Assembleia Regional do Cursilhos aborda o tema da sinodalidade

O Grupo Executivo Regional (GER) Sul 1 Ribeirão Preto do Movimento de Cursilhos de Cristandade (MCC), que desde o mês de janeiro de 2019 tem sua sede em Ribeirão Preto em função da eleição (triênio 2019/2021), e permanecendo após reeleição para o (triênio 2022/2024) dos cursilhistas: Sebastião Luiz da Silva Júnior (Juninho), Antônio Carlos Calegari Gardilari, e padre Wagner Luis Gomes, para as funções de Coordenador Regional, Vice-coordenador Regional e Assessor Eclesiástico Regional, respectivamente, promoveu na Casa Dom Luís, em Brodowski, nos dias 13 a 15 de maio, a 42º Assembleia Regional (AR).

A 42º Assembleia Regional contou com a presença de 49 participantes, compostas por Coordenadores, Vice-coordenadores, Assessores Eclesiásticos, Conselheiros, Representantes Jovens e cursilhistas dos sete Grupo Executivos Diocesanos (GED) que integram o GER Sul 1 Ribeirão Preto, são eles: Catanduva, Franca, Jaboticabal, Jales, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista e São José do Rio Preto. Na abertura da assembleia, padre Wagner cumprimentou os presentes, destacou a importância de mantermos a unidade no MCC, pois o movimento precisa estar unido pelo carisma em seus três níveis de coordenação (GEN-GER-GED), através do acolhimento, inclusão e comunhão, para alcançarmos a santidade, em seguida, o coordenador regional do GER Sul1, Juninho, cumprimentou e agradeceu os presentes, e realizou uma breve explanação a partir da AR de Jales 2019, antes da pandemia, e como foi a caminhada diante dos percalços impostos pela pandemia e como superamos esse desafio até o presente momento para um novo recomeço.

Tema: O Conselheiro Nacional do MCC, João Gimenez Barciela Marques, apresentou a reflexão central do movimento para este ano de 2022: Tema: “Sinodalidade na Missão do MCC” e o lema: “Preservar a unidade do Espírito (Ef 4,3) e Praticar a verdade em amor (Ef 4,15), e a Dimensão: “Profetas Rumo ao Jubileu onde todos somos irmãos”. Na apresentação o assessor abordou a caminhada da igreja sinodal com base na convocação do Papa Francisco para o Sínodo. O Papa Francisco destaca que “a Sinodalidade é o caminho que Deus espera da Igreja do terceiro Milênio”. “Sínodo” é uma palavra antiga na tradição da Igreja, e indica o caminho feito com o Povo de Deus. A sinodalidade é o envolvimento e participação de todo o Povo de Deus na vida e missão da Igreja. Uma Igreja sinodal é uma Igreja que escuta os seus membros: ordenados, consagrados e leigos, e cada um na escuta dos outros e todos na escuta do Espírito Santo. O MCC como Igreja, é chamado a manifestar que a Sinodalidade é fermento de unidade na diversidade e de comunhão na liberdade, e neste momento único em que estamos vivendo 60 anos de evangelização (Jubileu de Diamante) diante de um cenário único (pandemia) exige: “que não deixemos ninguém para trás”.

Conclusões: A assembleia abriu espaço para a formação de grupos que refletiram segundo o método VER-DISCERNIR-AGIR o tema e o lema propostos pelo MCC aplicados a realidade de cada Grupo Executivo Diocesano, e reunidos em Assembleia, comprometeram-se a viver os seguintes compromissos: Sinodalidade, a cultura da unidade, comunhão, misericórdia, humildade e tornar a vocação pessoal e comunitária o caminho de santificação. Ser Movimento Sinodal, incluir, formar e reciclar os cursilhistas, jovens e adultos, para o enfrentamento dos desafios dos tempos atuais, incrementando a formação, potencializando as lideranças, as qualidades, a integração e a troca de experiências entre os GEDs; em conformidade com os ensinamentos da Constituição Dogmática Lumen Gentium, onde todos os membros da Igreja são sujeitos ativos da evangelização, e dessa maneira somos chamados a AGIR, diante do desejo de Deus e da Igreja para viver o caminho Sinodal, para construir uma Igreja que escuta, que dialoga e vive o discernimento em comum, e contribui relevantemente para a vida e a conversão sinodal do Povo de Deus, e colabora para a promoção de uma Cultura do encontro e da solidariedade, da inclusão, da gratidão e da gratuidade. Então queremos seguir rumo ao jubileu como profetas da unidade, no Espírito Santo. Profetas que não se conformam com este mundo, mas transformai-vos, renovando a vossa mente, a fim de poderdes discernir qual a vontade de Deus.

Ao término da Assembleia Regional os participantes retornaram aos seus lares comprometidos com a missão evangelizadora e com o espírito renovado, e a certeza de que o Movimento de Cursilhos de Cristandade, não é apenas um movimento de transformação de ambientes, mas faz da transformação dos ambientes um caminho que os leva à santidade.

Contato: [email protected]

Colaboração: Grupo Executivo Regional (GER) Sul 1 Ribeirão Preto do MCC

Veja também:

Comunicado Oficial dos Atos do Governo Arquidiocesano – 03.12.2022

A Chancelaria da Arquidiocese de Ribeirão Preto, de acordo com as determinações do Arcebispo Metropolitano de Ribeirão Preto, Dom Moacir Silva, para atender às necessidades da Igreja particular de Ribeirão Preto e bem espiritual de seu povo, torna pública a nomeação comunicada neste sábado, 3 de dezembro de 2022

“Ser artesãos da misericórdia”: o Papa Francisco pede mais organizações de voluntariado atuantes

A 12ª edição de O Vídeo do Papa de 2022 acaba de ser publicada com a intenção de oração que o Santo Padre confia à Igreja Católica através da Rede Mundial de Oração do Papa. Para encerrar o ano, Francisco destaca as organizações de voluntariado (e todas as pessoas nelas envolvidas), atores-chave na sociedade devido ao seu empenho na promoção humana e no bem comum.