Arquidiocese de Salvador recebe arcebispos e bispos das grandes cidades

A arquidiocese de Salvador (BA) recebeu, na segunda-feira, 4 de junho, 30 bispos de cidades metropolitanas brasileiras. O encontro de bispos das metrópoles brasileiras teve o objetivo de ser espaço de reflexão sobre os desafios da evangelização em áreas urbanas densamente povoadas. O arcebispo dom Moacir Silva participou da reunião.

As reflexões do encontro foram conduzidas pelo padre Manoel de Oliveira Filho, do clero da arquidiocese de São Salvador da Bahia e pároco da paróquia da Ascensão do Senhor, na capital baiana. O presbítero apresentou a temática da Pastoral Urbana a partir da experiência de trabalho em sua paróquia de atuação, onde há uma realidade de grandes condomínios, uma “característica desta época”, segundo o padre.

O atendimento pastoral e os trabalhos de evangelização acontecem com a formação de comunidades ambientais. “Embora não tenhamos templos, as comunidades existem pela fidelidade das pessoas que se reúnem para refletir, rezar e celebrar”, explica padre Manoel.

Estiveram presentes arcebispos e bispos auxiliares das arquidioceses de Salvador, Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Londrina (PR), Olinda e Recife (PE), Belém (PA), Brasília (DF), Florianópolis (SC), Ribeirão Preto (SP) e Goiânia (GO).

O arcebispo de Salvador e vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Murilo Krieger, anfitrião do evento, lembrou que o Brasil tem 208 milhões de habitantes e que 85% desta população vive nas cidades, estando os outros 15% na zona rural. “Nos 17 municípios com mais de um milhão de habitantes, dos quais 14 são capitais, moram 46 milhões de pessoas (22% do total). Mais da metade da população brasileira vive em municípios com mais de 100 mil habitantes; portanto, vive em apenas 5% (que corresponde a 278 municípios) dos 5.570 municípios brasileiros”, comenta.

Dom Murilo informa que um relatório-síntese do encontro será posteriormente enviado aos participantes. E também explica que o encontro, realizado anualmente, não tem por finalidade a elaboração de documentos, mas, sim, “’inquietar’ os participantes, para que tomem consciência da necessidade de estarem atentos aos desafios que a sociedade atual coloca aos evangelizadores”.

Fonte: http://www.cnbb.org.br/arquidiocese-de-salvador-recebe-arcebispos-e-bispos-das-grandes-cidades/