Hoje é
Notícias

06/09
2016

4ª urgência: Igreja, comunidade de comunidades

Agentes de Pastoral estudam documento da CNBB sobre Dízimo

O Secretariado Arquidiocesano de Pastoral e a 4 urgência: Igreja, comunidade de comunidades realizaram, no dia 27 de agosto, o Estudo do documento 106 da CNBB: O Dízimo na Comunidade de Fé


Agentes de Pastoral estudam documento da CNBB sobre Dízimo

Acesse a Galeria de Fotos

Acesse a Apresentação do Documento 106 (pps)

O Secretariado Arquidiocesano de Pastoral e a 4 urgência: Igreja, comunidade de comunidades realizaram, no dia 27 de agosto, das 8h30 s 11h30, no Salão Dom Alberto, em Ribeirão Preto (SP), o Estudo do documento 106 da CNBB: O Dízimo na Comunidade de Fé - Orientações e Propostas. O estudo contou com a presença de 106 agentes de pastoral das paróquias da Arquidiocese.

O objetivo do estudo do Documento 106 da CNBB está em sintonia com um dos pedidos das Diretrizes da Ação Evangelizadora da Arquidiocese de Ribeirão Preto (2015-2019), na 4 urgência: Igreja, comunidade de comunidades, que na letra e das perspectivas de ação assumiu: Implantar a Pastoral Arquidiocesana do Dízimo, pois com o Dízimo mais forte, as paróquias poderão concentrar as atividades nas áreas pastorais, reduzindo a quantidade de eventos para a sua sustentação. 

Na perspectiva da operacionalização das diretrizes, a 4 urgência propôs para a letra e das perspectivas de ação os seguintes trabalhos: Animação e formação para as Pastorais do Dízimo paroquiais: Estudo e aprofundamento do Documento O Dízimo na comunidade de Fé, da CNBB (2016/ 2017); Implantação da Pastoral do Dízimo Arquidiocesana (2016/ 2017) e Capacitações para as equipes de Pastoral do Dízimo (2017/ 2018/ 2019).

O encontro começou com a saudação do coordenador de pastoral, padre Luís Gustavo Benzi, em seguida a oração, cânticos temáticos sobre Dízimo e uma dinâmica. De acordo com o padre Gustavo o estudo do documento tem o objetivo de encaminhar a aplicação das diretrizes, fruto da 14 Assembleia Arquidiocesana de Pastoral. A publicação do documento da CNBB e este estudo contribuirá nas reflexões para a conscientização do dízimo nas paróquias e na implantação de uma equipe arquidiocesana da Pastoral do Dízimo, disse padre Gustavo.

Na sequência, Andrea Vitaliano, leiga referencial da 4 urgência, coordenou uma dinâmica de convivência e interação. Ao desenvolver a dinâmica, Andrea pediu a cada participante que pensasse naquilo que poderia doar ao participante sentado ao seu lado, tendo como referência o sentido de oferecer ao próximo (partilhar), e também pensasse e depois expressasse ao outro três momentos felizes de sua vida. Esses momentos foram compartilhados entre os participantes no sentido da escuta e atenção quilo que o outro manifestou como experiência de vida partilhada.

No sentido de contextualizar a publicação do documento, o arcebispo dom Moacir Silva, explicou o processo de composição e aprovação do documento 106 da CNBB, e recordou que o último documento sobre o tema publicado pela CNBB data de 1975. Dom Moacir recordou que a Assembleia Geral da CNBB, em 2014, sentiu a necessidade de refletir sobre esta temática e aprovou a instituição de uma comissão para elaborar um subsídio. O arcebispo de Salvador (BA) dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, SCJ, foi indicado para presidir a comissão e, junto com outros colaboradores, fizeram uma consulta e pesquisa a respeito do dízimo nas dioceses do Brasil e que resultou no texto: Orientações para a Pastoral do Dízimo. Este texto foi apresentando na Assembleia Geral da CNBB, em 2015, a caminho do Seminário  Nacional da Pastoral do Dízimo, realizado nos dias 30 de outubro, 1 e 2 de novembro, em Aparecida. A partir das orientações e das conclusões do seminário a comissão apresentou na Assembleia Geral da CNBB de 2016 o texto que foi refletido e discutido, mas não aprovado, porém, a Assembleia contribuiu e enriqueceu o texto com sugestões, e encaminhou para ser aprovado no Conselho Permanente da CNBB.

O padre Kleber Tostes Pedro, padre referencial da 4 urgência, deu continuidade ao encontro e apresentou o conteúdo do Documento 106 da CNBB a partir das orientações e propostas na perspectiva da evangelização. O documento é estruturado em dois capítulos, no primeiro trata da compreensão do dízimo, conceito e finalidades; e no segundo, propõe orientações e caminhos para a Pastoral do Dízimo.

Terminada a exposição foram organizados grupos de trabalhos por foranias, e no retorno dos grupos o plenário. Os grupos por foranias foram orientados a indicar um nome para representar a forania, e assim, participarem num primeiro momento de um encontro que será coordenado pelo padre Sérgio Donizetti Carmona, que em 2015, participou do Seminário Nacional da Pastoral do Dízimo, e assessorará e coordenará os trabalhos de implantação da Equipe Arquidiocesana da Pastoral do Dízimo.


CONTATO

Rua Tibiriçá nº 879 – Centro
CEP: 14010-090
Ribeirão Preto/SP


Atendimento

de 2ª a 6ª feira
Das 8h às 12h
Das 13h às 17h (16) 3610 8477

Copyright © 2019 - Arquidiocese de Ribeirão Preto - Desenvolvido por Com5