Clero realiza primeira reunião geral do ano de 2023

Nos dias 14 e 15 de março, na Casa Dom Luís, em Brodowski, aconteceu a primeira reunião geral do Clero de 2023 da Arquidiocese de Ribeirão Preto. Padres Diocesanos, Religiosos e Diáconos Permanentes se encontraram no auditório sob a presidência do arcebispo metropolitano, dom Moacir Silva, às 8h30. A oração inicial foi conduzida pela Pastoral Presbiteral, e na sequência dom Moacir fez a saudação e acolhida: “Sejam todos bem-vindos para a nossa primeira reunião ordinária do clero deste ano. Estamos aqui reunidos como servidores do santo povo de Deus, razão do nosso ministério é justamente como nos comprometemos desde a nossa ordenação de consagrar nossa vida ao Pai, por isto, é sempre necessário nos encontrarmos para juntos vermos nossa caminhada evangelizadora e assim poder atender de modo melhor o bem espiritual do nosso povo”. Em seguida o padre Luís Gustavo Benzi, coordenador arquidiocesano de pastoral, apresentou a pauta de trabalho dos dois dias de reunião: Leitura da Ata, Palavra do Arcebispo, Sínodo dos Bispos (2021-2024), Pastoral Familiar, Setor Juventude e Pastoral Presbiteral e Prestação de Contas.

Sínodo dos Bispos (2021-2024)

O padre Luís Gustavo fez a apresentação e reflexão da trajetória do Sínodo dos Bispos (2021-2024) na Arquidiocese de Ribeirão Preto, e destacou a participação das paróquias na fase de escuta realizada de outubro de 2021 até agosto de 2022. Da primeira fase de escuta surgiu o “Relatório da Síntese Arquidiocesana” encaminhado para a Secretaria Nacional do Sínodo que produziu uma síntese nacional. Após a leitura das sínteses entregues pelas diversas Conferências Episcopais, Igrejas Orientais, organismos e dicastérios, a Secretaria Geral do Sínodo, em Roma, houve a produção do Documento para a Etapa Continental (DEC), segunda fase do Sínodo. A Comissão Arquidiocesana para o Sínodo (Secretariado Arquidiocesano de Pastoral), recebeu e refletiu o DEC nos meses de novembro e dezembro de 2022, e respondeu as três interrogações alinhadas em três eixos: intuições (experiências novas ou iluminadoras), tensões ou divergências, e prioridades.

Padre Gustavo fez uma breve apresentação da síntese arquidiocesana da Etapa Continental, e reforçou que a caminhada sinodal está sendo feita na arquidiocese como um grande aprendizado: “é um processo importante de escuta que está sendo feito nas bases para que possamos nos sentir incluídos neste processo, e ao mesmo tempo irmos aprendendo esta metodologia que o Sínodo revigora e traz para nós e faz reflorescer o jardim da Igreja. É importante termos esta ideia da participação e motivação que os trabalhos do Sínodo têm feito para aprendermos a viver a caminhada sinodal”, frisou o coordenador de pastoral.

O arcebispo dom Moacir complementou a exposição feita pelo padre Gustavo, e relatou um pouco da experiência como participante da Assembleia Regional do Cone Sul e da Etapa Continental do Sínodo dos Bispos 2021-2024, realizada nos dias 6 a 10 de março, em Brasília, promovido pelo Conselho Episcopal Latino Americano e Caribenho (Celam), para aprofundar o Documento para a Etapa Continental do Sínodo (2021-2024). Dom Moacir destacou que o trabalho da assembleia seguiu a metodologia da conversação espiritual, na linha dos retiros inacianos, e num clima profundamente oracional inspirado na espiritualidade sinodal.

Palavra do Arcebispo

Com o tema: “Conversão Pastoral: a conversão prevê mudanças em quatro âmbitos”, a reflexão do arcebispo dom Moacir acentuou a importância da conversão pastoral como caminho para viver a evangelização e o testemunho cristão em quatro âmbitos: da consciência da comunidade eclesial, das ações pessoais e comunitárias, das relações de igualdade e autoridade entre todos os fiéis cristãos e das estruturas.

Grupos e Plenário: Após as exposições do período da manhã, os padres e diáconos se reuniram em grupos por foranias, para refletir e apontar caminhos para a acolhida e continuidade da sinodalidade, e também como aprofundar e inserir a conversão pastoral na ação evangelizadora arquidiocesana. No retorno dos grupos houve o plenário e o término dos trabalhos da parte da manhã.

Setor Juventude

No período da tarde, após a oração e reza da dezena do terço em sintonia com o Ano Vocacional da Igreja no Brasil, o padre Vinícius Martins Cestari, assessor eclesiástico do Setor Arquidiocesano Juventude, apresentou os avanços e os desafios da reestruturação do Setor, e os projetos a serem implementados no trabalho com os jovens neste ano de 2023. O principal objetivo é fortalecer o trabalho de articulação, formação e renovação do Setor Juventude. Uma das iniciativas trazidas por padre Vinícius para a articulação juvenil de juventudes e carismas está centrada no campo da formação, e para isso o trabalho contará com dois núcleos: o Núcleo de Assessoria Juvenil e a Formação de Lideranças Juvenis. Os Núcleos de Assessoria Juvenil terão como objetivo dar suporte na formação com os próprios jovens do Setor e apoio de cursos já oferecidos pela Comissão Episcopal para Juventude da CNBB. A Formação de Lideranças Juvenis consistirá em oferecer a formação para os jovens da arquidiocese.

Padre Vinícius ainda explicou como será a participação dos jovens da Arquidiocese na Jornada Mundial da Juventude – Lisboa 2023, e a mobilização para que cada forania envie um jovem para a formação da delegação arquidiocesana. E, para dar início aos novos rumos do Setor, está agendado o evento “Blast”, no dia 15 de abril, no Santuário Nossa Senhora Aparecida. O termo “Blast”, no inglês, refere-se à uma explosão, semelhante a decolagem no lançamento de um foguete, e por isso, a iniciativa de reunir os jovens para apresentar os novos rumos do setor. O evento é aberto a toda a juventude e cada paróquia poderá enviar até 4 jovens.

Catequese Matrimonial e Pastoral Familiar

O assessor eclesiástico da Pastoral Familiar, padre Luís Felipe Rodrigues da Silva, fez ampla exposição a partir da temática: “Papa Francisco e o catecumenato para noivos: uma novidade na Igreja?” O assessor percorreu alguns documentos do magistério da Igreja que demonstram que a Catequese Matrimonial é uma preocupação antiga na Igreja, e exige um tempo razoável de acompanhamento na preparação dos noivos, portanto, justifica a implantação de um trabalho unificado na Arquidiocese. Padre Luís Felipe anunciou que o material adotado na Catequese Matrimonial da Arquidiocese, de autoria do casal André e Karina Parreira, ganhou uma nova edição, revisada e ampliada: “Matrimônio: Encontros de preparação – Nova edição revisada e ampliada”.

A acolhida da nova edição do subsídio ocorrerá no “Simpósio da Pastoral Familiar: Catequese Matrimonial: caminhos e urgências”, nos dias 6 e 7 de maio, na paróquia Santa Luzia, em Ribeirão Preto, com a assessoria do autor André Parreira. As informações e orientações para inscrição estão disponíveis no site da arquidiocese.

Pastoral Presbiteral

O primeiro dia da reunião do clero terminou com os informes e a partilha da Pastoral Presbiteral conduzido pelo padre Ivonei Adriani Burtia, representante dos Presbíteros. Padre Ivonei informou que juntamente com o padre Edgard, participaram nos dias 28 de fevereiro e 01 de março, da reunião do Conselho Regional Presbiteral do Sul 1, no Seminário Santo Antônio, em São Pedro, momento de articulação dos trabalhos da Pastoral Presbiteral no Estado de São Paulo. Outro ponto trazido pela Pastoral Presbiteral foi a realização nos dias 14 e 15 de fevereiro, da “Formação Permanente Presbiteral” que abordou o tema: “O fenômeno do Suicídio e o impacto no clero” e a assessoria do padre Lício de Araújo Vale.

Comunicados Pastorais e Economato

O segundo e último dia da reunião geral do Clero (15) começou com a oração inicial. Em seguida o padre Luís Gustavo moderou a apresentação dos diversos comunicados pastorais. Após os comunicados, o padre Pedro Luís Schiavinato, Ecônomo do Arcebispado, assessorado por Pedro Faleiros de Paiva Júnior, responsável pelo Departamento Administrativo da Cúria Metropolitana, fez como sempre, uma pormenorizada prestação de contas referente ao que envolve o Economato da Arquidiocese de Ribeirão Preto.

Encerramento

Ao encerrar a reunião, dom Moacir Silva agradeceu a participação dos padres e diáconos, e motivou-os a seguirem perseverantes na caminhada sinodal, e com a oração e a bênção a reunião foi encerrada.

Veja também:

Comissão do Ano Vocacional promove a Palestra sobre Vocação e Sentido da Vida

A Comissão para o 3º Ano Vocacional da Igreja no Brasil da Arquidiocese de Ribeirão Preto promove a “Palestra sobre Vocação e Sentido da Vida”. A palestra será realizada em duas datas, no Salão Dom Alberto, em Ribeirão Preto, uma para as paróquias da cidade de Ribeirão Preto, e outra para as foranias das cidades do interior da Arquidiocese.

Escala Diaconado Permanente – Exéquias – Mês de JUNHO 2023

A Associação dos Diáconos da Arquidiocese de Ribeirão Preto (ADPARP) divulga a Escala de Exéquias (Celebração Exequial nos Velórios) para o mês de JUNHO de 2023 (final de semana e segunda-feira) para atendimento nos velórios de Ribeirão Preto. Este serviço faz parte do Ministério da Caridade aos que os diáconos são chamados a realizar.