Dom Moacir celebrou 15 anos de ordenação episcopal

Dom Moacir celebrou 15 anos de ordenação episcopal

Na quarta-feira, 11 de dezembro de 2019, o arcebispo dom Moacir Silva, celebrou 15 anos de ordenação episcopal. A concelebração eucarística, às 19h30, na Catedral Metropolitana   de   São Sebastião, em Ribeirão Preto (SP), contou com a presença de Dom Antônio Emídio Vilar, SDB, bispo diocesano de São João da Boa Vista, do Diácono José Silva, irmão do arcebispo, padres da arquidiocese de outras dioceses, diáconos, seminaristas, agentes de pastoral, familiares do arcebispo de São José dos Campos, sua terra natal, além de fiéis da Catedral e das paróquias Arquidiocese de Ribeirão Preto.

O mês de dezembro marcou dois importantes momentos no ministério de Dom Moacir Silva: o primeiro, no dia 6 de dezembro, quando celebrou 33 anos de ordenação sacerdotal, e na ocasião ordenou dois novos padres para a arquidiocese de Ribeirão Preto. O segundo momento, a celebração dos 15 anos de ordenação episcopal. A ordenação episcopal ocorreu no dia 11 de dezembro de 2004, e teve Dom Nelson Westrupp, SCJ, como bispo ordenante, e os coordenantes: Cardeal Raymundo Damasceno Assis e Dom Dimas Lara Barbosa. Dom Moacir escolheu o lema episcopal “Permanecei em mim” (Jo 15, 4), que expressa sua firme convicção de que só é possível viver e realizar bem o ministério episcopal numa profunda intimidade com Jesus Cristo, o Bom Pastor.

Dom Moacir, na homilia, agradeceu a presença carinhosa do clero e dos fiéis, e fez referência a missão que assumiu ao receber a ordenação episcopal: a perseverança no anúncio da Palavra de Deus. “Caríssimo irmão no episcopado Dom Vilar, queridos padres, estimados seminaristas, caros diáconos, queridos irmãos e irmãs, que vieram participar desta eucaristia na ação de graças pelos 15 anos do meu ministério episcopal. Obrigado por essa presença solidária, por essa presença amiga, que ajuda a gente a avançar sempre mais na missão. Ouvimos a palavra de Deus, e para mim hoje, é uma fala muito forte tocando a missão que o Senhor me confiou. Quando o profeta Isaías fala de cansaço, de dificuldades, mas também fala de que aquele que espera no Senhor tem asas de águia, não se cansa, isso é um alento muito forte para todo cristão que vive no dia a dia os desafios da vida”, expressou o arcebispo.

Antes da bênção final, o padre Ivonei Adriani Burtia, representando a Pastoral Presbiteral, prestou a homenagem ao arcebispo desejando-lhe fecundidade no ministério episcopal. “Em nome do nosso clero quero expressar a nossa gratidão a Deus pela presença do senhor no nosso meio na presença de pai e pastor da arquidiocese. Deus abençoe sua vida e ministério episcopal. São 15 anos da ordenação episcopal, 33 anos de vida sacerdotal, a serviço do reino de Deus. Obrigado por sua presença de pai e pastor em nossas vidas”, disse padre Ivonei.