61ª AG CNBB: Presidente da comissão explica como está organizado o instrumento de trabalho do Tema Central

61ª AG CNBB: Presidente da comissão explica como está organizado o instrumento de trabalho do Tema Central

A nove dias do início da 61ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que se realiza em Aparecida (SP), de 10 a 19 de abril, o arcebispo de Santa Maria, dom Leomar Brustolin, presidente da Comissão Episcopal para a Animação Bíblico-Catequética e do regional Sul 3 da CNBB apresenta o percurso que está sendo feito pela Igreja no Brasil e pelos bispos de aprofundamento das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE). O tema central da 61ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil é: A realidade da Igreja no Brasil e a atualização de suas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora.

Dom Leomar, que presidente a Comissão do Tema Central da Assembleia, explica que durante a Assembleia Geral da CNBB em 2022 houve um processo de avaliação das DGAE 2019-2023. “Constatou-se que por causa da pandemia não foi possível aplicar todas as indicações que as diretrizes traziam. Portanto, decidiu se ampliá-las mais considerando também o processo do Sínodo dos Bispos 2019-2025. Decidiu-se aprovar novas diretrizes em 2025”, disse.

A presidente da Comissão do Tema Central explica ainda que a partir da escuta foi elaborado um texto mártir que foi enviado aos bispos e será aprovado na 61ª Assembleia da CNBB. No vídeo abaixo, dom Leomar explica quais são os eixos centrais e como está estruturado o instrumento de trabalho que os bispos trabalharão durante a Assembleia. Veja:

 

Fonte: CNBB

Veja também: