Hoje é
Notícias

18/09
2015

14ª Assembleia Arquidiocesana de Pastoral - 2015

Arquidiocese de RP realizou a 14a Assembleia Arquidiocesana de Pastoral

A Arquidiocese de Ribeirão Preto realizou no domingo, 13 de setembro, em Brodowski (SP), das 8h às 15h, a 14a Assembleia Arquidiocesana de Pastoral. A assembleia de pastoral


Arquidiocese de RP realizou a 14a Assembleia Arquidiocesana de Pastoral

Acesse a Galeria de Fotos

A Arquidiocese de Ribeirão Preto realizou no domingo, 13 de setembro, em Brodowski (SP), das 8h �s 15h, a 14� Assembleia Arquidiocesana de Pastoral. A assembleia de pastoral, convocada pelo arcebispo dom Moacir Silva, em 10 de setembro de 2014, ocorreu nas dependências da Casa Dom Luís, Seminário Maria Imaculada e Centro de Estudos da Arquidiocese de Ribeirão Preto (CEARP), e reuniu 436 participantes entre padres, diáconos, seminaristas, religiosos e religiosas, delegados paroquiais, leigos integrantes dos conselhos forâneos, coordenadores das pastorais, movimentos e serviços arquidiocesanos. A Comissão Especial para a 14� Assembleia Arquidiocesana de Pastoral conduziu os trabalhos desta assembleia de pastoral.

A metodologia e dinâmica da 14� Assembleia Arquidiocesana de Pastoral integraram dois momentos: no primeiro momento, período da manhã, os participantes foram divididos em dois plenários. No plenário 1, na Casa Dom Luís, ficaram as foranias do interior: Bom Jesus da Cana Verde, Nossa Senhora Aparecida, São José, São Bento e representantes das Pastorais e Serviços arquidiocesanos; e no plenário 2, no Seminário Maria Imaculada e Centro de Estudos da Arquidiocese de Ribeirão Preto, ficaram as foranias da cidade de Ribeirão Preto: São Sebastião, Santo Antônio, Santo Antônio Maria Claret, Santa Maria Goretti, Bom Jesus da Lapa, Cristo Operário e representantes dos Movimentos Eclesiais.

No primeiro momento, depois da oração, os participantes reunidos por foranias e de posse do Instrumento de Trabalho, este organizado de acordo com cada uma das cinco urgências das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) 2015-2019, a saber: 1. Igreja em estado permanente de missão, 2. Igreja: casa da iniciação � vida cristã, 3. Igreja: lugar de animação bíblica da vida e da pastoral, 4. Igreja: comunidade de comunidades e 5. Igreja a serviço da vida plena para todos, fizeram a indicação de duas contribuições para cada uma das cinco urgências. Essas contribuições contidas no Instrumento de Trabalho são o resultado dos processos de consulta preparatórios � assembleia: Assembleias nas Foranias e Conselho Arquidiocesano de Pastoral (segundo momento) e do Instrumento de Trabalho (primeira edição). O primeiro momento foi concluído com a votação no mini-plenário, na Casa Dom Luís e no Seminário Maria Imaculada, onde foram indicadas três contribuições para cada uma das cinco urgências.

O segundo momento, período da tarde, reuniu todos os 426 participantes no Seminário Maria Imaculada, para a apresentação das contribuições escolhidas nos dois mini-plenários do período da manhã, e a votação para a escolha de três contribuições para cada uma das cinco urgências, totalizando 15 contribuições assumidas. Essas contribuições seguem agora para a preparação do documento final da Assembleia, sexto e último momento da 14� Assembleia Arquidiocesana de Pastoral, que iluminará a caminhada arquidiocesana nos próximos quatro anos, e está marcado para ser entregue em 22 de novembro de 2015, festa de Cristo Rei do Universo.

De acordo com o arcebispo dom Moacir Silva, o encontro dos arquidiocesanos em Brodowski, marcou o ponto alto de todo o processo de preparação para a 14� Assembleia Arquidiocesana de Pastoral. �Chegamos ao ponto alto do processo da assembleia, iniciada a 10 de setembro de 2014: a escolha, em cada uma das cinco urgências, daquilo que vamos assumir como diretriz na ação evangelizadora de nossa arquidiocese para os próximos quatro anos. Agradecemos as contribuições que chegaram das diversas instâncias para a construção desta assembleia�, destacou dom Moacir.

Com a oração na Capela Central do Seminário Maria Imaculada, presidida pelo arcebispo dom Moacir Silva, e o agradecimento aos Movimentos: Encontro de Casais com Cristo (ECC) e Renovação Carismática Católica (RCC), ao Seminário Maria Imaculada e São José e Bom Pastor, ao Cearp, a Casa Dom Luís, extensivo aos funcionários de ambas as casas pela disponibilidade em ajudar na infraestrutura, aos leigos forâneos, e também aos serviços prestados pela Comissão Especial de preparação da 14� Assembleia Arquidiocesana de Pastoral, a assembleia foi encerrada.


Compromissos

Além das indicações das contribuições ao Instrumento de Trabalho, a 14� Assembleia Arquidiocesana de Pastoral assume os seguintes compromissos:

a)Indicações relativas as Diretrizes para os Sacramentos e sugestões de redefinição dos limites geográficos das foranias e paróquias. Portanto são compromissos da 14� Assembleia:

b)Revisar as Diretrizes para os Sacramentos: a Assembleia de Pastoral não define as diretrizes para os sacramentos, mas, para isso, o arcebispo já nomeou uma Comissão para a Revisão das Diretrizes para os Sacramentos.

c)Revisão dos limites geográficos das foranias e paróquias: para a revisão dos limites paroquiais o estudo será feito na forania e um projeto será apresentado ao Conselho de Presbíteros; para a revisão dos limites da forania, será formada uma comissão para estudo e proposta.

d)Orientações sobre Registros Paroquiais e Processos Matrimoniais: foi entregue ao Clero orientações relativas � preservação dos livros paroquiais e processos matrimoniais.


Recordando os passos da Assembleia

1� Momento: Processo de Consulta - 10/09/2014 a 31/12/2014

2� Momento: Assembleias das 10 Foranias - 01/01/2015 a 30/04/2015
Processo de Consulta ao Conselho Arquidiocesano de Pastoral

3� Momento:Elaboração do Instrumento de Trabalho - 01/05/2015 a 10/07/2015 eRevisão do Instrumento e Trabalho - 11/07/2015 a 22/08/2015

4� Momento:14� Assembleia Arquidiocesana de Pastoral - Manhã e Tarde - Local: Brodowski: Casa Dom Luís, Seminário Maria Imaculada e CEARP - 13/09/2015

5� Momento:Entrega do Documento Final da Assembleia - 22/11/2015


Mensagem de Apresentação
Instrumento de Trabalho da 14� Assembleia Arquidiocesana de Pastoral
13.09.2015

Queridos membros da 14� Assembleia Arquidiocesana de Pastoral!

Chegamos ao ponto alto do processo da assembleia, iniciada a 10 de setembro de 2014: escolher, em cada uma das cinco urgências, aquilo que vamos assumir como diretriz na ação evangelizadora de nossa arquidiocese para os próximos quatro anos.

Agradecemos as contribuições que chegaram das diversas instâncias para a construção desta assembleia. Dessas contribuições, vamos escolher o que assumiremos como diretriz que iluminará a nossa caminhada.

Das diretrizes assumidas hoje, nascerá o Plano de Pastoral 2015-2019, que orientará o modo �como� vamos concretizar essas diretrizes.

Ponto de Partida

�Jesus Cristo é a fonte de tudo o que a Igreja é e de tudo o que ela crê. Em sua missão evangelizadora, ela não comunica a si mesma, mas o Evangelho, a palavra e a presença transformadora de Jesus Cristo, na realidade em que se encontra. Ela é comunidade dos discípulos missionários, que respondem permanentemente � pergunta decisiva: quem é Jesus Cristo?� (Mc 8,27-29).
Tal afirmação, expressa no número 4 das Diretrizes Gerais da ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) 2015-2019, é o nosso ponto de partida.
Compreendemos, pois, que o fundamento do discipulado missionário é a contemplação e o seguimento de Jesus Cristo.

Objetivo Geral

Como Igreja Particular, nós, em comunhão com toda a Igreja do Brasil, assumimos o objetivo geral das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) 2015-2019, a saber:

�Evangelizar, a partir de Jesus Cristo, na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária, profética e misericordiosa, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, � luz da evangélica opção pelos pobres, para que todos tenham vida, rumo ao Reino definitivo�.

As urgências

O esquema das urgências e perspectivas de ação das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) - 2015-2019 estrutura as Diretrizes da Ação Evangelizadora da Arquidiocese de Ribeirão Preto para responder aos desafios constatados no processo da 14� Assembleia Arquidiocesana de Pastoral. As urgências, que continuam a nos interpelar, nasceram da missionariedade do Documento de Aparecida e do Magistério do Papa Francisco. Assim, cremos que elas devem tornar-se prioridade na ação evangelizadora da Igreja no Brasil.
São, pois, a prioridade de uma Igreja que, contemplativa e em missão, se coloca próxima do coração do Senhor e dos corações nos quais o Dele palpita mais forte e mais vivaz, mais � procura do nosso: os corações dos fracos e dos marginalizados. Assim:

1. Igreja em estado permanente de missão
2. Igreja: casa da iniciação � vida cristã
3. Igreja: lugar de animação bíblica da vida e da pastoral
4. Igreja: comunidade de comunidades
5. Igreja a serviço da vida plena para todos.

Dom Moacir Silva
Arcebispo Metropolitano


CONTATO

Rua Tibiriçá nº 879 – Centro
CEP: 14010-090
Ribeirão Preto/SP


Atendimento

de 2ª a 6ª feira
Das 8h às 12h
Das 13h às 17h (16) 3610 8477

Copyright © 2019 - Arquidiocese de Ribeirão Preto - Desenvolvido por Com5