Hoje é
Notícias

05/06
2015

Arcebispo

Fiéis lotam Catedral de RP na celebração de Corpus Christi

O arcebispo metropolitano de Ribeirão Preto dom Moacir Silva presidiu a Eucaristia na solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo (Corpus Christi), 4 de junho de 2015, s 17h30, na Catedral Metropolitana de São Sebastião


Fiéis lotam Catedral de RP na celebração de Corpus Christi

Acesse a Galeria de Fotos

O arcebispo metropolitano de Ribeirão Preto dom Moacir Silva presidiu a Eucaristia na solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo (Corpus Christi), 4 de junho de 2015, s 17h30, na Catedral Metropolitana de São Sebastião. A Catedral ficou lotada com a presença de ao menos 2 mil fiéis. Concelebraram os padres: Francisco Jaber Zanardo Moussa e Marcos Da Matta.

Nos ritos iniciais, a recordação da vida motivou os fiéis a celebrarem e viverem a Eucaristia, ponto central da vida comunitária e sinal da unidade da Igreja e do anúncio do Evangelho. Celebramos hoje a Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, que nos insere tanto na grandeza do mistério quanto na sua proclamação pública. por isso que, além das solenes missas, neste dia igualmente se realizam procissões, que atravessam cidades, reúnem multidões e fortalece a adesão a Cristo Jesus. Todos os dias celebramos a eucaristia, hoje é um dia especial, para nos voltarmos com maior atenção para o Pão do Céu, força para a fé, esperança e caridade, dizia o texto.

Na homilia, o arcebispo dom Moacir Silva, ao refletir sobre a liturgia da solenidade de Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, contextualizou as leituras a partir do compromisso e da responsabilidade proveniente da aliança entre Deus e o seu povo. A primeira aliança, no Antigo Testamento, exigia ritual e sacrifício para selar o compromisso, como apresentada na primeira leitura (x 24,3-8). Queridos padres, queridos irmãos e irmãs, a Palavra de Deus nesta liturgia nos convida a olhar a Eucaristia na perspectiva da aliança, portanto como algo que exige responsabilidade das partes envolvidas na aliança, nesse caso, Deus e o seu povo. A primeira leitura precisa ser entendida neste contexto da mentalidade dos antigos. No texto sagrado percebemos que Deus decidiu estabelecer uma aliança com Israel e promete proteger e defender o seu povo sob o compromisso de que este se empenhe em observar os seus mandamentos. (...) O povo não foi fiel a esta aliança, por outro lado Deus se manteve fiel e pelas bocas dos profetas promete fazer uma nova aliança que será cumprida com fidelidade, é a nova aliança, eterna aliança realizada em Cristo, esclareceu dom Moacir.

E, continuou dom Moacir, aprofundando a reflexão sobre a nova aliança, ao meditar a segunda leitura (Hb 9,11-15): pois Cristo, diz a carta aos Hebreus, é mediador de uma nova aliança. Pela sua morte, ele reparou as transgressões cometidas no decorrer da primeira aliança. E, assim, aqueles que são chamados recebem a promessa da herança eterna. Cristo, verdadeiro e eterno sacerdote, ofereceu-se ao Pai pela nossa salvação e instituiu o sacrifício da nova aliança e mandou que o celebrássemos em sua memória como fazemos neste momento, sublinhou o arcebispo.

Ao meditar sobre o Evangelho (Mc 14,12-16.22-26), o arcebispo destacou a instituição da eucaristia e explicou o sentido de vivê-la no compromisso comunitário. O Evangelho, instituindo a Eucaristia, Jesus disse: Isto é o meu sangue, o sangue da aliança, que é derramado em favor de muitos, corpo entregue e sangue derramado, eis aí o dom de Cristo feito a nós na Eucaristia. O Corpo e o Sangue separados no altar sob as espécies do pão e do vinho significam o dom total da vida de Cristo pelos homens. Sua carne imolada por nós é o alimento que nos fortalece. Seu sangue por nós derramado é a bebida que nos purifica, assim reza a Igreja. Para entender a Eucaristia é preciso entender quem é Jesus Cristo. A Eucaristia é Jesus, sua pessoa, sua vida, seu corpo e sangue entregues por nós. Na Eucaristia estão contidas toda a vida e missão de Jesus. A Eucaristia é manifestação de Cristo, é Cristo e fala de Cristo: Eu sou o Pão da vida. (...) A Eucaristia é dom que exige responsabilidade: o que significa aproximar-se do altar para comungar o Corpo do Senhor? Todos os que se alimentam do Corpo do Senhor se tornam parte da sua própria pessoa e formam um novo povo e constituem o começo de uma nova humanidade que tem como única lei o serviço aos irmãos até o dom da própria vida. Quem participa da comunhão se compromete diante de toda a comunidade a transformar a própria vida com a de Cristo, promete uma disponibilidade em benefício dos irmãos, explicou dom Moacir.

E, ao finalizar a homilia, o arcebispo disse: A Eucaristia é dom que exige responsabilidade, responsabilidade de partilhar com os outros os dons que cada um tem. A responsabilidade de fazer de si um dom para o bem dos outros: em casa, na família, no trabalho, na escola, enfim, onde estivermos. Comungando Cristo, o sacramento da Eucaristia, nos tornamos pessoas eucarísticas. Na Eucaristia realiza-se o sonho de todo ser humano: a felicidade e a liberdade que consiste em servir ao próximo do mesmo modo como Jesus. Na oferta de sua vida, do seu sacrifício, experimentando o amor do Senhor por cada ser humano. A Eucaristia é para todos nós momento privilegiado para permanecermos em Cristo e para Cristo permanecer em nós a fim de podermos produzir muitos frutos de amor, de serviço aos irmãos, de fraternidade, de solidariedade, de santidade. Peçamos a Nosso Senhor a graça de compreender cada vez mais as lições, as exigências e os apelos que a Eucaristia nos faz. Que o Cristo Jesus nos ajude a vivermos melhor a nossa comunhão Eucarística, hoje e sempre, amém!, concluiu dom Moacir.

Após a Eucaristia, o arcebispo dom Moacir, os padres concelebrantes, e os fiéis saíram em procissão pelas ruas do centro de Ribeirão Preto. O Santíssimo Sacramento conduzido pelo arcebispo era seguido pelos fiéis com cânticos e louvores de adoração. Terminada a procissão, o arcebispo dom Moacir Silva deu a bênção solene do Santíssimo Sacramento aos fiéis presentes na Catedral.


CONTATO

Rua Tibiriçá nº 879 – Centro
CEP: 14010-090
Ribeirão Preto/SP


Atendimento

de 2ª a 6ª feira
Das 8h às 12h
Das 13h às 17h (16) 3610 8477

Copyright © 2019 - Arquidiocese de Ribeirão Preto - Desenvolvido por Com5