Concentração forânea na forania Santa Maria Goretti

Nas celebrações dos dez anos de pastoreio de dom Moacir Silva na Arquidiocese e Rumo a Pré-assembleia Arquidiocesana de Pastoral, a segunda concentração forânea aconteceu no Quinto Domingo da Quaresma, 26 de março, na forania Santa Maria Goretti, tendo como anfitriã, a paróquia Sagrada Família, em Ribeirão Preto. Há 10 anos, em 4 de setembro de 2013, dom Moacir visitou a forania, sendo acolhido na paróquia Santa Maria Goretti, na Vila Virgínia, em Ribeirão Preto.

A concentração forânea reuniu os padres, diáconos, seminaristas, e representantes paroquiais das seguintes paróquias da forania: Santa Maria Goretti, Jesus Crucificado, Nossa Senhora de Lourdes, Nossa Senhora da Penha, Sagrada Família, Santa Tereza D’Ávila, Santuário Nossa Senhora do Rosário, Santa Luzia, Nossa Senhora do Jubileu: Mãe da Divina Graça e São Camilo de Léllis.

Nos ritos iniciais da missa, o padre Giorgio Valente, FDCC, pároco da paróquia Sagrada Família, saudou e agradeceu a presença de dom Moacir, e pediu orações pela missão do arcebispo na arquidiocese”.

Na homilia o arcebispo fez referência a realização da peregrinação às foranias e da oportunidade de estar junto aos fiéis presentes nas paróquias da arquidiocese. “Queridos irmãos e irmãs que bom estarmos reunidos tão perto do altar o Senhor realizando o ato mais importante do nosso domingo, a nossa participação consciente, ativa e frutuosa, na celebração da Eucaristia, pela qual Deus nosso Senhor é plenamente glorificado e nós somos santificados. E estamos continuando a nossa peregrinação pelas foranias, dessa vez na forania Santa Maria Goretti, uma oportunidade de nos encontrarmos e passarmos algumas horas juntos na Eucaristia, na convivência, e depois no momento de reflexão na transmissão do programa Estou Convosco”, expressou dom Moacir.

E, continuou dom Moacir, recordando a importância da proximidade ao povo de Deus. “O Papa Francisco sempre gosta de lembrar aos bispos a importância de quatro proximidades na vida do bispo: a primeira é a proximidade com o Senhor, a oração; depois proximidade com os irmãos bispos, a colegialidade; proximidade com os padres e proximidade com o santo povo de Deus. Esta tarde está nesta perspectiva, na proximidade do bispo com os padres, os seminaristas e com o santo povo de Deus desta forania, representados pelo Conselho da Forania, o Conselho Pastoral Paroquial e o Conselho de Assuntos Econômico Paroquial, das paróquias que constituem esta forania”, salientou o arcebispo.

Em nome da forania, o padre Márcio Luiz de Souza, fez os agradecimentos ao arcebispo. “Nossa forania Santa Maria Goretti revive hoje a sua chegada a nossa Arquidiocese e recorda com júbilo a sua visita a nossa forania. No caminho de descobertas e anseios se passaram dez anos. O tempo marca a história e sela o nosso coração. (…) O Evangelho (João 11,1-45) deste final de semana nos ajuda a agradecer a Deus os dez anos de seu pastoreio em nossa Igreja Particular de Ribeirão Preto e nela contemplamos alegremente o solo fértil da nossa forania, as sementes e as flores, saboreamos na diversidade de bons e apetitosos frutos colhidos, na certeza de que se tornarão novas sementes. Na resposta calma de Cristo, a firmeza de seu múnus de nos governar. Tomé é hoje a voz da nossa forania. Vamos também nós, com os padres, diáconos, religiosos, seminaristas, leigos, assumirmos o compromisso enquanto Igreja, pois queremos estar disponíveis para a ação do Espírito que anima e nos impulsiona”, expressou padre Márcio.

A concentração forânea terminou com a transmissão ao vivo do programa «Estou Convosco», momento de reflexão conduzido por dom Moacir e que refletiu os temas formativos para a Pré-assembleia Arquidiocesana de Pastoral.

Veja também: