Diáconos participam de formação missionária

Diáconos de vinte dioceses do País estiveram em Brasília, de 02 a 06 de abril, participando da 1ª Semana de Formação para Diáconos Permanentes. A Arquidiocese de Ribeirão Preto esteve presente na formação com as presenças dos diáconos: Flávio Aparecido Livotto e Paulo Sergio Melo.O encontro foi realizado pelo Centro Cultural Missionário (CCM) e a Comissão Nacional de Diáconos Permanentes. O objetivo desta experiência de formação foi proporcionar uma reflexão sobre o significado da pessoa do Diácono Permanente em vista da missão que lhe foi confiada, de “ser ícone de Cristo-Servidor constitui a identidade profunda do diácono” (Doc. 74 CNBB, nº 39) numa Igreja missionária.

O encontro foi assessorado por Pe. Jaime Gusberti, secretário executivo do Centro Cultural Missionário (CCM), Diác. Sérgio Sezino Douets Vasconcelos, coordenador do curso de Bacharelado em Teologia na Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), e Pe. Antônio Niemiec, secretário da Pontifícia Obra da União Missionária. Entre os objetivos específicos destaca-se o resgate dos fundamentos teológicos da diaconia ao longo da história, assim como a reflexão sobre a pessoa do Diácono à luz de uma Igreja em saída. O encontro buscou oferecer elementos para que o diácono possa exercer bem a sua missão de servir e viver com alegria o anúncio do Evangelho chegando às periferias geográficas, sociais e existenciais, bem como oportunizar aos participantes do curso um conhecimento de como a Missão se organiza na Igreja no Brasil e como eles também podem colaborar no crescimento de uma verdadeira cultura da Missão.

A formação foi pensada a partir das reflexões do Papa Francisco feitas por ocasião do Jubileu dos Diáconos Permanentes. Na celebração ocorrida no dia 29 de maio de 2016 na Praça de São Pedro, Francisco os exortou no exercício do “ministério do serviço” na Igreja. Prosseguiu o Santo Padre, acrescentando: “Por outras palavras, se evangelizar é a missão dada a cada cristão no Batismo, servir é o estilo segundo o qual viver a missão, o único modo de ser discípulo de Jesus. É sua testemunha quem faz como Ele: quem serve os irmãos e as irmãs, sem se cansar de Cristo humilde, sem se cansar da vida cristã que é vida de serviço.”

Pe. Antônio Niemiec destaca que esta foi a primeira formação em nível nacional para os Diáconos. “A Igreja tem apresentado o desejo de proporcionar aos Ministérios Ordenados essa nova visão de missionariedade a partir da reflexão que se faz na América Latina e no Brasil. A formação realizada nesta semana está em comunhão com as reflexões do 4º Congresso Missionário Nacional. Esta iniciativa quer integrá-los nesta caminhada sinodal.”

Ao final do encontro, houve o pedido para que a formação fosse repetida no próximo ano, trazendo outras temáticas e dando oportunidade para que mais Diáconos possam fazer a experiência.

http://www.pom.org.br/diaconos-participam-de-formacao-missionaria/