Abertura arquidiocesana do 3º Ano Vocacional do Brasil

Abertura arquidiocesana do 3º Ano Vocacional do Brasil

Igreja Particular de Ribeirão Preto reunida e comprometida com o 3º Ano Vocacional do Brasil

Com o tema: “Vocação: Graça e Missão”, e o lema inspirado no evangelho de Lucas 24, 32-33: “Corações Ardentes, Pés a Caminho”, o ano de 2023 será marcado pelo 3º Ano Vocacional do Brasil (2022-2023). A abertura arquidiocesana aconteceu no domingo, 20 de novembro Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo, às 15h, na paróquia Santa Terezinha Doutora, presidida pelo arcebispo Dom Moacir Silva. A celebração reuniu ao menos 500 participantes, entre padres, diáconos, seminaristas, candidatos ao Diaconado Permanente, representantes paroquiais do Conselho Pastoral Paroquial (CPP), membros do Conselho Arquidiocesano de Pastoral (CAP), e paroquianos. A celebração foi organizada pela Comissão Arquidiocesana do 3º Ano Vocacional do Brasil, que tem a missão de para animar, fomentar e refletir sobre a vocação no período de 20 de novembro de 2022 até 26 de novembro de 2023.

Caminhada e história vocacional

O texto da Recordação da Vida trouxe a memória da experiência celebrativa dos dois anos vocacionais do Brasil anteriores, celebrados em 1983 e 2003, e seus respectivos temas: “E hoje fazemos memória de uma experiência sinodal vivida no Brasil há mais de 50 anos, quando Dom Aloísio Lorscheider, de saudosa memória, uniu iniciativas de promoção vocacional experimentadas em várias paróquias e dioceses. E assim, na Assembleia da CNBB de 1981, confirmaram os bispos: ‘O ano de 1983 seja o Ano Vocacional para todo o Brasil, e que todas as campanhas de nível nacional, diocesano e paroquial sirvam de conscientização e formação de vocações’, com o tema ‘Vem e segue-me’. Em 2003, foi realizado o segundo Ano Vocacional no país, 20 anos após a primeira experiência, trazendo como reflexão o ‘Batismo, fonte de todas as vocações”, com o lema: ‘Avancem para águas mais profundas’ (Lc 5,4)”.

E o texto da recordação da vida terminou com a proclamação oficial da abertura do Ano Vocacional do Brasil na Arquidiocese: “Passados novamente 20 anos, refletiremos o tema: ‘Vocação, graça e missão’; e reunidos em assembleia, damos abertura ao 3º Ano Vocacional do Brasil, que se estende até 26 de novembro de 2023. A data escolhida para a abertura e encerramento é a solenidade de Cristo Rei, que marca o encerramento do ano litúrgico e o dia nacional dos cristãos leigos. Vale lembrar que por muitas décadas, a Solenidade de Cristo Rei marcava a Festa da Ação Católica no Brasil e no mundo, expressão máxima pastoral da atuação dos leigos e leigas durante o século XX”.

Na sequência foram entronizadas no corredor central da igreja os símbolos que acompanharão as atividades arquidiocesanas no decorrer do 3º Ano Vocacional do Brasil: a bandeira com a logomarca e a vela.

Homilia

No início da homilia, dom Moacir, saudou os fiéis e falou do objetivo de celebrarmos em comunhão o Ano Vocacional do Brasil. “Queridos irmãos e queridas irmãs! Estamos aqui reunidos em torno do Altar do Senhor celebrando a Eucaristia, com a qual, em comunhão com toda a Igreja no Brasil, estamos abrindo o III Ano Vocacional do Brasil. Este III Ano Vocacional (1º em 1983, o 2º em 2003) tem como tema: ‘Vocação: graça e missão’ e como lema: ‘Corações ardentes, pés a caminho’ (cf. At 24, 32-34). Este Ano Vocacional tem como objetivo geral: promover a cultura vocacional nas comunidades eclesiais, nas famílias e na sociedade, para que sejam ambiente favoráveis ao despertar de todas as vocações, como graça e missão, a serviço do Reino de Deus”.

Dom Moacir ainda comentou o compromisso assumido pelas comunidades paroquiais de dedicarem um tempo no Conselho Pastoral Paroquial (CPP) ao estudo do texto-base do Ano Vocacional do Brasil: “Nossa Arquidiocese deu um grande passo para alcançar este objetivo, quando as paroquias vão reservar três reuniões do Conselho Pastoral Paroquial (CPP) para estudar o texto-base do Ano Vocacional. No CPP estão todas as forças vivas da comunidade paroquial; daí a minha esperança e confiança de que o Ano Vocacional chegue nas bases de nossas comunidades. Agradeço aos párocos e administradores paroquiais por abraçar com seus CPPs o III Ano Vocacional do Brasil. Com certeza será uma grande riqueza para nossa Arquidiocese”, expressou o arcebispo.

Ao refletir o texto do Evangelho (Lc 23,35-43) da Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo, que marca o final do ano litúrgico, o arcebispo meditou o significado da realeza atribuída a Jesus num contexto trazido pelo evangelista que apresenta o despojamento total de Jesus na cruz, e não aponta sinais de poder e autoridade terrena. “Contudo, a inscrição da cruz – irônica aos olhos dos homens – descreve com precisão a situação de Jesus, na perspectiva de Deus: Ele é o ‘rei’ que preside, da cruz, a um ‘Reino’ de serviço, de amor, de entrega, de dom da vida. Neste quadro, explica-se a lógica desse ‘Reino de Deus’ que Jesus veio propor aos homens. (…) Na cruz manifesta-se plenamente a realeza de Jesus que é perdão, renovação do homem, vida plena; e essa realeza abarca todos os homens – mesmo os condenados – que acolhem a salvação”, explicou dom Moacir.

Na conclusão da homilia o arcebispo explicitou o verdadeiro sentido da celebração da solenidade de Cristo Rei: “Celebrar a Solenidade de Cristo Rei do universo não é celebrar um Deus forte, dominador que se impõe aos homens do alto da sua onipotência e que os assusta com gestos espetaculares; mas é celebrar um Deus que serve, que acolhe e que reina nos corações com a força desarmada do amor. A cruz – ponto de chegada de uma vida gasta na construção do ‘Reino de Deus’ – é o trono de um Deus que recusa qualquer poder e escolhe reinar no coração dos homens através do amor e do dom da vida. Que Jesus Cristo, Rei do Universo encontre sempre espaço em nós para poder reinar em nossa vida e nos acompanhe em nossa missão hoje e sempre. Amém!”

Compromisso Vocacional

Antes dos ritos finais, o padre Alcides Pizeta Neto, responsável pelo Serviço de Animação Vocacional (SAV) e membro da Comissão Arquidiocesana para o 3º Ano Vocacional da Igreja no Brasil, fez os agradecimentos a todos os presentes motivando-os a vivenciarem com ardor o ano vocacional. Na continuidade dom Moacir convidou os membros da comissão para virem até a frente do altar, fez a apresentação dos mesmos, e deu a bênção. Na sequência o coordenador arquidiocesano de pastoral, padre Luís Gustavo Benzi, coordenou a entrega dos materiais: o banner com a logomarca do Ano Vocacional, a programação arquidiocesana, e o subsídio (livreto) “Introdução para a Dezena do Rosário e Preces”, que foram entregues pessoalmente pelo arcebispo a cada uma das paróquias.

Texto/Fotos: Assessoria de Imprensa / Arquidiocese de Ribeirão Preto

 

Veja também:

Escala Diaconado Permanente – Exéquias – Mês de NOVEMBRO 2022

A Associação dos Diáconos da Arquidiocese de Ribeirão Preto (ADPARP) divulga a Escala de Exéquias (Celebração Exequial nos Velórios) para o mês de NOVEMBRO de 2022 (final de semana e segunda-feira) para atendimento nos velórios de Ribeirão Preto.