Arquidiocese conta com o Movimento “Mães que oram pelos filhos”

Fundado por Angela Abdo Campos Ferreira, em 2011, a partir da experiência de um Grupo de Mães, da Paróquia São Camilo de Léllis, em Mata da Praia, Vitória (ES), que se reuniam semanalmente para rezar pelos filhos, e rapidamente se espalhou para outras paróquias, o Movimento “Mães que oram pelos filhos” inicialmente pretendia “buscar ajuda e orientação para a educação religiosa dos filhos diante do contexto atual e aprender a orar e interceder por eles. As mães então iniciaram uma caminhada, sem ainda compreender a vocação espiritual de ser mãe”.

Em maio de 2014, a Canção Nova publicou o livro “Mães que oram pelos filhos - Tudo pode ser mudado pela força da oração”, de autoria de Angela Abdo, durante o Kairos Dia das Mães. Com o alcance deste canal de televisão e do livro nasceram vários grupos no Brasil. No mês de dezembro do mesmo ano, a Arquidiocese de Vitória do Espírito Santo reconhece o Grupo de Mães como um Movimento, tendo como orientador espiritual o padre Anderson Gomes, que solicitou a organização do respectivo manual e regimento. O movimento tem como padroeira Nossa Senhora de La Salette, a mãe que chora por todos os filhos, e a copadroeira Santa Mônica que chora pelo seu filho.
 
Objetivo do Movimento

O Movimento “Mães que oram pelos filhos” tem como propósito: “orientar a implantação dos grupos que surgiam em todo o país e a metodologia do Movimento Mães que Oram pelos Filhos, com a qual se colhem muitos frutos. Reforçando a necessidade de conversar com o pároco local, para que ele aprove a criação do grupo e se torne o respectivo orientador espiritual. Esse documento é o vínculo do grupo com o movimento”.

Abrangência

Atualmente está presente em todo o Brasil, e no exterior: Argentina, Estados Unidos e Emirados Árabes Unidos. Em 2018, têm cadastrados 578 grupos no Brasil, 11 no exterior, 09 nas escolas e 01 em hospital. Existem ainda grupos funcionando, no Brasil 160, no exterior 15 e nas escolas 02, mas ainda estão em processo de cadastramento.


Paróquias implantam o Movimento

A Arquidiocese de Ribeirão Preto conta com a presença do Movimento nas seguintes paróquia ou comunidades:

Igreja Nossa Senhora do Rosário (Santa Rita do Passa Quatro/SP): Segunda-feira, às 20h.
Paróquia São Benedito (Jardim Procópio – Ribeirão Preto): Quarta- Feira, às 20h.
Paróquia Santa Maria Goretti (Vila Virgínia – Ribeirão Preto): Sexta-feira, às 20h30 (mensal).
Paróquia Cristo Operário e São Judas Tadeu (Ribeirão Preto): Comunidade São Sebastião: Terça-feira, às 19h30.

Constam ainda 13 grupos com carta assinada e já estão no processo de chamado as paróquias ou comunidades: Nossa Senhora dos Anjos, Nossa Senhora das Graças, São Pedro Apóstolo e Nossa Senhora de Lourdes


Informações

Luzia Terra Medeiros da Silva
E-mail: luziatmsilva@gmail.com
(16) 991582775 / 3965-2388


Fonte: http://www.maesqueorampelosfilhos.com/historia/