Papa Francisco nomeia Dom Luiz Carlos Dias como bispo da Diocese de São Carlos (SP)

O Papa Francisco nomeou, na manhã desta quarta-feira, 20 de outubro, o bispo-auxiliar de São Paulo (SP), dom Luiz Carlos Dias, como bispo da diocese de São Carlos (SP). A diocese encontrava-se vacante desde 21 de outubro de 2020 quando dom Paulo Cezar Costa foi anunciado como arcebispo de Brasília (DF). Desde então, a diocese de São Carlos estava sob os cuidados pastorais de dom Eduardo Malaspina, seu bispo auxiliar.

Trajetória eclesial

Dom Luiz Carlos Dias tem 52 anos e é natural de Caconde (SP). Foi ordenado diácono em 1989 e sacerdote, em 5 de abril de 1991. Pertence ao clero da Diocese de São João da Boa Vista (SP). Cursou Filosofia e Teologia no Centro de Estudos da arquidiocese de Ribeirão Preto (CEARP). É mestre em Filosofia pela Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, com formação em Ética Social na Adveniat, Alemanha.

Na trajetória sacerdotal, padre Luiz atuou como reitor do Propedêutico, Casa “São Paulo” (1992 a 2002); vigário paroquial na paróquia Imaculada Conceição, em Caconde (1991 a 2002); pároco da paróquia Nossa Senhora de Fátima, em São João da Boa Vista, em 2005; diretor do Instituto de Filosofia da Diocese de São João da Boa Vista; reitor do Seminário Diocesano de Teologia “São João Maria Vianney” (2005 a 2010); vigário da paróquia São Judas Tadeu em Mogi Guaçu (2005 e 2010).

Também exerceu a docência em Teologia Moral, no Instituto de Teologia de São João da Boa Vista (1992 a 2001); Antropologia Cultural e História da Filosofia, no Instituto de Filosofia da diocese de Guaxupé; História da Filosofia, Metafísica e Seminários, no Instituto de Filosofia de São João da Boa Vista; História da Ética, no Instituto de Filosofia da arquidiocese de Brasília.

Na diocese de São João da Boa Vista, coordenou a Pastoral missionária diocesana e foi membro do Conselho de Presbíteros. No período de 2010 a 2015, exerceu o cargo de secretário executivo das Campanhas da Fraternidade e da Evangelização, na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília.

Foi nomeado bispo auxiliar de São Paulo e bispo titular de “Tunes” no dia 16/03/2016. Sua ordenação episcopal aconteceu dia 07/05/2016.

Saudação a Dom Luiz Carlos Dias

Brasília-DF, 20 de outubro de 2021.

Estimado irmão, Dom Luiz,

No dia de hoje, participamos da alegria de todo o povo de Deus na Diocese de São Carlos (SP), que o acolhe como novo bispo. Da mesma forma, manifestamos nossa proximidade fraterna, neste momento em que recebe uma nova missão.

Seu lema episcopal, “Vim para servir”, nos recorda o chamado que Deus faz aos homens a serem seus apóstolos e a anunciar o Evangelho, como o fez a Paulo. A identidade do bispo é compreendida na sua vinculação a Jesus Cristo e na sucessão apostólica. É seu seguidor e seu servo. Jesus nos deixou o exemplo daquele que “não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida em resgate por muitos” (Mc 10,45).

Como todos os ministérios na Igreja, também o ministério episcopal é um serviço, exercido na comunhão com o colégio episcopal e com o bispo de Roma, o Papa. Rogamos bênçãos à continuidade de sua missão como servidor de Jesus Cristo e da sua Igreja, à porção do povo de Deus na diocese de São Carlos, agora confiada aos seus cuidados pastorais.

Que São Carlos Borromeu, padroeiro da diocese de São Carlos, seja guia e sustento seguro para um pastoreio frutuoso.

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima (RR)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

Fonte: CNBB

Veja também:

Arcebispo ordenará três novos padres para a Arquidiocese de Ribeirão Preto

No encerramento do Ano de São José na Arquidiocese de Ribeirão Preto convidamos para a Concelebração Eucarística, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Ribeirão Preto, Dom Moacir Silva, que conferirá, por mercê de Deus a Ordenação Presbiteral aos Diáconos: Alcides, Rodrigo e Vinícius.