformou e ampliou a igreja São Benedito e, em 1943, a confiou à direção das Irmãs Missionárias de Jesus Crucificado com a responsabilidade de dirigir um Pensionato para moças, em prédio anexo à igreja onde passaram a residir e encarregadas de promover nesta igreja a adoração ao Santíssimo Sacramento.

Inicialmente funcionou a adoração aos domingos e quintas-feiras, depois em outros dias da semana. Aos domingos a Missa era celebrada às 9 horas e durante a semana era dada a Bênção Eucarística às 17 horas.

Em 1969 dom Frei Felício César da Cunha Vasconcellos, nomeou o Cônego Arnaldo Álvaro Padovani Capelão da Igreja São Benedito para zelar também da Adoração Eucarística e celebrar a Missa diariamente. Ali eram também celebrados batizados e casamentos.

Em 1973 as Irmãs Missionárias deixaram os trabalhos no Pensionato e na Igreja por falta de pessoal na Comunidade Religiosa de Jesus Crucificado.

Em 1974 dom Bernardo José Bueno Miele separou a igreja da residência onde funcionava o Pensionato. Construiu em separado alguns cômodos para uso somente da Igreja.

Novas instalações hidráulicas e elétricas foram colocadas.

Em 1998 dom Arnaldo Ribeiro elevou a Igreja à categoria de Reitoria, com Livros de assentamentos de Batismo e Casamentos que estão na Igreja, a partir daquela data.

Houve vários e sucessivos trabalhos de manutenção da Igreja. No dia 11 de maio festa de Pentecostes de 2008 dom Joviano de Lima Júnior, sss, convidou irmãs do Instituto "Filhas da Pobreza do Santíssimo Sacramento", a quem confiou, através de um contrato provisório e experimental de dois anos, o serviço da Adoração Eucarística em clima de silêncio e oração diurna. Isto vem acontecendo (com seis irmãs) das 9 às 16 horas diariamente. A Igreja continua normalmente com os seus ofícios e a celebração da Santa Missa nos domingos às 10 horas e, durante a semana de segunda à sábado às 17 horas. As irmãs provisoriamente passaram a residir no espaço onde estão os cômodos construídos por dom Bernardo José Bueno Miele.

Autor: Cônego Arnaldo Álvaro Padovani

Fonte: Cônego Arnaldo Álvaro Padovani