Celebração do ano do laicato na forania Cristo Operário

A paróquia Maria Mãe do Povo e São Lázaro, no Jardim Aeroporto, em Ribeirão Preto, sediou a Concentração Forânea do Ano Nacional do Laicato, no dia 23 de setembro. Os cristãos leigos e leigas, os padres e diáconos, das seis paróquias e da Área Pastoral, primeiramente participaram da palestra ministrada por Márcia Marise de Carvalho Gatti que abordou o Documento 105 da CNBB: “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade” e a “Cartilha de Orientação Política: Os cristãos e as eleições 2018”, produzida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Após o término das reflexões ocorreu o momento celebrativo com a missa presidida pelo arcebispo Dom Moacir Silva.

Na recordação da vida, houve a acolhida de todas as paróquias da forania. Os leigos e leigas representantes de cada uma das paróquias no Conselho Pastoral da Forania (CPF), entronizaram em procissão as imagens dos santos e santas padroeiros paroquiais: Cristo Operário e São Judas Tadeu, Nossa Senhora das Graças, Santa Rita de Cássia, São João Bosco, São Miguel Arcanjo, Maria Mãe do Povo, Área Pastoral: Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e Nossa Senhora Aparecida, e também a imagem peregrina do Ano do Laicato: Sagrada Família de Nazaré.

Homilia

O arcebispo dom Moacir Silva, no início da homilia, recordou o compromisso batismal e a missão de cada cristão. “Queridos irmãos e irmãs no batismo, o sacramento que estabeleceu entre cada um de nós uma radical igualdade diante de nós e diante de Deus. Podemos ser distintos nas funções, mas o batismo nos fez todos iguais diante de Deus, não há nenhum mais importante, nenhum menos importante. Santo Agostinho tinha percebido muito bem essa distinção quando ele diz: o que sou convosco sou cristão, e motivo de alegria, o que sou para vós é motivo de preocupação, é missão, é encargo, por isso louvamos a Deus que pelo batismo nos coloca nesta radical igualdade diante Dele e diante do mundo. (...) Todos nós unidos a função evangelizadora, cada qual com a sua função contribuímos para essa obra de Deus se torne cada vez mais presente neste nosso mundo”, explicou o arcebispo.

Agradecimentos

Antes dos ritos finais o Conselho Pastoral da Forania agradeceu e homenageou o arcebispo, a palestrante, os padres e diáconos, “Queremos agradecer a Deus por estar mais uma vez reunidos a nível de forania, e em nome de toda a forania Cristo Operário agradecemos a presença do nosso arcebispo Dom Moacir por ter ficado conosco nesta concentração do Ano do Laicato nos ajudando a identificar como sal da terra e luz do mundo. Agradecemos a Márcia Gatti que gentilmente aceitou o convite para estar aqui se doando para que nesta manhã pudéssemos compreender mais o documento 105 e a Cartilha de Orientação Política. Nossa gratidão a todos os padres e diáconos de nossa forania que caminham à frente de nossas paróquias nos apoiando na missão de sermos verdadeiros sujeitos eclesiais. Nosso carinho aos leigos do Conselho de Forania que pela união de ideias e trabalho em conjunto concretizou mais uma vez, no dia 25 de agosto, com a montagem e venda das pizzas recursos revertidos ao projeto “Paróquias-Irmãs” em prol da Área Pastoral. Não podemos deixar de agradecer a Deus pela nossa quarta experiência de oração que aconteceu nos dias 15 e 16 de setembro, na comunidade Nossa Senhora dos Anjos. Enfim, agradecemos a todos os leigos que se fizeram presentes no dia de hoje e a todos os que se doam para que se estabeleça entre nós o Reino de Deus”.