Crismandos e crismandas na V Feira Vocacional em Ribeirão Preto

Acesse a Galeria de Fotos

Com o objetivo de animar os adolescentes e jovens crismandos e crismandas para a descoberta da vocação cristã e conhecimento de algumas realidades eclesiais, foi realizado em 5 de agosto, das 9h às 16h, no Colégio Marista, em Ribeirão Preto (SP), a V Feira Vocacional. O arcebispo Dom Moacir Silva presidiu a Eucaristia na abertura da feira que foi coordenada pelo Serviço de Animação Vocacional. Os adolescentes e jovens estiveram presentes e participaram de oito módulos temáticos: Vocação à vida sacerdotal; Vocação matrimonial; Vocação à vida consagrada; Novas comunidades; Dinâmica vocacional; Sentido da vida; Adoração Eucarística e Juventude.

O padre Alexandre Canella Sanches, responsável pelo Serviço de Animação Vocacional, explicou os objetivos da feira vocacional. “A feira vocacional da nossa Arquidiocese tem o objetivo de acompanhar os crismandos e crismandas das nossas paróquias incentivando-os a descobrirem e a seguir a própria vocação. Uma vocação que é sempre a resposta de Deus às nossas orações e Deus sonha um sonho para cada um de nós, e é preciso atenção à Sua Palavra para colocarmos em prática aquilo que Ele deseja de cada um, e assim respondendo com generosidade à nossa vocação nós construiremos o Reino de Deus de acordo com aquilo que Ele espera de cada um de nós”, explicou padre Alexandre.

O arcebispo dom Moacir Silva, no início da homilia, destacou a importância do chamado de Deus em nossas vidas. “Queridos irmãos, queridas irmãs, que bom estarmos juntos nesta manhã iniciando a nossa feira vocacional com o ato mais importante do nosso domingo: a Eucaristia. Aqui no Brasil já faz muito tempo que o mês de agosto é chamado de mês vocacional. Um mês que a Igreja no Brasil volta o seu pensamento para a questão do chamado que Deus faz a cada pessoa, primeiro lembrando que Deus nos chama para a vida, mas além disso, Deus chama as pessoas para uma vida especial, assim nós vamos ter a vocação do padre, do diácono, a vocação da família, a vocação dos religiosos e religiosas, a vocação dos leigos e leigas, com destaque especial para a vocação do catequista, e neste primeiro domingo do mês de agosto, o pensamento se volta para a figura do padre”, explicou o arcebispo.  

O jovem Gabriel Carabolante falou da importância de participar da feira. “É um encontro inovador, é a segunda vez que participo, é um encontro dinâmico, um encontro de vocações e cada um precisa descobrir a sua, por isso eu vim participar”, comentou Gabriel.

Para o reitor do Seminário São José e Propedêutico Bom Pastor, padre Marcus Vinícius Miranda, a feira é uma oportunidade para os jovens discernirem a vocação. “É um tempo de alegria, em que nós nos encontramos com os jovens e adolescentes e proporcionamos através desta feira nos diferentes momentos a reflexão sobre a vocação”, disse padre Marcus.

O Serviço de Animação Vocacional agradece o Colégio Marista pela abertura de suas portas para a realização da quinta edição da feira, e também a colaboração e apoio de todos os movimentos, pastorais e serviços que trabalharam nos módulos e na infraestrutura do evento.


Colaboração: Pascom - São João Batista - Sertãozinho e Pascom Arquidiocesana