Comunidade de Santa Teresinha se despede do padre Chico Vannerom

A paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, comunicou com pesar o falecimento do Padre Francisco Vannerom, 75 anos, na tarde do domingo, 05 de novembro de 2023, em Ribeirão Preto. Foram 45 anos de dedicação a paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus e amplo trabalho junto as Pastorais Sociais, e toda uma vida de doação por um mundo mais justo. O velório e a missa de corpo presente ocorreram na paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus e o sepultamento no Cemitério Bom Pastor, em Ribeirão Preto.

Um padre comprometido com as causas sociais

Padre Francisco Chico Vannerom (Padre Chico) nasceu em Bruxelas, em 16 de agosto de 1948, filho do belga Josephus e da holandesa Elisabeth Maria. Quando jovem pensou na possibilidade de ser jornalista, embora seu pai quisesse vê-lo formado engenheiro. Predominou, entretanto, a vontade de sua mãe, a de oferecer o filho à Igreja como consagrado.

Foi na cidade universitária de Louvain que estudou por oito anos filosofia, teologia e história.

Recebeu a ordem do Presbiterato no dia 5 de maio de1973, em uma cidade próxima a Bruxelas. Em 1975 tomou a decisão de ser missionário na América Latina e escolheu Ribeirão Preto, porque três belgas, padres: Carlos, Paulo e Estevão, já estavam em nossa arquidiocese, acolhidos pelo saudoso Dom Miele.

No dia 04 de abril de 1977, padre Chico chegou a Ribeirão Preto e foi trabalhar na Paróquia Santa Teresinha. Atuou na capela Nossa Senhora do Rosário, no Morro do Cipó, na capela de Santa Rita das Palmeiras, então zona rural, e na igreja de Santa Rita de Cássia.

Na época, com recursos vindos da Europa, ele conseguiu acabar com uma favela, onde construiu, em três anos, mais de 50 casas em regime de mutirão. Em parceria com um padre recém-ordenado, ajudou ainda a organizar várias Comunidades Eclesiais de Base, formando mais tarde o território da paróquia Jesus de Belém.

Em 1988 assumiu como pároco e coordenou todas as pastorais sociais. Atuou no Centro de Direitos Humanos e Educação Popular e também nas Campanhas da Fraternidade. Inclusive na campanha de 1999, contra o desemprego, nasceu a ONG «Crescer Crédito Solidário». No Jubileu do ano 2000, reuniu mais de 5 mil jovens na cidade de Batatais. Foi ainda assessor da Comissão Pastoral da Terra, atuando nos assentamentos Sepé-Tiaraju, em Serrana, e Mário Lago – Fazenda da Barra, em Ribeirão Preto. Foi também diretor da ONG «Sonho Real», um núcleo assistencial e promocional localizado no bairro do Tanquinho.

Padre Chico sempre recordava com carinho da missão no Brasil: “Já tenho mais tempo de Brasil do que de Bélgica. Foram 7 anos na Alemanha, 21 na Bélgica e mais de 40 no Brasil. Encontrei aqui em Ribeirão Preto o espaço para realizar meu objetivo de vida: me colocar a serviço dos irmãos e irmãs socialmente excluídos”.

Em 5 de maio de 2023, celebrou na paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, o jubileu de ouro sacerdotal. Este nosso querido padre missionário terminou sua missão entre nós, aos 75 anos de idade. Nossa gratidão ao belo trabalho deste missionário pela causa dos pobres e marginalizados na cidade de Ribeirão Preto.

(Colaboração padre Marcelo Machado e padre Vinícius Martins Cestari)

Veja também:

Nota da CNBB sobre o PL1904/2024

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) reafirmou, nesta sexta-feira, 14 de junho, seu posicionamento de defesa e proteção da vida em todas as suas etapas, da concepção à morte natural

Comunicado Oficial dos Atos do Governo Arquidiocesano: 11.06.2024

A Chancelaria da Arquidiocese de Ribeirão Preto torna pública as determinações de Dom Moacir Silva, Arcebispo Metropolitano de Ribeirão Preto, em 11 de junho de 2024: Instalação da Paróquia São José, em Serrana, e Posse Canônica do Primeiro Pároco