Nomeado novo bispo para a vacante Diocese de São João da Boa Vista (SP)

Nomeado novo bispo para a vacante Diocese de São João da Boa Vista (SP)

O Papa Francisco nomeou nesta quinta-feira, 4 de janeiro de 2024, o padre Eugênio Barbosa Martins, superior-geral da Congregação do Santíssimo Sacramento (SSS), para a diocese de São João da Boa Vista (SP).

Dom Moacir Silva: Em 7 de dezembro de 2023, o papa Francisco aceitou o pedido de renúncia ao governo pastoral da Diocese de São João da Boa Vista, apresentada por S. Excia. D. José Carlos Cabral, e nomeou conforme Decreto da Congregação dos Bispos, ao mesmo tempo, como Administrador Apostólico, o Exmo. Sr. D. Moacir Silva, arcebispo de Ribeirão Preto.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou saudação ao monsenhor Eugênio pela nomeação e agradecimento a dom José Carlos Cabral.

Saudação ao monsenhor Eugênio Barbosa

Estimado irmão, Monsenhor Eugênio Barbosa Martins,

Saudamo-lhes, com muita alegria, por sua nomeação ao governo pastoral da diocese de São João da Boa Vista (SP). Exortamos a que o senhor, em sua mais nova missão, deixe-se guiar pelo Espírito Santo, invocando-o todos os dias de seu novo ministério a serviço da Igreja.

Ao felicitá-lo, recordamos as palavras do Papa Francisco sobre o Espírito Santo proferidas na Audiência Geral, do dia 6 de dezembro de 2023:

“Com Ele não devemos ter medo, porque Ele, que é harmonia, mantém sempre unidas a criatividade e a simplicidade, suscita a comunhão e envia em missão, abre à diversidade e reconduz à unidade. Ele é a nossa força, o sopro do nosso anúncio, a nascente do zelo apostólico”.

Desejamos que, guiado pela ação do Espírito de Deus em sua vida, possa empenhar-se com criatividade e simplicidade na missão confiada, anunciando com alegria o Evangelho.

Em Cristo,

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Presidente da CNBB

Dom João Justino de Medeiros da Silva
Arcebispo de Goiânia (GO)
1º Vice- Presidente da CNBB

Dom Paulo Jackson Nóbrega de Sousa
Arcebispo de Olinda e Recife (PE)
2º Vice-Presidente da CNBB

Dom Ricardo Hoepers
Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Brasília (DF)
Secretário-Geral da CNBB

Trajetória eclesial do monsenhor Eugênio Barbosa

Monsenhor Eugênio Barbosa nasceu em 5 de setembro de 1960, na cidade de Araguari (MG). Fez sua profissão religiosa na Congregação do Santíssimo Sacramento (SSS) em 25 de janeiro de 1984. Sua ordenação sacerdotal se deu em 9 de dezembro de 1989.

Estudou filosofia no Instituto de Filosofia de São Bento em São Paulo e teologia no Instituto de Teologia de São Paulo. Na Pontifícia Universidade Gregoriana obteve a licenciatura em Teologia Patrística (2005-2008) e obteve o diploma em psicopedagogia no Instituto de Formação Humana de Quebec, no Canadá (1996).

Após a ordenação, desempenhou os seguintes serviços e ministérios: Responsável pela Pastoral Vocacional (1988-1994); Formador de noviciados (1988-1996); Mestre de noviços (1998-2001); pároco da paróquia Ressurreição de Uberaba (1996-2000); Conselheiro provincial (1993-2002); Superior profissional (2002-2010); Membro da Conferência dos Religiosos da regional de Belo Horizonte (1994-2000); Pároco de Nossa Senhora da Boa Viagem em Belo Horizonte (1997-2011); Membro da Comissão Internacional para a formação dos Sacramentinos (2000-2002); Presidente da Conferência Sacramentina Latino-Americana (2003-2010); e Superior Geral (2011-2023).

Agradecimento a dom José Carlos Brandão Cabral

Estimado irmão no episcopado, dom José Carlos Brandão Cabral

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta gratidão pelo seus 10 anos de ministério episcopal e, sobretudo, por sua dedicação ao longo desse tempo às Igrejas de Minas Gerais e São Paulo.

Recordamos que a Exortação Apostólica Pastores Gregis afirma que “antes de ser transmissor da Palavra, o bispo, juntamente com os seus sacerdotes e com todos os fiéis deve pôr-se à escuta da Palavra”, e acrescenta que “não há primado da santidade, sem escuta da Palavra de Deus, que da santidade é guia e alimento” (n. 15).

Agradecemos especialmente sua contribuição, como Conselheiro Fiscal no regional Leste 2 CNBB e por tanta entrega em favor do serviço evangelizador junto ao povo de Deus.

Em Cristo,

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Presidente da CNBB

Dom João Justino de Medeiros da Silva
Arcebispo de Goiânia (GO)
1º Vice- Presidente da CNBB

Dom Paulo Jackson Nóbrega de Sousa
Arcebispo de Olinda e Recife (PE)
2º Vice-Presidente da CNBB

Dom Ricardo Hoepers
Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Brasília (DF)
Secretário-Geral da CNBB

 

Trajetória do bispo emérito

Dom José Carlos Brandão Cabral nasceu em 30 de maio de 1963 em Tupã, na diocese de Marília (SP). Frequentou o Seminário Seráfico São Fidélis da Ordem Franciscana dos Capuchinhos em Piracicaba e a Pontifícia Universidade Católica de Campinas, estudando Filosofia e Teologia. Posteriormente, seguiu um curso no Instituto Superior de Direito Canônico da Arquidiocese do Rio de Janeiro.

Em 12 de março de 1993, recebeu a ordenação sacerdotal e foi incardinado na diocese de Limeira (SP). Após sua ordenação sacerdotal, ocupou os seguintes cargos: Pároco de Menino Jesus em Limeira; Capelão da Casa de Misericórdia; Diretor Espiritual do Seminário Maior de São João Maria Vianney; de 2003 a 2005 foi vigário episcopal; de 2005 a 2013, juiz auditor do Tribunal Eclesiástico Inter-Diocesano de Campinas (SP) e chanceler diocesano de 2008 a 2013.

Foi nomeado bispo de Almenara (MG) em 19 de junho de 2013 e recebeu a ordenação episcopal em 15 de setembro do mesmo ano, no santuário Santo Antônio de Pádua, na cidade de Americana. Escolheu como lema “Ecce fillius tuus” (Jo 19,26). A posse como o quarto bispo da diocese mineira foi em 20 de outubro daquele ano.

Em 25 de março de 2020, após a renuncia de dom Marcello Romano, foi nomeado administrador apostólico da diocese de Araçuaí (MG). Até a nomeação de dom Esmeraldo Barreto, para o governo daquela Igreja particular em 18 de novembro do mesmo ano. O Papa Francisco o nomeou como bispo de São João da Boa Vista em 3 de agosto de 2022, sendo sua posse no dia 6 de novembro de 2022.

No Regional Leste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) fez parte do Conselho Fiscal.

Fonte: CNBB

Veja também: