Diáconos e candidatos ao diaconado celebram a festa de São Lourenço

Acesse a Galeria de Fotos

A Associação dos Diáconos Permanentes da Arquidiocese de Ribeirão Preto (ADPARP) celebrou no dia 9 de agosto, às 19h30, na Comunidade São Lourenço, no bairro Dom Miele, em Ribeirão Preto, a Festa de São Lourenço, Diácono, patrono dos Diáconos Permanentes. A celebração foi presidida pelo arcebispo Dom Moacir Silva e reuniu padres, diáconos permanentes, alunos da terceira turma da Escola Diaconal e esposas, e grande número de fiéis. Na ocasião os 26 alunos da terceira turma da Escola Diaconal Arquidiocesana São Lourenço fizeram o Rito de Admissão às Ordens Sacras.

Homilia

Na homilia, ao refletir o Evangelho (Jo 12,24-26), o arcebispo dom Moacir sinalizou o verdadeiro sentido da vida cristã expresso na doação e no serviço aos irmãos. “No Evangelho, Jesus se revela como o grão de trigo caído na terra e produz fruto. Escutamos Jesus dizer: em verdade, em verdade vos digo: Com esta solene fórmula de revelação divina, Jesus diz a quem quer vê-lo, onde o podem olhar: elevado na cruz. Esta é sua glória, o mistério de fecundidade e de vida da semente que morre. (...) Se alguém quer me servir, siga-me, disse Jesus. Ele convida a quem quiser ser como Ele a segui-lo, fazendo o seu mesmo caminho. Jesus quer que o seu seguidor esteja onde ele está. E nós sabemos que a morada de Jesus é o Pai, que ama o Filho, que tanto amou o mundo que lhe deu o seu Filho. Também nós somos chamados a permanecer com Ele no Pai mediante o amor. O amor faz do que ama casa do amado. Ao seguir Jesus, que se fez servo, também nós estamos onde Ele está: permanecemos n’Ele, vivemos com Ele no Pai”, explicou o arcebispo.

Ainda, na homilia, o arcebispo se dirigiu aos candidatos da Escola Diaconal São Lourenço: “Queridos irmãos e queridas irmãs, nesta Eucaristia vamos admitir como candidatos à Ordem Sagrada alguns alunos da Escola Diaconal São Lourenço. Cristo nos deu este preceito: ‘Rogai ao Senhor da messe que mande operário para sua messe’. Conhecendo, portanto, a solicitude do Senhor para com seu rebanho e considerando as necessidades da Igreja, eles se sentem preparados para responder generosamente ao Senhor que os chama, dizendo como o profeta: ‘Eis-me aqui, enviai-me’, confiantes no próprio Senhor no qual depositam a esperança de serem fieis à sua vocação. (...) A partir deste dia, devereis cultivar mais intensamente a vossa vocação. Lançareis mão sobretudo daqueles meios que vos serão oferecidos pela comunidade eclesial encarregada de vos oferecer auxílios e subsídios adequados. Todos nós, enfim, depositando nossa confiança no Senhor, iremos auxiliar-vos com nossa caridade e com nossa oração.”, disse dom Moacir.

Admissão

Terminada a homilia teve início o rito de admissão às ordens sacras. A admissão às ordens sacras consiste no desejo público dos candidatos ao diaconado permanente em se tornarem parte da igreja particular de Ribeirão Preto. A Igreja na pessoa do arcebispo e dos formadores, acolhe o pedido dos candidatos e os confirma rezando por eles e os recomendando a todo povo de Deus. Como resposta o próprio candidato ao ser chamado pelo nome se apresenta ao arcebispo e manifesta publicamente sua vontade de se unir mais perfeitamente a Cristo e a sua Igreja, e se dispõe a cultivar cada dia mais sua vocação no caminho que ainda falta cumprir, até a ordenação diaconal. Assim, admitidos às ordens sacras, e, jurídica e publicamente aceitos no seio da Igreja particular os candidatos ao diaconado permanente podem clamar como o profeta: “eis me aqui envia-me”.

Agradecimentos

Antes dos ritos finais foi lida a mensagem de agradecimento dos candidatos ao diaconato permanente da terceira turma que expressou o desejo de estar a serviço da Igreja e dar continuidade a formação permanente e lembrou ainda do apoio dos familiares e das suas comunidades paroquiais. “Neste momento, há um enorme sentimento de alegria em nossos corações, alunos da 3ª turma da Escola Diaconal Arquidiocesana São Lourenço. Nossas almas estão em festa e se rejubilam pelas graças derramadas. Foi o Senhor que lançou sobre nós seu olhar de amor, nos atraiu, nos chamou e caminha conosco em cada passo que damos para, se assim desejar, servi-lo como diáconos permanentes da Santa Igreja (...) A admissão como aspirantes à ordem sagrada do diaconato permanente é mais uma graça alcançada nesta caminhada e neste desafio (...) Mais uma vez, agradecemos imensamente a cada um de vocês aqui presentes e pedimos que o nosso Amado Deus, nos abençoe, pela intercessão de Nossa Mãe Santíssima e de São Lourenço, para que esta, seja somente uma conquista até chegarmos à desejada ordenação. Obrigado a todos e continuem orando por nós”.


Pastoral da Comunicação
Arquidiocese de Ribeirão Preto