A vocação de catequista

Neste mês de agosto, mês das vocações, venho compartilhar um pouquinho sobre esse “chamado” de Deus para a vocação de catequista.

Fui criada em berço católico e desde bem jovem já amava ir na igreja, participar de tudo, porém o que sempre me despertou mais interesse foi a catequese. Na infância eu brincava com as crianças da minha rua de “catecismo”, onde eu ensinava para elas tudo o que aprendia na Igreja.

Por algum tempo esse desejo de ser catequista ficou adormecido em meu coração, até ser despertado novamente por uma pessoa da qual guardo profundo respeito e admiração, a Regina Ferreira, na época coordenadora da catequese na paróquia onde participo: São Francisco de Assis.

Deus cuida de cada detalhe e Ele havia me escolhido. “Vocação” é chamado e eu fui chamada por Deus, e eu aceitei esse chamado. A partir daí Ele vem me capacitando.

Quando damos o nosso “sim” a um chamado de Deus, a um chamado à catequese, é porque temos a certeza de que o que queremos para nossa vida é caminhar junto ao Mestre. É sermos testemunhas do Reino de Deus, é sentir arder no coração o desejo de comunicar a Palavra de Deus, é fazer com que outras pessoas possam também conhecer e se apaixonarem por Deus. Sinto em mim uma necessidade muito grande de partilhar com meus catequizandos a maravilhosa experiência de encontrar e me deixar seduzir por Jesus.

Ser catequista é ser um educador na fé, precisamos ter a consciência de que ensinamos em nome de nossa Igreja, precisamos testemunhar com nossa vida e sempre com alegria.

Renata Roque
Coordenação Arquidiocesana Catequese
Comissão Animação Bíblico-Catequética

Veja também:

Nota da CNBB sobre o PL1904/2024

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) reafirmou, nesta sexta-feira, 14 de junho, seu posicionamento de defesa e proteção da vida em todas as suas etapas, da concepção à morte natural

Comunicado Oficial dos Atos do Governo Arquidiocesano: 11.06.2024

A Chancelaria da Arquidiocese de Ribeirão Preto torna pública as determinações de Dom Moacir Silva, Arcebispo Metropolitano de Ribeirão Preto, em 11 de junho de 2024: Instalação da Paróquia São José, em Serrana, e Posse Canônica do Primeiro Pároco