Pastoral Familiar do Estado de São Paulo reuniu mais de 400 agentes pastorais

Mais de 400 agentes da Pastoral Familiar que representaram diversas dioceses do Estado de São Paulo se reuniram no último final de semana, dias 27 a 29 de julho, na Escola Vocacional e Jales, para participar do XX Congresso da Pastoral familiar do Regional Sul 1 da CNBB. O Evento foi preparado pela Coordenação da Pastoral da Sub-região RP2, e teve como tema “O Evangelho da Família: Alegria para o Mundo”.

A Arquidiocese de Ribeirão Preto participou do congresso com os seguintes representantes: o casal coordenador arquidiocesano da Pastoral Familia, Milton e Elza Fabbris e o seminarista Luis Felipe.

A palestra, intitulada “Pessoa Idosa na Família, na Sociedade e na Igreja”, proferida pelo casal formado pela professora Maria Zilma e o médico Antônio Mourão, da Pastoral Familiar da Arquidiocese de Fortaleza, envolveu o público. O casal testemunhou seus mais de 43 anos de casados, e como se reinventar, encarar os desafios da vida matrimonial e pessoal. Vale destacar que a Professora Zilma voltou a sala de Aula para cursar pós-graduação aos seus mais de 70 anos, com o apoio de seu marido.

A palestra, intitulada “Pessoa Idosa na Família, na Sociedade e na Igreja”, proferida pelo casal formado pela professora Maria Zilma e o médico Antônio Mourão, da Pastoral Familiar da Arquidiocese de Fortaleza, envolveu o público.
“É uma alegria participar deste XX congresso do Regional Sul 1 que cuida da Família”, afirmou o Bispo referencial do regional Sul 1 para a Pastoral Familiar, o Bispo Emérito de Campo limpo, Dom Emilio Pignoli. “Hoje a Pastoral familiar adquiriu um status muito especial, o nosso Papa Francisco, preocupado com a Família convocou dois sínodos, que nos traz documentos importantes, como A Alegria da Família e em outubro próximo, o Sínodo dos Jovens com o tema Os Jovens a Fé e o Discernimento Vocacional. ”

“Creio que se conseguirmos com o Papa Francisco caminhar Família e Juventude, estaremos realmente construindo o reino de Deus neste mundo, pois nós sabemos que da família depende da renovação dos valores que devem passar para os jovens e por sua vez deverão colaborar com vocações esclarecidas tanto para a vida consagrada ou familiar. É através destes dois polos, Família e juventude que aguardamos o advento de um mundo melhor. ” Dom Emilio.

O Assessor Eclesiástico do Regional Sul 1 da Pastoral Familiar, Padre Pedro Luís da Silva Rubio, ressaltou que após a realização do Congresso os representantes das dioceses têm uma grande missão, para que as reflexões proporcionadas nos três dias de encontro sejam disseminadas em todas as dioceses do Estado de São Paulo, possibilitando a construção de ações práticas de acordo com cada realidade e atuem para fortalecer a atuação e a presença da Pastoral Familiar.

Para o Bispo Diocesano de Jales, Dom Reginaldo Andrietta, o Congresso é importante para a diocese, porque valoriza a Pastoral Familiar, permitindo analisar desafios mais profundos com a realidade da família, para sermos evangelizadores em função da família de acordo com sua realidade, compreendendo assim melhor a missão pastoral.

No final do congresso foi anunciado o próximo congresso que será no ano de 2021 e preparado pela sub-região SP 2, que é composta pelas Dioceses de Campo Limpo, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Osasco, Santo Amaro, Santo André, Santos e São Miguel Paulista.
 

Do Regional Sul 1 da CNBB, com informações da Diocese de Jales

Fonte: www.cnbbsul1.org.br