Hoje é
Notícias

05/09
2016

Tribunal

Tribunal de Ribeirão Preto encerra investigação sobre milagre atribuído ao padre Vítor

O Tribunal da Arquidiocese de Ribeirão Preto realizou, em 29 de agosto, no Salão Dom Alberto, em Ribeirão Preto (SP), a sessão solene de encerramento do processo de investigação do possível milagre atribuído ao Servo de Deus Padre Vítor


Tribunal de Ribeirão Preto encerra investigação sobre milagre atribuído ao padre Vítor

O Tribunal da Arquidiocese de Ribeirão Preto realizou, em 29 de agosto, s 15 horas, no Salão Dom Alberto, em Ribeirão Preto (SP), a sessão solene de encerramento do processo de investigação do possível milagre atribuído ao Servo de Deus Padre Vítor Coelho de Almeida, missionário redentorista, para a causa do processo de beatificação. O processo de investigação foi aberto no dia 22 de julho e prolongou-se por 37 dias. Neste período foram ouvidas testemunhas referentes ao milagre recebido pela miraculada Edilene Pavão Geraldini, residente em Pirassununga (SP), que recebeu há 23 anos (6.2.1998), o possível milagre atribuído ao padre Vítor, alusiva a uma gravidez complicada e com risco de vida, enquanto estava internada na Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto.

O arcebispo de Ribeirão Preto, dom Moacir Silva, presidiu a sessão que contou com a seguinte formação da mesa: dom Darci José Nicioli, C.SS.R, vice postulador da causa de beatificação e arcebispo de Diamantina (MG); padre Antônio Carlos Santana, Juiz do Tribunal e Delegado da Investigação da Causa; padre Antônio de Pádua Dias, Promotor de Justiça; e padre José Sidney Gouvêa Lima, notário. Participaram da cerimônia: Irmã Pier Paula de Farias, do Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus, coordenadora geral dos trabalhos da execução prática da causa; a miraculada Edilene Pavão Geraldini; o padre Luís Gustavo Tenan Benzi, coordenador de pastoral da Arquidiocese; colaboradores do Tribunal de Ribeirão Preto e um grupo de amigos e familiares da miraculada.  

A cerimônia começou com a oração de invocação ao Espírito Santo, e na sequência dom Moacir Silva saudou os presentes e agradeceu o empenho da comissão de investigação do Tribunal. Para a Arquidiocese de Ribeirão Preto é motivo de alegria e gratidão por mérito do padre Vítor que por aqui também esteve pregando as santas missões, e pelo fato, também de modo especial, por ter realizado o possível milagre aqui na cidade de Ribeirão Preto, daí o sentido de realizarmos no Tribunal a investigação desse possível milagre. E, graças a Deus e a cooperação de cada um dos oficiais do tribunal, das testemunhas e dos peritos, pudemos chegar a bom termo concluindo este processo na Arquidiocese, disse o arcebispo.

O vice postulador da causa, dom Darci, apresentou um relato histórico da vida e do início do processo da causa de beatificação do padre Vítor. Dom Darci enalteceu a seriedade do processo de investigação, que já tem quase 30 anos, para se chegar ao postulado de se elevar a glória dos altares uma pessoa que se destaca por suas virtudes. Quero agradecer o trabalho deste tribunal nomeado por dom Moacir, um trabalho de documentação, de colher os testemunhos, bem como da família daquela que foi a miraculada, da própria miraculada e de sua filha. Este trabalho também foi conduzido pela irmã Pier Paula de Farias, a quem eu agradeço. Obrigado a família, que de uma maneira muito generosa correspondeu e ajudou a irmã para que nós perscrutássemos o caso e encontrássemos a verdade. isso que nos interessa! Se ali há a graça de Deus agindo de uma maneira especial, e é a isso que nós estamos chegando conclusão, graças a Deus!, salientou dom Darci.

Dom Darci ainda explicou a continuidade do processo da causa de beatificação. Hoje, com o trabalho feito, levaremos a sagrada Congregação da Causa dos Santos, agora para uma análise de peritos de lá, para então termos o resultado. Ainda há um caminhar bastante longo. Vejam a seriedade da Igreja para encontrar onde a graça trabalha e de uma maneira especial, graças a Deus então estamos neste caminho e estamos fazendo um serviço Igreja e temos a consciência da seriedade, explicou o vice postulador.

Dom Moacir, na continuidade da sessão, solicitou ao notário padre José Sidney Gouvêa Lima a leitura dos atos do processo, e simultaneamente leitura, houve o testemunho e juramento de dom Darci, e as assinaturas de dom Moacir e de dom Darci na ata final do processo de investigação. Antes, do encerramento da sessão, o padre Antônio Carlos Santana, Juiz do Tribunal e Delegado da Investigação da Causa, fez as considerações finais, e dom Moacir deu testemunho da vida do padre Vítor, e agradeceu a oportunidade de poder atuar, anteriormente no início do processo da causa de beatificação, em Aparecida, e agora no Tribunal de Ribeirão Preto. Ao término da oração pela beatificação do padre Vítor rezado pelos presentes, o arcebispo dom Moacir Silva declarou encerrada a sessão.














CONTATO

Rua Tibiriçá nº 879 – Centro
CEP: 14010-090
Ribeirão Preto/SP


Atendimento

de 2ª a 6ª feira
Das 8h às 12h
Das 13h às 17h (16) 3610 8477

Copyright © 2019 - Arquidiocese de Ribeirão Preto - Desenvolvido por Com5