Hoje é
Notícias

08/08
2017

Pastoral Familiar

II Simpósio Arquidiocesano da Pastoral Familiar

Com o tema: Encontros para novos casais, a Pastoral Familiar da Arquidiocese de Ribeirão Preto realizou, no domingo, 2 de julho, das 8h s 12h, o II Simpósio Arquidiocesano da Pastoral Familiar


II Simpósio Arquidiocesano da Pastoral Familiar

Com o tema: Encontros para novos casais, a Pastoral Familiar da Arquidiocese de Ribeirão Preto realizou, no domingo, 2 de julho, das 8h s 12h, o II Simpósio Arquidiocesano da Pastoral Familiar. O evento ocorreu no Salão Dom Alberto (Centro Arquidiocesano de Pastoral), em Ribeirão Preto. O simpósio buscou responder a um dos três compromissos assumidos pela Arquidiocese na 38 Assembleia das Igrejas Particulares do Regional Sul 1, em 2016, que tratou do tema Nova Pastoral Familiar luz da Exortação Apostólica Pós-sinodal Amoris Laetitia: Aprofundar os trabalhos com os recém-casados já existentes na arquidiocese: alargá-los e difundi-los para todas as paróquias.

Na abertura do simpósio, o arcebispo dom Moacir Silva presidiu a oração de abertura, e na continuidade saudou os participantes e incentivou-os a valorizarem o serviço da Pastoral Familiar. Vocês conhecem aquele subsídio Hora da Família, eu queria parafrasear o título para dizer que este tempo agora é a Hora da Pastoral Familiar na nossa Arquidiocese. E porque eu digo isso? Quando da preparação para a 14 Assembleia Arquidiocesana de Pastoral, depois de quatro anos, da família ser prioridade, eu fiquei um pouco assustado com o que eu vi nas assembleias forâneas, e a preocupação foi aumentando. Agora é a hora da família. Porque? No final de maio o clero participou da Atualização Teológico-Pastoral e o assunto foi preparação ao matrimonial, e de lá saímos com uma decisão: de reformular a preparação para o matrimônio e que entrará em vigor em 1 de janeiro de 2019, disse o arcebispo. 

O coordenador arquidiocesano da Pastoral Familiar explicou a importância deste simpósio para as atividades da pastoral. No primeiro simpósio no ano de 2016 nós tratamos da Exortação Pós-Sinodal Amoris Laetitia, e neste ano, de acordo com os resultados da Assembleia das Igrejas, em Itaici, no ano passado, nossa Arquidiocese assumiu três prioridades: a primeira, refletir sobre os trabalhos com os recém-casados; a segunda, realizarmos o Congresso Arquidiocesano da Pastoral Familiar; e a terceira, trabalharmos a questão da família nas pastorais da arquidiocese. Então, o simpósio abordou a proposta de acompanhamento dos recém-casados e despertou em cada um de nós e em nossas paróquias a necessidade de aprofundarmos como estamos acompanhando os recém-casados que assumem o sacramento do matrimônio e muitas vezes ficam um pouco perdidos nas nossas paróquias, explicou padre Robson.  

O simpósio contou com a assessoria do casal André Luiz Kawahala e Rita Massarico Kawahala, autores dos livros: Encontros para novos casais Volume II Livro do Casal e Encontros para novos casais Volume II Livro do Agente, ambos publicados pela Paulinas Editora, e que foram trabalhados no simpósio. André Luiz detalhou a relevância da Pastoral Familiar dedicar atenção especial no acompanhamento dos casais recém-casados. A importância de trabalhar com recém-casados é principalmente trazê-los para a Igreja. Hoje nós estamos numa Igreja que tem um grande dom e uma presença de Deus e não estamos abrindo e levando este Deus até essas pessoas, como consequência as Igrejas estão envelhecendo. Nós trabalhamos com casais que já estão nos seus 20 ou 30 anos de casados, mas não encontramos mais casais empenhados na Igreja com 4 ou 5 anos de casamento. E, nós só vamos conseguir trazer essas pessoas para o trabalho da Igreja se acolhermos os recém-casados. O recém-casado é o nosso campo de evangelização hoje, e é ali que nós precisamos trabalhar, mostrar a validade e o testemunho do matrimônio como algo que frutifica a e constrói a pessoa, e que não é somente aquilo que a mídia fala, isto é, algo para se viver em uma felicidade momentânea, mas o prazer maior está em conhecer uma pessoa, viver e compartilhar com ela aquilo que temos de maior valor: a vida, e esta vida em Cristo, comentou André. 


CONTATO

Rua Tibiriçá nº 879 – Centro
CEP: 14010-090
Ribeirão Preto/SP


Atendimento

de 2ª a 6ª feira
Das 8h às 12h
Das 13h às 17h (16) 3610 8477

Copyright © 2019 - Arquidiocese de Ribeirão Preto - Desenvolvido por Com5