Hoje é
Notícias

13/07
2015

Clero

Encerramento do Retiro Espiritual dos Padres da Arquidiocese de RP

De 6 a 10 de julho, na Casa Dom Luís, em Brodowski (SP), aconteceu o Retiro Espiritual dos Padres da Arquidiocese de Ribeirão Preto. Com o tema Ser profeta quando dá meia-noite? - Retiro Presbiteral com Jeremias e Paulo


Encerramento do Retiro Espiritual dos Padres da Arquidiocese de RP

Acesse aqui a Apostila - Textos do Retiro

De 6 a 10 de julho, na Casa Dom Luís, em Brodowski (SP), aconteceu o Retiro Espiritual dos Padres da Arquidiocese de Ribeirão Preto. Com o tema Ser profeta quando dá meia-noite? - Retiro Presbiteral com Jeremias e Paulo, as pregações foram do bispo diocesano de Santíssima Conceição do Araguaia, dom Dominique Marie Jean Denis You.

Pregador - Dom Dominique Marie Jean Denis You, é bispo da Diocese de Santíssima Conceição do Araguaia (PA). Nasceu em 3 de julho de 1955, em Gassin (França). Cursou filosofia e teologia na Itália, e foi ordenado sacerdote no dia 23 de julho de 1981, pelas mãos do Cardeal Bernardin Gantin. Especializou-se em teologia tomística pela Pontifícia Universidade Angelicum, em Roma.

Em outubro de 1992 foi enviado ao Brasil como sacerdote fidei donum arquidiocese de São Salvador da Bahia, onde, entre outras funções, foi diretor espiritual no seminário Central da Bahia e no seminário Santa Terezinha. No dia 11 de dezembro de 2002, foi nomeado bispo auxiliar de Salvador, pelo Papa João Paulo II, com a sé titular de Auzia.

Recebeu a ordenação episcopal em 10 de fevereiro de 2003, das mãos do Cardeal Geraldo Majella Agnelo, de Dom Walmor Oliveira de Azevedo e Dom Bernard Louis Marie Charrier. Em 8 de fevereiro de 2006, foi nomeado pelo Papa Bento XVI, bispo diocesano de Santíssima Conceição do Araguaia (PA).

Oração - O retiro espiritual dos padres propiciou um momento de intensa oração e na sua dinâmica incluiu diversos momentos de oração e meditação: a oração das Laudes pela manhã; a Hora Média, s 14 horas; a missa com vésperas; s 18 horas; o momento mariano; a celebração penitencial; e as reflexões e meditações pessoais (deserto) logo após as pregações do bispo. Durante o retiro, para os momentos de meditação pessoal o Santíssimo Sacramento ficou exposto na capela.

Temas - Os temas das pregações de dom Dominique para meditação e oração desenvolvidos nos cinco dias de retiro seguiram o seguinte itinerário: Introdução - A história de Jeremias e o encontro decisivo; 1 Reflexão No tempo dos reis Josias e Joaquim; 2 Reflexão Dois assassinos do Deus-Logos: Joaquim e Hananias; 3 Reflexão Um tsunami no pensamento humano; 4 Reflexão As Confissões de Jeremias; 5 Reflexão Num jarrinho de barro, as Promessas do depois-de-amanhã; 6 Reflexão Há uma esperança para o teu futuro!; 7 Palestra A ecclesia em Missão em feso; 8 Palestra Seis dimensões do exercício do ministério por São Paulo, em 1 Tess 1-3; 9 Reflexão A missão na Diocese de Conceição do Araguaia; 10 Palestra A Virgem Maria e o Padre. Ao término de cada reflexão ou palestra os padres tem o momento de meditação pessoal (deserto).

Encerramento do Retiro

Na sexta-feira, 10 de julho, na missa de encerramento presidida por dom Moacir Silva, o pregador dom Dominique ao fazer a homilia apontou duas motivações a serem vivenciadas pelos padres no retorno aos trabalhos paroquiais e pastorais. O trabalho missionário do presbítero precisa atingir o coração humano, e para isso, a experiência da missão exige que os presbíteros sejam Ministros da Inquietação e Servos da Esperança.

Alguns trechos da homilia de dom Dominique:

O missionário aposta na capacidade do coração humano de escutar. O coração humano é feito para este diálogo e aos poucos o transforma totalmente. O missionário trata dessa experiência viva. O missionário está pronto para tudo. Daqui a pouco, todos, ao retornarmos aos nossos trabalhos, teremos que ser os ministros da inquietação que trazem sociedade secularizada um benefício sem igual: semear na terra uma fome, não uma fome de pão, mas uma fome de escutar a Palavra de Deus. Ministros da inquietação no meio desta sociedade secularizada colocando acima de tudo o mistério do coração humano capaz de escutar Deus, capaz de acolher Deus, capaz de ser transformado por Deus e deixar Deus agir em tudo, ressaltou o pregador.

O missionário é um ministro da inquietação. O missionário faz a experiência da escuta, do acolhimento, da transformação, e ele sabe que o coração humano é feito para isso. Por isso ele não tem medo, destacou dom Dominique.

Ele (presbítero) também é servo da esperança. O missionário não aposta no imediato, e nem no amanhã curto demais; aposta no depois de amanhã, na fecundidade, na verdade e na fecundidade do amor. A verdade pode ser esmagada, jogada no lixo, humilhada e rejeitada, mas lá na frente é reconhecida e valorizada. O amor pode ser crucificado, cuspido, mas no fim ele sai vitorioso, no encontro com o ressuscitado, frisou dom Dominique.

Antes dos ritos finais, o padre Mário Reis, em nome da Pastoral Presbiteral, agradeceu a disponibilidade de dom Dominique em pregar o retiro espiritual, e em seguida, dom Moacir Silva, leu a carta explicativa direcionada ao quarto momento da 14 Assembleia Arquidiocesana de Pastoral e entregou aos vigários forâneos o Instrumento de Trabalho (primeira edição).











CONTATO

Rua Tibiriçá nº 879 – Centro
CEP: 14010-090
Ribeirão Preto/SP


Atendimento

de 2ª a 6ª feira
Das 8h às 12h
Das 13h às 17h (16) 3610 8477

Copyright © 2019 - Arquidiocese de Ribeirão Preto - Desenvolvido por Com5