Os catequistas retomam a formação na arquidiocese

Nos dias 12 e 13 de março, na Casa Dom Luís, em Brodowski-SP, aconteceu mais uma Capacitação Arquidiocesana de Catequistas. Este espaço de formação foi idealizado no tempo em que dom Joviano de Lima Júnior, SSS, era o arcebispo, com o objetivo de acolher, no “Seminário dos Leigos”, as lideranças pastorais para o aprofundamento de uma catequese com inspiração catecumenal, à serviço da iniciação à vida cristã.

Depois de dois anos afastados da prática pastoral presencial, este encontro contou com grande adesão e participação, com mais de 100 participantes nos dois dias. O tema escolhido foi o “Ministério do Catequista”, com o estudo do documento Ministério do Catequista, publicado pela CNBB no ano de 2007, e reeditado este ano pelas Edições CNBB, em Brasília (DF).

A assessoria do tema contou com a presença dos padres Marcelo Luiz Machado e Severino Germano da Silva, atualmente assessores eclesiásticos da Animação Bíblico-Catequética na Arquidiocese de Ribeirão Preto.
Preparado especialmente para as coordenações paroquiais, esta retomada pastoral da iniciação à vida cristã, impulsionados pelo apelo do papa Francisco quanto à instituição oficial dos catequistas leigos, motivou a todos a lançarmos um «Projeto Pastoral Arquidiocesano para a Iniciação à Vida Cristã», que contará com três propostas de ação para os próximos anos:

1. Censo Catequético Paroquial: que se realiza neste primeiro semestre de 2022, buscando encontrar os catequistas espalhados nas diversas etapas do processo iniciático da fé (matrimônio, na família, na infância e na juventude);

2. Diretório da Iniciação à Vida Cristã: já se passou uma década de reflexões e práticas sobre a iniciação à vida cristã de inspiração catecumenal em Ribeirão Preto. Agora, devido a pedidos de presbíteros e leigos, chegou a hora de propor itinerários catequéticos que busquem a comunhão e participação na catequese arquidiocesana, com orientações pastorais e teológicas para os diocesanos.

3. Escola Catequética Arquidiocesana: com a instituição oficial do ministério do catequista e as devidas orientações pastorais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, é necessário urgentemente a retomada da Escola Catequética em nível diocesano, sem deixar de contemplar os esforços de muitos padres e leigos que, desde as comunidades paroquiais, continuam a formação permanente nos pequenos grupos. A ideia é criar alguns polos da escola, tanto na sede arquidiocesana, como nas foranias do interior, que facilitará muito a participação das cidades mais afastadas de Ribeirão Preto.

Não temos dúvidas que o trabalho é árduo e contaremos com o apoio e participação dos catequistas, religiosos e presbíteros de nossa arquidiocese. Como nos lembrava São João Paulo II: a catequese, tarefa essencial no processo evangelizador, continue sendo nutrida e acompanhada com carinho pela nossa Igreja, especialmente no cuidado com a formação dos catequistas.

Padre Marcelo Luiz Machado
Padre Severino Germano da Silva
e Equipe de Coordenação Arquidiocesana

Veja também:

Episcopado paulista participa de últimos compromissos da Visita Ad Limina

Com encontros no Dicástério para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos, e na Secretaria de Estado da Santa Sé, bispos das regiões de Botucatu, Campinas e Ribeirão Preto se preparam para concluir agenda em Roma que teve início na última segunda-feira, dia 26. Ainda hoje, eles celebram Missa e têm reunião com a diretoria do Colégio Pio Brasileiro.

Arquidiocese celebra o Dia do Nascituro

A Arquidiocese de Ribeirão Preto celebrará no dia 8 de outubro, sábado, o Dia Nacional do Nascituro. O tema para a edição deste ano de 2022 é: “Toda violação da dignidade humana ofende a Deus”. A Pastoral Familiar e a Pastoral da Saúde da Arquidiocese unidas em defesa da vida promovem o Encontro e a Celebração do Dia do Nascituro

Novena de Natal da Arquidiocese de Ribeirão Preto 2022

A Novena de Natal 2022 da Arquidiocese de Ribeirão Preto já está à disposição das paróquias e dos grupos de novena. Mais uma vez temos a alegria de apresentar nossa novena para ajudar as nossas comunidades a saborearem a espiritualidade do Advento.