3° Bispo – Dom Luís do Amaral Mousinho (Bispo: 1952; 1° Arcebispo 1958-1962)

Nasceu em Timbaúba-PE, no dia 18 de novembro de 1912. Em 1948 foi nomeado Bispo de Cajazeiras-PB onde permaneceu até 12 de março de 1952 quando foi nomeado pelo Papa Pio XII 3° Bispo de Ribeirão Preto. Sua posse se deu no dia 10 de junho de 1952. No dia 19 de abril de 1958 – ano do jubileu de ouro da Criação da Diocese, Pio XII elevou à categoria de Arquidiocese e nomeou Dom Mousinho seu 1° Arcebispo, cuja posse se deu no dia 30 de novembro de 1958.

Em 1960 preparou a criação da Diocese de São João da Boa Vista, criada pelo Papa João XXIII em 1960. Incentivou a Ação Católica e promoveu Curso por um mundo melhor para o Clero, para Religiosas e Leigos em 1956. Seu grande trabalho foi a construção do novo Seminário Arquidiocesano Maria Imaculada, em Brodowski, inaugurado em 1961.

Dom Luís do Amaral Mousinho morreu no dia 24 de abril de 1962.

Veja também:

Jornada Arquidiocesana da Juventude lança hino e clipe oficial

O Setor Juventude apresentou no domingo, 20 de junho, o Hino oficial da Jornada Arquidiocesana da Juventude (JAJ) 2021. Com o título: “A morte nunca triunfou” o hino tem letra e música dos seminaristas João Vítor e Leonardo Silva e expressa no refrão o tema da JAJ: “Levanta-te, jovem! Vem proclamar a Esperança que o mundo precisa. Levanta-te! Porque Cristo, o Senhor está vivo A morte nunca triunfou!”