Domingo da Palavra de Deus: Santa Sé autorizou que celebração no Brasil ocorra em setembro

A Igreja, em âmbito universal, celebra no próximo domingo, 23 de janeiro, o Domingo da Palavra de Deus, conforme estabelecido pelo Papa Francisco com o Motu Proprio “Aperuit illis”. No documento, o pontífice definiu que o 3º Domingo do Tempo Comum deve ser dedicado à celebração, reflexão e divulgação da Palavra de Deus.

Já aqui no Brasil, há o incentivo que a data seja lembrada, como forma de conservar a unidade com a Igreja que, em todo o mundo, vai se dedicar ao pedido do Papa Francisco. Mas a ênfase nas celebrações deve permanecer em setembro, uma vez que há no país uma tradição cinquentenária de celebrar o Mês da Bíblia, por ocasião do dia de São Jerônimo, em 30/9.

É importante lembrar, inclusive, que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por intermédio da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética, fornece subsídios e indicações para intensificar a celebração do Mês da Bíblia em setembro.

Consulta à Santa Sé

A autorização para tal organização foi concedida pela Santa Sé, mediante um pedido específico. Após consulta do episcopado brasileiro, foi autorizado manter a tradição de celebrar o Dia da Bíblia no último domingo do mês de setembro, que há 50 anos é, no Brasil, dedicado à Palavra de Deus.

Durante a 58ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o episcopado aprovou o envio de um pedido à Santa Sé para que o Domingo da Palavra de Deus fosse celebrado aqui no Brasil no último domingo de setembro, próximo à festa do santo que traduziu os textos sagrados para o latim.

“Fomos autorizados a manter a celebração do Domingo da Bíblia no último domingo de setembro, conforme o nosso costume precedente”, explica a assessora da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB, Mariana Aparecida Venâncio.

“Por esse motivo, ainda que recordemos a Palavra de Deus no 3º Domingo do Tempo Comum, como maneira de reafirmar nossa comunhão com o Papa Francisco e com a Igreja do mundo inteiro, a ênfase nas celebrações e os subsídios oferecidos permanecem em setembro, que já é, tradicionalmente, o Mês da Bíblia, celebrado com grande entusiasmo no Brasil há mais de 50 anos”, salienta Mariana.

A manutenção dessa tradição nacional, sublinha a assessora, deve-se ao fato de que “o empenho das nossas comunidades para com o mês de setembro realiza o desejo expresso pelo Papa Francisco na Aperuit illis, de que o Domingo da Palavra de Deus promova ‘a celebração, reflexão e divulgação da Palavra de Deus’ (AI 3)”.

Fonte: CNBB

Veja também:

Divulgada a Carta Final do 18º Encontro Nacional de Presbíteros

Cerca de 532 presbíteros de todas as dioceses do Brasil estiveram reunidos no Santuário Nacional, em Aparecida (SP), nos dias 9 a 14 de maio, para participar do 18º Encontro Nacional de Presbíteros. Ao final do encontro foi divulgada a Carta do 18º Encontro Nacional de Presbíteros.