Bispo africano fala do contexto terrorista e agradece a colaboração missionária

Os participantes da 83ª edição da Assembleia dos Bispos conheceram a realidade social de ameaças na Diocese de Pemba, que recebe auxílio humanitário e pastoral do Regional Sul 1. “Que a presença da Igreja seja um testemunho do diálogo e bom entendimento entre os povos” em meio aos conflitos, disse o cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, que destacou a unidade solidária por parte das dioceses paulistas.

O último período da 83ª Assembleia dos Bispos do Estado de São Paulo, no dia 10 de junho, contou com a participação de Dom Antonio Juliasse Ferreira Sandramo, administrador apostólico da Diocese de Pemba, que recebe a ajuda pastoral e humanitária do Regional Sul 1 por meio de projeto missionário.

O bispo africano ainda destacou a importância do auxílio das arquidioceses e dioceses paulistas e apresentou a realidade social e eclesial da Diocese, marcada por conflitos e ameaças terroristas. “Estamos numa situação muito delicada porque a violência se agrava cada vez mais”, disse.

“Quero agradecer a colaboração do Regional brasileiro, de seus bispos, clero e povo de Deus, que se identificou com a realidade de Pemba por meio da Cáritas”, completou Dom Antonio ao explicar que ele, o clero, os missionários e os habitantes locais vivem uma insegurança contínua pelas ameaças de terrorismo.

Após expor o cotidiano incerto de milhares de pessoas, o bispo enfatizou que “os missionários encaram, diariamente, a cruz de Jesus, e vivenciam à fé por meio da dimensão do martírio”.

Atualmente o projeto conta com oito missionários, que não obstante os perigos oferecido às suas vidas, desejam permanecer na missão. A cooperação missionária entre a Diocese de Pemba e o Regional Sul 1 pode ser ampliada, pois alguns bispos também se dispuseram a acolher seminaristas de Pemba. Dom António agradeceu a oferta e ficou de discernir a questão com o seu clero.

O cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, que em 2019 esteve em visita missionária à Pemba, ressaltou que o Regional Sul 1 está unido “pela oração e pela solidariedade ao povo sofrido pela violência no território africano” e concluiu motivando “que a presença da Igreja seja um testemunho do diálogo e bom entendimento entre os povos” que vivem em meio aos conflitos.

A 83ª edição da Assembleia dos Bispos segue até o meio, do dia 10, com a reflexões de algumas pastorais, comissões e organismos de trabalho do Regional.

MISSIONÁRIOS BRASILEIROS

Em entrevista à equipe de Comunicação do Regional Sul 1, Dom Dom Antonio Juliasse disse que a aproximação entre a Diocese de Pemba e o Regional Sul 1 “torna visível e concreta a vivência da sinodalidade: fazemos uma caminhada conjunta de apresentação do rosto de Deus para todos”, explicou.

“Quem olha para a Diocese de Pemba vê a dimensão universal e missionária da Igreja na presença tanto dos missionários brasileiros, como dos missionários de diferentes partes do mundo presentes aqui”, disse o administrador apostólico ao explicar o contexto social de mais de 700 mil pessoas deslocadas, sem as mínimas condições de sobrevivência, numa realidade em que os acessos são precários e os desafios pastorais são diversos.

Fonte: CNBB Regional Sul 1

Veja também:

Pastoral da Sobriedade realiza a Semana Nacional de Políticas Sobre Drogas

Começa no sábado, 19 de junho, e vai até a terça-feira, 29 de junho, a Semana Nacional de Políticas Sobre Drogas, com o tema “Para que todos tenham vida”. Organizada pela Pastoral da Sobriedade da Arquidiocese de Ribeirão Preto a semana contará com atividades celebrativas, palestras, roda de conversa, e por motivo da pandemia, toda programação será transmitida na página do Facebook da Arquidiocese de Ribeirão Preto

Reze o Rosário com os membros do Apostolado da Oração

Neste mês de junho, dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, os membros do Apostolado da Oração da Arquidiocese de Ribeirão Preto (Rede Mundial de Oração do Papa), com a impossibilidade de se reunirem presencialmente devido a pandemia, buscaram se reinventar e gravaram a recitação do Rosário.