Arquidiocese celebrou a quinta edição da iniciativa 24 horas para o Senhor

A quinta edição da iniciativa “24 horas para o Senhor”, convocada pelo papa Francisco e promovido pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, ocorreu nos dias 9 e 10 de março, na Catedral Metropolitana de São Sebastião, em Ribeirão Preto; na Forania Nossa Senhora Aparecida, tendo sede a paróquia São Sebastião, em Sertãozinho; e na Forania Bom Jesus da Cana Verde, sediada no Santuário Senhor Bom Jesus da Cana Verde, em Batatais.

Os fiéis foram convidados a participar e vivenciar neste tempo quaresmal o evento “24 horas para o Senhor” que propiciou um prolongado atendimento da confissão, momentos de oração e adoração eucarística. Em comunhão com o papa, o evento uniu as dioceses de todo o mundo numa jornada de oração e misericórdia, atendendo o pedido do papa: “Ocasião propícia será, também este ano, a iniciativa «24 horas para o Senhor», que convida a celebrar o sacramento da Reconciliação num contexto de adoração eucarística. Em 2018, aquela terá lugar nos dias 9 e 10 de março – uma sexta-feira e um sábado –, inspirando -se nestas palavras do Salmo 130: «Em Ti, encontramos o perdão» (v. 4). Em cada diocese, pelo menos uma igreja ficará aberta durante 24 horas consecutivas, oferecendo a possibilidade de adoração e da confissão sacramental”.

A proposta do evento é que as igrejas permanecessem abertas durante 24 horas para que os fiéis pudessem participar do Sacramento da Reconciliação, ajudando a viver a Quaresma, em preparação à Páscoa.

Em unidade e comunhão, as paróquias, foranias, movimentos, pastorais e serviços se uniram para realizar uma intensa e extensa programação que incluiu momentos de Adoração Eucarística, Vigília, Anúncio do Evangelho, Celebrações Eucarísticas e atendimentos de confissões. Milhares de fiéis passaram pela Catedral Metropolitana de São Sebastião, em Ribeirão Preto; na paróquia São Sebastião, em Sertãozinho; e no Santuário Senhor Bom Jesus da Lapa, em Batatais, das 19 horas, da sexta-feira, 9 de março, até as 18 horas, do sábado, dia 10 de março. O tema deste ano: «Em Ti, encontramos o perdão» (v. 4), extraído do Salmo 130 orientou as reflexões. Um subsídio foi preparado para os momentos de Adoração ao Santíssimo Sacramento. A cada hora houve revezamento das paróquias, foranias, padres, diáconos, seminários, pastorais, movimentos e serviços, que organizaram a adoração Eucarística, celebrações eucarísticas, e padres estiveram à disposição dos fiéis para o atendimento de confissões.

Na Catedral Metropolitana, à meia-noite, do dia 10, ocorreu a concelebração Eucarística que reuniu o Clero da Arquidiocese de Ribeirão Preto, presidida pelo arcebispo dom Moacir Silva. Na homilia o arcebispo explicou o sentido deste evento e a importância de unidos rezarmos pela misericórdia de Deus. “Em comunhão com toda Igreja estamos realizando a iniciativa 24 Horas para o Senhor, que nos convida a celebrar o sacramento da Reconciliação num contexto de adoração eucarística. Neste ano, esta iniciativa inspira-se nestas palavras do Salmo 130: “Em Ti, encontramos o perdão” (v. 4). 24 horas para o Senhor! Um tempo de oração, de reflexão, de adoração; um tempo de celebração do sacramento da penitencia, de celebração eucarística”, disse dom Moacir.

E, Dom Moacir, ainda acrescentou: “Em Ti, encontramos o perdão! Em Deus encontramos o perdão porque o amor de Deus é sempre maior de quanto possamos imaginar, estendendo-se para além de qualquer pecado que a nossa consciência nos acuse. O amor de Deus por todos e a cada um de nós ‘não conhece limites, é um amor desprovido de fronteiras; não apresenta aqueles obstáculos que nós, ao contrário, costumamos interpor a uma pessoa, pelo receio que venha privar-nos da liberdade’ (Papa Francisco, na abertura das 24 horas para o Senhor)”, ressaltou o arcebispo.

E, na continuidade, dom Moacir refletiu a liturgia da Palavra, e também recordou a oportunidade oferecida a muitos de poderem participar do sacramento da reconciliação. “Nestas 24 horas para o Senhor, muitas pessoas tem a oportunidade fazer a experiência da misericórdia divina por meio do sacramento da Penitência ou Confissão; é um momento de graça que a Igreja oferece aos fiéis. Por fim, suplicamos: Senhor nosso Deus, cuja misericórdia não tem limites e cuja bondade é um tesouro infinito, amentai a fé do povo que vos é consagrado, para que, por uma justa compreensão, todos reconheçam com quanto amor foram criados, com que sangue foram remidos e, com que Espírito, regenerados. Amém”, concluiu o arcebispo.

História - A primeira edição da iniciativa “24 horas para o Senhor”, abençoada pelo papa Francisco, ocorreu nos dias 28 e 29 de março de 2014, e teve como tema: “O perdão de Deus é mais forte que todo pecado” (Papa Francisco). Com o tema “Deus rico em misericórdia”, a segunda edição foi realizada nos dias 13 e 14 de março de 2015. A terceira edição, nos dias 4 e março de 2016, guiados pelo Ano Santo da Misericórdia, o tema foi: “Misericordiosos como o Pai”. No ano de 2017, a quarta edição, nos dias 24 e 25 de março, o tema escolhido foi: “Eu quero misericórdia”, extraído do Evangelho de Mateus (Mt 9,13)”. E, neste ano de 2018, nos dias 9 e 10 de março, com o tema: «Em Ti, encontramos o perdão» (v. 4), extraído do Salmo 130.

Pastoral da Comunicação
Arquidiocese de Ribeirão Preto