Solenidade de São Sebastião em Ribeirão Preto

A Catedral Metropolitana de São Sebastião ficou lotada no encerramento das festividades do padroeiro da Arquidiocese de Ribeirão Preto. Ao menos 1,5 mil fiéis participaram da missa e procissão na Igreja Mãe da Arquidiocese, em 20 de janeiro de 2019, às 19h, em Ribeirão Preto (SP). A concelebração eucarística foi presidida pelo arcebispo dom Moacir Silva e concelebrada pelo pároco padre Francisco Jaber Zanardo Moussa e serviu nas funções litúrgicas o diácono João Paulo Tarlá Júnior. Após a missa ocorreu a procissão pelas ruas da região central, animada pelos fiéis que seguiram o cortejo com fé e devoção rendendo graças a Deus pela vida e testemunho de São Sebastião.

O arcebispo dom Moacir, ao iniciar a homilia, recordou o sentido de celebrarmos a festa do padroeiro e a exemplo do santo sermos testemunhas de Jesus Cristo. “Queridos irmãos e queridas irmãs, devotos e devotas do glorioso mártir São Sebastião. A celebração de nosso padroeiro é um convite para olharmos nossa opção por Jesus Cristo e o como vivemos o seguimento dele, o como O testemunhamos no nosso dia a dia. É também um convite para avançarmos no caminho da santidade pessoal. Olhando a Palavra de Deus proclamada nesta celebração, compreendemos um pouco melhor a opção de São Sebastião por Jesus Cristo, opção levada a sério até as últimas consequências, o derramamento do próprio sangue”, afirmou o arcebispo.

O arcebispo citou a perseverança de São Sebastião diante dos desafios da evangelização e motivou os fiéis a seguirem o exemplo do padroeiro na vida cristã. “Em nossa vida cristã, muitas vezes, nos defrontamos com situações de provação: provação da fé, provação da esperança, provação da paciência, e por aí vai. Como acolhemos as provações em nossa vida? Como vivemos essas situações? São Sebastião tem muito a nos ensinar nisso. No Evangelho escutamos: Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma! São Sebastião testemunha esta coragem, não teve medo. Recuperado dos ferimentos causados pelas flechas, se apresenta diante do imperador para deixar claro para todos nós que é preciso obedecer mais a Deus do que aos homens. ‘Não tenhais medo’”, destacou dom Moacir.

Ainda refletindo a Palavra de Deus no Evangelho, dom Moacir acrescentou: “São Sebastião viveu heroicamente este ‘não tenhais medo’. Aqui é bom nos perguntarmos: quais medos me atrapalham na vivência plena da fé, da esperança e da caridade? Quais medos me atrapalham no testemunho diário de Jesus Cristo? Quais medos que me impedem de ser verdadeiro discípulo missionário de Jesus Cristo? Diante deste questionamento, somos convidados a contemplar em São Sebastião sua coragem e fortaleza. Esta coragem e fortaleza de nosso padroeiro nos impulsiona a irmos em frente no nosso testemunho diário de Jesus Cristo, em casa, na rua, no trabalho, no lazer, na comunidade. Talvez não seja necessário derramar o nosso sangue como São Sebastião, mas nenhum de nós está dispensado de testemunhar Jesus Cristo concretamente no dia a dia. A celebração de nosso padroeiro lembra o chamado que Deus fez a todos e cada um de nós para sermos santos aqui e agora”, disse o arcebispo.

Ao concluir a homilia o arcebispo disse: “Por fim, peçamos ao nosso padroeiro São Sebastião que com sua coragem e fortaleza, e com sua intercessão em nosso favor nos impulsione no caminho de nossa santificação, na vivência da fé, testemunhando Jesus Cristo, hoje e sempre. Amém”.

Após os ritos finais, o arcebispo e concelebrantes deram início a procissão com o andor do santo padroeiro pelas ruas centrais de Ribeirão Preto, e, ao retornarem à Catedral, nas escadarias, os fiéis rezaram a oração de São Sebastião e receberam a bênção do arcebispo.

Festa de São Sebastião - A festa de São Sebastião neste ano incluiu uma série de atividades: Novena do Padroeiro; Três noites de Quermesse e o tradicional sorteio do fusca em prol do restauro; Terceira Queima do Alho da Catedral; Missa na Praça XV de Novembro; Missa e Procissão do Padroeiro.
 

Pastoral da Comunicação
Arquidiocese de Ribeirão Preto