Sínodo para a Amazônia e Mês Missionário Extraordinário

O mês de outubro marca dois grandes momentos de reflexão e compromisso missionário da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo: o Mês Missionário Extraordinário (MME), com o tema: “Batizados e enviados: a Igreja de Cristo em missão no mundo!”, convocado pelo Papa Francisco, em 22 de outubro de 2017, Dia Mundial das Missões, para celebrar o centenário da Carta Apostólica Maximum Illud de seu predecessor, o Papa Bento XV; e a Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região Pan-Amazônica (Sínodo para a Amazônia), com o tema: “Amazônia: novos caminhos para a Igreja e por uma ecologia integral”, convocado pelo Papa Francisco no dia 15 de outubro de 2017, a realizar-se-á de 06 a 27 de outubro, no Vaticano.

Os dois eventos estão intimamente interligados na natureza missionária da Igreja. O Papa Francisco ao celebrar as vésperas de início do Mês Missionário, na Basílica de São Pedro, no dia 1º de outubro de 2019 disse: “Coragem! O Senhor espera muito de ti. Espera também que alguém tenha a coragem de partir, ir aonde há mais falta de esperança e dignidade, ad gentes, aonde tantas pessoas vivem ainda sem a alegria do Evangelho. Vai! O Senhor não te deixará sozinho; dando testemunho, descobrirás que o Espírito Santo chegou antes de ti para te preparar o caminho. Coragem, irmãos e irmãs! Coragem, Mãe Igreja: reencontra a tua fecundidade na alegria da missão!”

O Papa Francisco ao convocar a assembleia sinodal manifestou claramente os objetivos:

“Acolhendo o desejo de algumas Conferências Episcopais da América Latina, assim como a voz de diversos Pastores e fiéis de outras partes do mundo, decidi convocar uma Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a região Pan-Amazônica, que terá lugar em Roma no mês de outubro de 2019. Finalidade principal desta convocação é encontrar novos caminhos para a evangelização daquela porção do Povo de Deus, sobretudo dos indígenas, muitas vezes esquecidos e sem a perspetiva de um futuro sereno, também por causa da crise da floresta Amazônica, pulmão de importância fundamental para o nosso planeta. Os novos Santos intercedam por este evento eclesial, para que, no respeito da beleza da criação, todos os povos da terra louvem a Deus, Senhor do universo, e por Ele iluminados percorram caminhos de justiça e de paz”.

Que nossas comunidades paroquiais assumam o compromisso missionário de viver o discipulado de Jesus Cristo no testemunho e na ousadia de sermos missionários e missionárias comprometidos com o anúncio do Evangelho de Jesus Cristo.


Centro Arquidiocesano de Pastoral
Arquidiocese de Ribeirão Preto