Dom Moacir comenta a expectativa da visita Ad Limina Apostolorum

Dom Moacir Silva comenta a expectativa da Visita Ad Limina Apostolorum

O arcebispo de Ribeirão Preto, dom Moacir Silva, participará de 26 de setembro a 2 de outubro, junto com o segundo grupo do Regional Sul 1 da CNBB, que inclui os Bispos das Províncias Eclesiásticas de Botucatu, Campinas e Ribeirão Preto, da visita Ad Limina Apostolorum. Do latim, o termo quer dizer “no limiar dos apóstolos”. Isto significa que os bispos, que hoje são os sucessores dos apóstolos, vão estar no limiar, na soleira, às portas da Basílica de São Pedro.

Durante a visita o grupo participará de reuniões e encontros em diversos Dicastérios, Congregações, Conselhos Pontifícios e Comissões. Há a possibilidade de participação da Audiência com o Papa Francisco. Já são dois anos de espera pela visita Ad Limina. A viagem que ocorre neste setembro estava marcada inicialmente para 2020 e foi cancelada em virtude da pandemia do Covid-19 e o início do lockdown no mundo inteiro.

A visita Ad Limina também está relacionada com a apresentação de um relatório sobre a situação da arqui/diocese de cada um. Este material não consiste especificamente em uma prestação de contas, mas muito mais em uma explanação sobre a situação de cada Igreja Local. Este movimento deve ocorrer a cada cinco anos, conforme previsto no Código de Direito Canônico (CDC):

Cân 399 – § 1. O Bispo diocesano está obrigado a apresentar de cinco em cinco anos um relatório ao Sumo Pontífice sobre o estado da diocese que lhe está confiada, segundo a forma e o tempo determinados pela Sé Apostólica.

Em entrevista ao Boletim Informativo da Arquidiocese de Ribeirão Preto dom Moacir comenta as expectativas para a visita Ad Limina Apostolorum.

IGREJA-HOJE: Qual a expectativa para a visita ad limina?

Dom Moacir: A Visita Ad Limina Apostolorum é um momento muito esperado na vida do Bispo. O celebrar junto ao túmulo dos Apóstolos Pedro e Paulo fala forte para minha vida de fé. O Encontro com o Sucessor de Pedro, o Papa Francisco, alimenta nossa comunhão na missão. A visita aos Dicastérios vejo como um momento forte de sinodalidade. Isso tudo constitui minhas expectativas para esta visita.

IGREJA-HOJE: Que importância tem a visita ad limina para os bispos e as arq/dioceses?

Dom Moacir: Acredito que a primeira importância da Visita para os Bispos e suas Igreja particulares é a comunhão na missão. O Papa tem a missão de confirmar os irmãos na fé; a Visita é uma grande oportunidade para isso. A Visita diz para nós Bispos que estamos no caminho na missão que nos foi confiada, somos confirmados nesta missão; alimentamos nossa comunhão com toda a Igreja. A Arquidiocese se beneficia disso também.

IGREJA-HOJE: Qual a razão para a formação de dois grupos dos bispos do Regional Sul 1 para a Visita ad limina?

Dom Moacir: Pela primeira vez, o Regional Sul 1 vai para a Visita Ad Limina em dois Grupos; nas Visitas anteriores era o Regional inteiro. O motivo de irmos em dois grupos é uma questão de logística: alguns Dicastérios não têm espaço suficiente para um grande grupo de Bispos como é o nosso caso; o Sul é o maior Regional da CNBB. Enquanto nosso Regional vai em dois grupos, os regionais menores se juntam em grupos de dois regionais.

IGREJA-HOJE: Os temas tratados nos dicastérios tem como base o relatório quinquenal entregue pelas arq/dioceses?

Dom Moacir: Os temas tratados nos Dicastérios têm como base o Relatório Quinquenal enviado anteriormente; mas também podem aparecer temas novos seja por parte dos Dicastérios ou por parte dos Bispos; é um grande momento de diálogo e de caminho sinodal.

 

Com informações: CNBB Regional Sul 1 / Assessoria de Imprensa da Arquidiocese de Ribeirão Preto

Veja também:

O Vídeo do Papa sobre o Sínodo: caminhar juntos, ouvir juntos

Novo mês, nova intenção de oração do Papa Francisco: O Vídeo do Papa de outubro acaba de ser divulgado com a intenção de oração que o pontífice confia a toda Igreja Católica através da Rede Mundial de Oração do Papa. A intenção chega em um ponto de virada no percurso sinodal que começou em 2021 e terminará em 2023.

Arquidiocese celebra o Dia do Nascituro

A Arquidiocese de Ribeirão Preto celebrará no dia 8 de outubro, sábado, o Dia Nacional do Nascituro. O tema para a edição deste ano de 2022 é: “Toda violação da dignidade humana ofende a Deus”. A Pastoral Familiar e a Pastoral da Saúde da Arquidiocese unidas em defesa da vida promovem o Encontro e a Celebração do Dia do Nascituro

Novena de Natal da Arquidiocese de Ribeirão Preto 2022

A Novena de Natal 2022 da Arquidiocese de Ribeirão Preto já está à disposição das paróquias e dos grupos de novena. Mais uma vez temos a alegria de apresentar nossa novena para ajudar as nossas comunidades a saborearem a espiritualidade do Advento.