Padres e diáconos participam da primeira reunião do clero de 2022

A primeira reunião geral do Clero de 2022 da Arquidiocese de Ribeirão Preto ocorreu na Casa Dom Luís, em Brodowski, no dia 17 de novembro. Padres Diocesanos, Religiosos e Diáconos Permanentes se encontraram no auditório sob a presidência do arcebispo metropolitano, dom Moacir Silva, às 9 horas. A oração inicial preparada pela Comissão Especial para o Sínodo 2021-2023: Sinodalidade em pauta: o exercício da escuta teve lugar já no próprio plenário da reunião.

O coordenador arquidiocesano de pastoral, padre Luís Gustavo Tenan Benzi apresentou a programação em pauta para a reunião e logo a seguir dom Moacir Silva acolheu a todos, desejando as boas-vindas no espírito rezado na oração inicial.

Palavra do Arcebispo

O Metropolita refletiu os 12 desafios pastorais, frutos da Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe, acontecida em novembro de 2021, para serem trabalhados nos próximos anos. Afirmou serem “frutos de uma experiência sinodal e que os desafios sejam lidos, refletidos e levados às Comunidades, especialmente aos Conselhos Pastorais Paroquiais”. A íntegra da Palavra do Arcebispo pode ser encontrada no site da Arquidiocese de Ribeirão Preto: www.arquidioceserp.org.br, preparada para o Boletim Igreja Hoje de Março de 2022 e demais Redes Socias. O padre Luís Gustavo complementou a Palavra do Arcebispo, afirmando que escutar é diferente de ouvir. Convidou alguns membros da Comissão Especial para o Sínodo a sentarem-se em torno do Arcebispo à mesa do auditório.

Formação sobre o Sínodo “O Exercício da Escuta”

O padre Luís Gustavo lembrou da Live apresentada pela Rede Arquidiocesana de Transmissão (10 de março) e exibiu o vídeo preparado com alguns depoimentos “escutados” diante do Theatro Pedro II, convidando a seguir o padre Marcus Vinícius de Miranda para moderar a apresentação dos «Aspectos Psicológicos e Espirituais». Introduziu a abordagem sobre o Processo, lançando um olhar sobre a Escuta, afirmando que devemos escutar com o coração, permitir que a escuta passe pelos sentidos. Joaquim, Maristela e Marly refletiram sobre os aspectos psicológicos, antropológicos e sociológicos do processo da Escuta. Finalmente a Irmã Tânia Renata Santana, Religiosa Salvista, abordou o aspecto espiritual da Escuta. Em seguida dom Moacir chamou à frente do plenário os Freis Franciscanos: Antônio Carlos Marchioni, novo pároco, e Israel Costa Cardoso, Vigário Paroquial da Paróquia Santo Antônio Maria Claret e Santo Antônio de Sant’Anna Galvão, de Ribeirão Preto, a fim de que se apresentassem. Foram acolhidos pelos presentes com uma forte salva de palmas.

O Ministério do Catequista

Os padres Severino Germano da Silva e Marcelo Luiz Machado falaram sobre a inspiração e fundamentação do ministério do catequista. Contaram os passos dados no IXº Encontro de Formação dos Catequistas realizado na Casa Dom Luís, em Brodowski, nos dias 12 e 13 de março. A proposta visa elaborar um projeto pastoral arquidiocesano para a Iniciação Cristã. Fazer um censo catequético paroquial para que se conheça o número exato de catequistas, por paróquia, na Arquidiocese; criar um diretório da Iniciação Cristã; formar uma Escola Catequética Arquidiocesana com a duração de no mínimo um ano. Dom Moacir diz acreditar que numa das duas próximas assembleias da CNBB serão elaborados os critérios e rito para a instituição dos catequistas.

Casa Presbiteral São Padre Pio

O padre Luís Felipe Rodrigues da Silva apresentou o Pré-Projeto da construção da Casa Presbiteral São Padre Pio e o Recanto Sacerdotal São João Maria Vianney. Apresentou primeiramente a fundamentação canônica para “conscientizar e entusiasmar o presbitério a respeito da Casa Presbiteral”. O local escolhido é o Sítio São José Operário do Pau D’Alho, em Ribeirão Preto. Após pormenorizada explanação do desenvolvimento desse projeto, o padre Luís Felipe sugeriu “de que no Dia do Padre (04 de agosto de 2022) façamos o Momento de Espiritualidade no Sítio Pau D’Alho, seguido da Santa Missa com a bênção da pedra fundamental da Casa Presbiteral e de almoço de confraternização”. Logo em seguida o padre Marcelo Campioni fez a prestação de contas do Fraterno Auxílio Presbiteral (FAP), informando aos presentes, que continua à disposição dos presbíteros.

Comunidades Eclesiais Missionárias

O padre Luís Gustavo retomou as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (2019-2023), que também são as Diretrizes assumidas por nossa Igreja particular, e projetou o Objetivo Geral, que em seu centro contém a expressão: comunidades eclesiais missionárias. Exatamente 21 palavras antes e 21 palavras depois da referida expressão. De acordo com o coordenador de pastoral, trata-se de inspiração divina. Em seguida passou a palavra aos padres Gabriel Balan Leme e Luís Felipe Rodrigues da Silva, que recordaram a criação da Comunidade Missionária Nossa Senhora Desatadora dos Nós, no Jardim Cristo Redentor e Parque das Oliveiras. “No Dia Mundial das Missões, no mês e ano missionários (extraordinário), surge do coração do Arcebispo, o desejo de testemunhar uma Igreja Missionária e em Saída, em comunhão profunda com o Papa Francisco. Para tal a Arquidiocese doou 50 mil e emprestou outros 106 mil para a aquisição de um terreno, a fim da construção do templo físico. Por enquanto as celebrações acontecem sob uma árvore em praça pública, e também aos pés da imagem do Cristo Redentor, e numa casa paroquial que também serve para armazenar móveis e utensílios e guardar com toda veneração a Reserva Eucarística”. Os padres apresentaram slides e percorreram a vida da Comunidade desde seu desafiador início até os dias atuais. Expressaram sua gratidão ao padre Adelson Lopes de Souza que preparou a comunidade para a criação da Comunidade Missionária Eclesial. Também agradeceram aos padres que colaboraram com algum valor para quitar o empréstimo junto à Cúria Metropolitana. Até o momento foi possível quitar 76 mil, mas ainda faltam 30 mil. Enfim agradeceram a todos por tudo e procuraram sensibilizar o Clero para que continue colaborando.

Comunicados Pastorais

O padre Luís Gustavo, assessorado por Gilmar de Moura Gaspar, do Secretariado de Pastoral, moderou os comunicados pastorais. Em nome da Comissão Especial para o Sínodo lembrou as novas datas da Fase Diocesana do Processo de Escuta. Falou da reestruturação da Cáritas Arquidiocesana de Ribeirão Preto e informou que haverá um Encontro para Profissionais Assistentes Sociais (aposentadas/os, ativas/os ou não na profissão), e estudantes de Serviço Social no dia 26 de março, entre 9 e 11 horas, no Salão Dom Alberto em Ribeirão Preto, cujas inscrições deverão ser feitas pelo link no Site da Arquidiocese.

24 Horas para o Senhor 2022: Padre Gustavo informou que neste ano de 2022 o evento ‘24 Horas para o Senhor’ acontecerá por Cidades no interior e por Foranias em Ribeirão Preto, nos dias 25 e 26 de março, com o tema: “Por meio de Cristo temos o perdão” (Col 1,13-14).

VI Romaria Arquidiocesana ao Santuário de Aparecida: Foi lembrado que a Romaria Arquidiocesana será dia 17 de setembro de 2022 sob o tema “Com Maria, a Jesus, nossa gratidão!” A Missa no Santuário Nacional presidida por dom Moacir Silva será às 12 horas, transmitida pela TV Aparecida. O coordenador de pastoral insistiu que esta seja a única romaria naquela época, possibilitando o testemunho de comunhão da Igreja particular de Ribeirão Preto, e que se providenciem o quanto antes os ônibus.

Catequese Batismal: A formação para Catequistas para a Catequese Batismal acontecerá por Foranias: dia 28 de abril na Forania São Bento; dia 18 de maio, nas Foranias Cristo Operário e Santo Antônio; na Forania São José, dia 29 de junho; nas Foranias São Sebastião, Santo Antônio Maria Claret e Santa Maria Goretti, dia 27 de julho; na Forania Bom Jesus da Cana Verde, dia 24 de agosto.

Missa Crismal: A Missa Crismal será dia 14 de abril de 2022, às 9 horas, na Catedral Metropolitana de São Sebastião. Neste ano os vidrinhos dos Santos Óleos deverão ser entregues no Secretariado de Pastoral, que tem um horário de atendimento maior do que a Cúria Metropolitana. O prazo para a entrega dos vidrinhos é dia 8 de abril.

Semana Santa: Padre Luís Gustavo dirimiu algumas dúvidas surgidas por conta da pandemia sobre o que será possível ou não realizar durante a Semana Santa de 2022. Padre Gustavo disse que seria possível realizar Procissões e o Lava-pés, observando orientações de distanciamento. A Comunhão sob duas espécies e o Beijo da Cruz deverão ser evitados. Que todos fiquemos atentos a possíveis orientações advindas da Santa Sé e se adote sempre em tudo o bom senso.

Pastoral Presbiteral: O Padre Ivonei Adriani Burtia, Representante dos Presbíteros comunicou a alteração da data da Atualização Teológico-Pastoral do Clero para os dias 31 de maio e 1º de junho de 2022.

Setor Juventude: O padre Vinícius Martins Cestari comunicou que o Setor Juventude da Arquidiocese de Ribeirão Preto está cadastrando grupos de jovens, movimentos, pastorais e serviços que realizam trabalhos com a juventude. Pediu a colaboração dos padres para que o cadastro seja realizado com êxito.

Serviço de Animação Vocacional: O padre Alcides Pizeta Neto falou do Encontro de Servidores e Servidoras do Altar. Informou que o último encontro agendado precisou ser cancelado por falta de adesão. O próximo será dia 15 de maio, entre 7h30 e 12h, na Paróquia Santo Antônio Maria Claret e Frei Galvão em Ribeirão Preto. Solicitou apoio dos Padres para esse importante encontro, que neste ano acontecem por Foranias agrupadas.

Atualização do Site da Arquidiocese: Padre Gustavo avisou que o Márcio Smiguel Pimenta, Assessor de Imprensa, enviará por e-mail uma ficha a ser respondida para a atualização do Site da Arquidiocese de Ribeirão Preto, contendo horários de Missas, telefones, WhatsApp, horários de atendimentos em Secretarias Paroquiais, fotos dos Padres e fotos das Paróquias.

Coleta Nacional da Solidariedade: Padre Luís Gustavo informou que neste ano não haverá envelopes para a Coleta Nacional da Solidariedade, a ser realizada no Domingo de Ramos, dia 10 de abril de 2022.

Fraterno Auxílio Cristão: O Diácono Pérsio Luiz Dugaich agradeceu a todos que colaboraram com o FAC durante sua gestão como presidente da Organização da Sociedade Civil, especialmente a colaboração dos Diáconos. Justificou que o vice-presidente, Diácono Adélcio Guirão não podendo estar na reunião, também lhe pediu que agradecesse a todos. “Meu mandato termina dia 31 de março e agradeço a confiança e apoio de Dom Moacir neste tempo em que entregamos o FAC bem melhor do que o recebemos. A partir do dia 31 de março já não serei mais o presidente”, concluiu o Diácono Pérsio.

Ação Missionária Ribeirão Preto/Manaus e Itacoatiara: O padre Ivonei descreveu a situação do trabalho missionário em Manaus e Careiro da Várzea, insistindo de que será necessária a presença de mais padres a cada dois meses, especialmente para colaborar nas Comunidades onde o padre Aparecido Donizete Maciel atua, na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. O padre Rodrigo Barcelos, recém ordenado, trabalha em Manaus, na Paróquia Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos.

Oração pelas Vocações: A parte da tarde da reunião iniciou-se com a recitação de uma dezena do Terço pelas Vocações, conduzida pelo Padre Alcides.

Economato

Dom Moacir abriu os trabalhos da tarde do dia da reunião geral do Clero lembrando como o Papa Francisco tem agido e pedido transparência na Santa Sé. O Arcebispo afirmou que do mesmo modo devemos continuar a gestão da Arquidiocese de Ribeirão Preto, com a máxima transparência.

O padre Pedro Luís Schiavinato, Ecônomo do Arcebispado, assessorado por Pedro Faleiros de Paiva Júnior, responsável pelo Departamento Administrativo, fez como sempre, uma pormenorizada prestação de contas referente ao que envolve o Economato da Arquidiocese de Ribeirão Preto. Elencou nove tópicos permitindo, entre a apresentação dos mesmos, a interpelação do plenário: 1) Informe de Rendimentos; 2) Apresentação Financeira 2021; 3) Patrimônio; 4) Gerenciamento de padrões de energia e hidrantes; 5) Gerenciamento de TI; 6) Sistema de Gerenciamento de Processos; 7) GED (Gerenciamento Eletrônico de Dados); 8) Medicina do Trabalho e 9) Convênio Médico, assunto esse a ser rediscutido nas Foranias.
O Padre Pedro Luís ainda informou sobre aquisições e vendas de imóveis; sobre a proposta do Banco Santander para com as paróquias que mantém contas naquele banco; a oferta de vacinas por empresas diversas e as Laudas de Medicina e Segurança no Trabalho, uma obrigação legal a ser cumprida por todos. Finalmente alguns padres ofereceram excelentes sugestões que o Padre Pedro armazenou em seu coração a fim de amá-las no Economato.

Encerramento

Ao encerrar a reunião, Dom Moacir disse que tivemos um dia de intensos trabalhos em prol do Reino de Deus, da missão que nos foi confiada e animou os presentes a “seguirmos firmes no caminho sinodal”. Com a oração da Ave Maria e a Bênção Arquiepiscopal, o Metropolita agradeceu e despediu a todos.

Colaboração: Padre Gilberto Kasper (Pascom Arquidiocesana de Ribeirão Preto)

Veja também:

Arquidiocese celebra o Dia do Nascituro

A Arquidiocese de Ribeirão Preto celebrará no dia 8 de outubro, sábado, o Dia Nacional do Nascituro. O tema para a edição deste ano de 2022 é: “Toda violação da dignidade humana ofende a Deus”. A Pastoral Familiar e a Pastoral da Saúde da Arquidiocese unidas em defesa da vida promovem o Encontro e a Celebração do Dia do Nascituro

Novena de Natal da Arquidiocese de Ribeirão Preto 2022

A Novena de Natal 2022 da Arquidiocese de Ribeirão Preto já está à disposição das paróquias e dos grupos de novena. Mais uma vez temos a alegria de apresentar nossa novena para ajudar as nossas comunidades a saborearem a espiritualidade do Advento.