Hoje é
Notícias

18/02
2016

14ª Assembleia Arquidiocesana de Pastoral - 2015

Arquidiocese reza pelo descanso eterno do padre Marcelo

A missa exequial foi presidida pelo arcebispo dom Moacir Silva, na segunda-feira, 15 de fevereiro, e teve início s 14h20, tão logo o corpo chegou e adentrou na Igreja.


Arquidiocese reza pelo descanso eterno do padre Marcelo

Leia também

Nota de falecimento do padre Marcelo Luiz de Sousa
Faleceu o padre Marcelo Luiz de Sousa
Missa de sétimo dia do padre Marcelo

A missa de corpo presente do padre Marcelo Luiz de Sousa, falecido no domingo, 14 de fevereiro, reuniu uma multidão de fiéis que lotaram a paróquia São Paulo Apóstolo, no Jardim Paulista, em Ribeirão Preto (SP). A missa exequial foi presidida pelo arcebispo dom Moacir Silva, na segunda-feira, 15 de fevereiro, e teve início s 14h20, tão logo o corpo chegou e adentrou na Igreja. Bispos, padres, diáconos, seminaristas, amigos, familiares, paroquianos e muitos arquidiocesanos participaram da Eucaristia e rezaram pelo descanso eterno do padre Marcelo.

O arcebispo dom Moacir Silva, na homilia, se fez solidário aos irmãos e familiares do padre Marcelo e recordou a fé na ressurreição. Queridos irmãos no episcopado D. Diógenes e D. José Geraldo, queridos padres de nossa arquidiocese e de outras dioceses, caros diáconos e seminaristas, minha saudação solidária aos irmãos e demais familiares do padre Marcelo. Queridos irmãos e irmãs, especialmente da paróquia São Paulo Apóstolo. Iluminados pela Palavra de Deus que afirma que somos cidadãos do céu e que Jesus foi preparar um lugar para nós na casa do Pai; e iluminados também pela nossa fé na ressurreição, nós estamos reunidos para a celebração da Eucaristia, a Eucaristia pelo descanso eterno de nosso caríssimo irmão padre Marcelo Luiz de Sousa, disse o arcebispo.

Dom Moacir salientou o testemunho e a vida sacerdotal do padre Marcelo em sua fidelidade de anunciador do Evangelho e no serviço ao Reino de Deus. Em Cristo brilhou para nós a esperança da ressurreição e aos que a certeza da morte entristece a promessa da imortalidade consola, assim rezamos no prefácio da missa de hoje. O nosso gesto é um gesto imperioso de sufrágio, que mistura realidade espiritual para com esse nosso irmão que fez do serviço ao Evangelho e a Igreja a medida da própria existência. Para ele, nesse dia, ressoa mais uma vez a consoladora promessa do Senhor: se alguém me servir, meu Pai o honrará. Quem se dedicou de maneira fiel a causa do Evangelho encontrará em Deus recompensa eterna. Na lógica de Cristo o serviço comunidade dos remidos torna-se assim motivo de glória e de vida sem fim. Quem durante a peregrinação terrena despendeu toda a energia pelo Reino de Deus será acolhido por Ele. Aquele que vive, venceu a morte e agora está sentado direita do Pai. Enquanto unidos em torno do altar sobre o qual se torna presente o sacrifício que proclama a vitória da vida sobre a morte, da graça sobre o pecado, do paraíso sobre o inferno, o pensamento dirige-se com gratidão a Deus como a deste irmão que Ele agora chamou a si. Padre Marcelo durante a sua existência sacerdotal anunciou o Evangelho, trabalhou para a edificação da Igreja, distribuiu os dons da graça dos sacramentos, fez o bem. Agora com o coração reconhecido confiamos este nosso irmão a generosa recompensa do Senhor pelas obras boas e pelos exemplos positivos que nos deixou. Confiamos, além disso, a sua infinita misericórdia, implorando para ele a justificação de todo resíduo e debilidade humana. Este nosso irmão acreditou firmemente em Cristo e dessa fé fez o fundamento da sua inteira existência. A vida do homem não pode por si mesmo chegar a visão beatífica que é o dom reservado ao que crê. Eis porque o fiel proclama a confiança segura: eu sei que o meu redentor vive. Nós sabemos que no fim Cristo, nosso salvador, virá acolher-nos e para sempre estaremos com Ele, rezou dom Moacir.

Nos ritos finais da Eucaristia, após o rito de encomendação (despedida) e bênção final, o féretro seguiu para o sepultamento no Cemitério Municipal de Guaíra (SP), acompanhado por alguns padres e paroquianos que se deslocaram para prestar as últimas homenagens e orações ao padre Marcelo.









CONTATO

Rua Tibiriçá nº 879 – Centro
CEP: 14010-090
Ribeirão Preto/SP


Atendimento

de 2ª a 6ª feira
Das 8h às 12h
Das 13h às 17h (16) 3610 8477

Copyright © 2019 - Arquidiocese de Ribeirão Preto - Desenvolvido por Com5