Animação Bíblica

Neste mês de setembro voltamos o nosso pensamento e o coração para a animação bíblica da pastoral. Temos a Comissão de Animação Bíblica que está trabalhando num Projeto Arquidiocesano de Animação Bíblica da Pastoral.

O grande desafio da Animação Bíblica da Pastoral (ABP) é recuperar, para todos os fiéis, a riqueza da Escritura como alimento imprescindível que a Cabeça (o Senhor glorificado) oferece ao seu Corpo (a Igreja redimida).

As tarefas da ABP se deduzem da natureza e função da Escritura como mediação do encontro e comunhão da Cabeça gloriosa com seu Corpo redimido.

Os ensinamentos do Concílio Vaticano II assumidos pelas Conferências Gerais do Episcopado Latino-americano descrevem a Sagrada Escritura como “Palavra de Deus escrita por inspiração do Espírito Santo, confiada à Igreja para nossa salvação” (DV, 11; 21).

Desta descrição se deduzem a três tarefas básicas da animação bíblica da evangelização do povo de Deus.

a) Como a Bíblia é obra literária, se acede à Palavra de Deus mediante “a linguagem” dos autores, que a colocaram por escrito. Para conhecer adequadamente a Palavra de Deus se requer, portanto, interpretar a mediação de comunicação (linguagens) de autores humanos, segundo seus contextos literários, históricos e religiosos.
Um primeiro trabalho da ABP é acompanhar a compreensão dos sentidos genuínos dos textos bíblicos, pelo que deve ser escola de interpretação ou de conhecimento da Palavra de Deus.

b) Como a Bíblia é obra literária inspirada pelo Espírito, nos dá a conhecer “a verdade que Deus quis consignar nos livros para nossa salvação” (DV, 11). Portanto, a Palavra de Deus, que a Escritura contém em linguagem humana, é viva e eficaz para os discípulos missionários, pois hoje torna presente o Senhor como Messias Salvador.
Um segundo trabalho da ABP é ajudar e ensinar o discípulo missionário a atualizar a Palavra de Deus, mediante o diálogo permanente com Jesus Cristo, que deve ser escola de comunhão e oração, isto é, de encontro orante com o Senhor, graças aos textos bíblicos inspirados.

c) Como a Bíblia está confiada à Igreja para que a proclame como Palavra “grávida” de salvação é – por um lado – lugar teológico e pastoral de discernimento e – por outro – fonte e conteúdo da evangelização.
Um terceiro trabalho da ABP é educar os discípulos missionários para proclamar a Palavra e “atualizá-la”, isto é, concretizá-la em motivações, afetos e condutas que respondam aos sentimentos de Jesus (Fl 2, 5), pelo que deve ser escola de evangelização inculturada ou de proclamação da Palavra.
Deste modo, a “Animação Bíblica da Pastoral” satisfaz a permanente necessidade dos discípulos de Jesus de nutrir-se com o pão da Palavra, mediante a interpretação adequada dos textos, de seu emprego como mediação de diálogo com Jesus Cristo e como alma da própria evangelização e do anúncio de Jesus Cristo a todos.

Uma das formas mais adequadas para nutrir-se com toda a riqueza do pão da Palavra – segundo os Bispos na Conferência de Aparecida, em 2007 – é a Lectio Divina, apresentada como uma das mais importantes tarefas da ABP. Este exercício de leitura orante da Sagrada Escritura suscita o encontro com Jesus-Mestre, o conhecimento do mistério de Jesus-Messias, a comunhão com Jesus Filho de Deus e o testemunho de Jesus-Senhor do universo (DAp 249).

O encontro verdadeiro com Jesus Cristo e com os irmãos é caminho de encontro consigo mesmo, mediante o discernimento que afronta a própria existência (intenções, motivações e ações) com o projeto do Pai de alcançar “a maturidade conforme a plenitude de Jesus de Nazaré, seu Messias e Filho”.

A Palavra de Deus é caminho de reconstrução de personalidades intensamente humanas e intensamente discipulares e missionárias.

Dom Moacir Silva
Arcebispo Metropolitano

Boletim Arquidiocesano Igreja-Hoje
Setembro/2022

Veja também:

O Vídeo do Papa sobre o Sínodo: caminhar juntos, ouvir juntos

Novo mês, nova intenção de oração do Papa Francisco: O Vídeo do Papa de outubro acaba de ser divulgado com a intenção de oração que o pontífice confia a toda Igreja Católica através da Rede Mundial de Oração do Papa. A intenção chega em um ponto de virada no percurso sinodal que começou em 2021 e terminará em 2023.

Arquidiocese celebra o Dia do Nascituro

A Arquidiocese de Ribeirão Preto celebrará no dia 8 de outubro, sábado, o Dia Nacional do Nascituro. O tema para a edição deste ano de 2022 é: “Toda violação da dignidade humana ofende a Deus”. A Pastoral Familiar e a Pastoral da Saúde da Arquidiocese unidas em defesa da vida promovem o Encontro e a Celebração do Dia do Nascituro

Novena de Natal da Arquidiocese de Ribeirão Preto 2022

A Novena de Natal 2022 da Arquidiocese de Ribeirão Preto já está à disposição das paróquias e dos grupos de novena. Mais uma vez temos a alegria de apresentar nossa novena para ajudar as nossas comunidades a saborearem a espiritualidade do Advento.