Jornada de Oração e Missão será dedicada à Paz em Moçambique

No dia 1º de julho, a quarta edição da Jornada de Oração e Missão será dedicada à Paz em Moçambique – país localizado no sudeste da África que enfrentou aproximadamente 20 anos de guerra civil entre as décadas de 1970 e 1990, responsável pela morte de mais de 1 milhão de habitantes. A Jornada de Oração e Missão é promovida pela Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pela Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que sofre (ACN).

A Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que sofre (ACN), prepararam um vídeo especial para a Jornada de Oração e Missão dedicada à paz em Moçambique, que será realizada na próxima quinta-feira, 1º de julho.

O vídeo destaca a importância de rezar pelo país localizado no sudeste da África e pelo povo moçambicano que tem enfrentado, desde situações de catástrofes naturais, como o triste ciclone que dizimou a cidade de Beira, em 2019, a ameaças violentas do Estado Islâmico contra as pessoas de bem e seus direitos, que ainda acontecem na região de Pemba, mais precisamente na cidade de Cabo Delgado. Além do terrorismo, Moçambique também está sofrendo com a pandemia da Covid-19.

Em Moçambique, a Igreja Católica do Brasil possui três trabalhos missionários Ad gentes. Na arquidiocese de Nampula, norte do país africano, missionários enviados pelo Regional Sul 3 da CNBB, atuam no Projeto Igrejas Solidárias desde 1995. Na diocese de Pemba, a missão é organizada pelo Regional Sul 1 da CNBB desde 2018. Já na região de Dombe, que fica na diocese de Chimoio, está instalada a Fazenda da Esperança, comunidade terapêutica católica que acolhe dependentes químicos e outros vícios desde 2006.

A Jornada de Oração e Missão faz parte de uma série, que coloca o valor da oração como “agir missionário” e propõe que cada cristão católico dedique um tempo do dia para rezar pelo país. Faça parte desta corrente de oração e nas redes sociais utilize a hashtag #rezepormocambique.

 

Fonte: CNBB

Veja também:

As portas abertas ao povo

Pouco faltava para a conclusão do primeiro pavilhão da Casa Dom Luís. A fim de direcionar o término da obra, Dom Bernardo José Bueno Miele passou a presidir, em 1969, um grupo de trabalho composto por ele, Robin Calil e Antônio Del Lama. A responsabilidade que lhes foi atribuída por Dom Frei Felício, combalido por um câncer, era para adiantar a construção para que a Casa pudesse passar a receber o quanto antes retiros e momentos formativos e de espiritualidade.

Programação da Festa de São Sebastião 2022

Neste mês de janeiro celebramos o padroeiro da Arquidiocese de Ribeirão Preto: São Sebastião. Mártir e patrono contra a peste, a fome e a guerra. Neste tempo de pandemia rezemos pedindo ao nosso padroeiro a intercessão para o fim da pandemia. Confira a programação paroquial nas paróquias e comunidades dedicadas a São Sebastião.