A Sagrada Escritura, carta de amor de Deus para a humanidade!

Quando o namorado envia uma carta de amor à namorada, este alegra o coração de quem ama. Ao escrever, imagina como se encontra, o que anda fazendo a destinatária de suas palavras de amor. Ao receber a carta, a namorada imagina o momento em que a mesma foi escrita, imagina seu namorado e sente profunda saudade e vontade de estar junto dele. Para amenizar tais sentimentos, lê e relê inúmeras vezes a carta recebida e assim vai crescendo em ambos o lindo amor que um sente pelo outro. A Sagrada Escritura é a Carta de Amor de Deus para a Humanidade que a ama loucamente. É também a descrição da Aliança – Antiga e Nova – que deseja selar com a Humanidade. Selar Aliança significa fidelidade, compromisso, correspondência de amor. Amor que se oferece. Amor que é acolhido! O namorado é Deus revelado na pessoa de Jesus Cristo e a namorada é a Igreja, que somos todos nós!

“A moral cristã tem seu fundamento, além da lei natural, na Lei de Cristo: ‘Dou-vos um mandamento novo: amai-vos uns aos outros como eu vos amei. Nisto reconhecerão todos que sois meus discípulos se tiverdes amor uns pelos outros’ (Jo 13,34-35). Com essa afirmação, Jesus traçou o horizonte insubstituível do caminho do discípulo. Esta exigência moral nasce do princípio fundamental da fé cristã ‘porque Deus é amor. Nisto consiste o amor: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi Ele que nos amou e enviou-nos o seu Filho como vítima de expiação pelos nossos pecados’ (1Jo 4,8.10). Não há outro processo educativo para a conquista de ser nova criatura. Esta é a graça fundamental do Batismo e a integral exigência de sua vivência autêntica, fecundando a alegria do testemunho que convence, congrega e produz frutos” (Subsídios Doutrinais da CNBB 5, nº 96).

Vivamos o mês dedicado à Bíblia com o firme propósito de correr à caixinha do correio e apanhar a carta de amor que Deus nos enviou. Abrindo-a, busquemos lê-la com o coração orante, ou seja, dialogando com Deus que se declara amante de cada um que O acolhe; ler o que escreveu e seguir o que orienta em suas linhas escritas com seus sábios lábios de amor, de perdão, de misericórdia e de bondade! Seguramente nesta carta de amor, Deus marca um encontro conosco: seja na Comunidade de Fé, Oração e Amor, seja no profundo silêncio e nosso coração, seja no rosto sapeca de uma criança ou na face enrugada de um ancião. Importante é saber ler, compreender, acolher e viver o que contem a Carta de Amor de Deus para a Humanidade!

Padre Gilberto Kasper
Mestre em Teologia Moral, Licenciado em Filosofia e Pedagogia, Especialista em Bioética, Ética e Cidadania, Professor Universitário, Docente no CEARP – Centro de Estudos da Arquidiocese de Ribeirão Preto, Assistente Eclesiástico do Centro do Professorado Católico, Assessor da Pastoral da Comunicação, Pároco da Paróquia Santa Teresa D’ Ávila e Reitor da Igreja Santo Antônio, Pão dos Pobres da Arquidiocese de Ribeirão Preto e Jornalista.

Veja também:

Formação Missionária: COMIPA: nasce da missão e existe para a missão

O Pilar da Ação Missionária e o Conselho Missionário Diocesano (Comidi) realizam no dia 09 de outubro (sábado), às 9 horas, a Formação Missionária on-line: COMIPA: nasce da missão e existe para a missão. O encontro tem como inspiração o versículo bíblico: “Como são belos sobre o montes, os pés do mensageiro que anuncia a boa nova” (Is 52, 7).