Hoje é
Notícias

22/08
2016

Diaconato Permanente

Diáconos celebram a festa de São Lourenço em Serrana

O Diaconado Permanente da Arquidiocese de Ribeirão Preto se reuniu em 10 de agosto, na paróquia Nossa Senhora das Dores, em Serrana (SP), para a celebração eucarística na festa e memória de São Lourenço


Diáconos celebram a festa de São Lourenço em Serrana

O Diaconado Permanente da Arquidiocese de Ribeirão Preto se reuniu na quarta-feira, 10 de agosto, s 19h30, na paróquia Nossa Senhora das Dores, em Serrana (SP), para a celebração eucarística presidida pelo arcebispo dom Moacir Silva, na festa e memória de São Lourenço, patrono dos diáconos.

O Diaconado Permanente foi acolhido pela comunidade paroquial de Nossa Senhora das Dores e pelo pároco padre Juliano Gomes, que manifestou a alegria de receber os diáconos para a celebração festiva do padroeiro. Participaram da celebração vários padres da arquidiocese; diretor, professores e candidatos ao Diaconato Permanente da Escola Diaconal São Lourenço; seminaristas e familiares dos diáconos.

Na Arquidiocese de Ribeirão Preto, o Diaconado Permanente, conta 45 diáconos permanentes.

Na homilia, o arcebispo dom Moacir Silva, ao refletir o Evangelho do dia, parábola do grão de trigo (Jo 12,24-26) - Jesus se revela como o grão de trigo caído na terra e produz fruto enfatizou a necessidade de doarmos as nossas vidas em prol do Reino de Deus. E a melhor expressão da doação está no serviço: Como primeiro passo, somos convidados a viver na disponibilidade. Diariamente, o servo aprende a desprender-se da tendência a dispor de tudo para si e de dispor de si mesmo como quer. Treina-se, cada manhã, a dar a vida, pensando que o dia não será dele, mas deverá ser vivido como um dom de si. De fato, quem serve não é um guardião cioso do seu tempo, antes renuncia a ser senhor do seu próprio dia. Sabe que o tempo que vive não lhe pertence, mas é um dom que recebe de Deus a fim de, por sua vez, o oferecer: só assim produzirá verdadeiramente fruto, explicou dom Moacir.

E, ao concluir a homilia, o arcebispo se dirigiu aos diáconos: Assim, queridos diáconos, vivendo na disponibilidade, o vosso serviço será livre de qualquer interesse próprio e evangelicamente fecundo. Por fim, peçamos ao Senhor a graça de viver o seguimento Jesus Cristo, o grão de trigo caído na terra que produziu muito fruto, servindo os irmãos na família e na comunidade, hoje e sempre. Amém, concluiu dom Moacir.

Terminada a celebração eucarística, houve o momento de confraternização do Diaconado Permanente oferecido pela paróquia Nossa Senhora das Dores.

Fotos: Diácono Flávio Livotto - Pastoral da Comunicação







CONTATO

Rua Tibiriçá nº 879 – Centro
CEP: 14010-090
Ribeirão Preto/SP


Atendimento

de 2ª a 6ª feira
Das 8h às 12h
Das 13h às 17h (16) 3610 8477

Copyright © 2019 - Arquidiocese de Ribeirão Preto - Desenvolvido por Com5