Paróquias acolhem os seminaristas para o Ano Pastoral

Ao término dos estudos teológicos, os seminaristas da Arquidiocese de Ribeirão Preto fazem a experiência do Ano Pastoral. Neste ano de 2021 são três os seminaristas que aprofundam e vivenciam nas comunidades paroquiais a experiência prática e organizada da missão em preparação as ordens sacras: Alcides Pizeta, no Santuário Nossa Senhora de Fátima, em Cajuru; Vinícius Martins Cestari, na paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Sertãozinho; e Rodrigo Barcelos, na paróquia São Francisco de Assis, em Ribeirão Preto. A partir do Ano Pastoral os seminaristas passam a participar das atividades do Clero: a Reunião Geral do Clero, a Espiritualidade Presbiteral, a Atualização Teológico-Pastoral; a Jornada de Oração pela Santificação dos Sacerdotes; entre outras atividades pastorais.

O Ano Pastoral foi instituído em 2015 com a publicação atualizada do Plano de Formação Inicial dos Seminários da Arquidiocese de Ribeirão Preto (4ª Edição, 2014), onde no capítulo X – Ano Pastoral, nas páginas 40 a 42, prevê no processo formativo um período de preparação prática e sistemática no campo da ação evangelizadora missionária. O objetivo do Ano Pastoral é “favorecer ao seminarista concentrar-se no seu processo de maturação para o pastoreio e a missão (RFIS, 42)”.

O Ano Pastoral, entre outros pontos, inclui uma experiência pastoral paroquial, no período de seis meses, que inclui uma experiência missionária de dois meses na Ação Missionária Ribeirão Preto / Manaus e Itacoatiara: “Durante o primeiro momento, como seminarista, o Ano Pastoral será vivenciado em uma paróquia no período de seis meses e, dentro desse período, também fará uma experiência de dois meses no Projeto Missionário Ribeirão Preto/Manaus, sendo esse período estabelecido entre os padres do projeto Manaus, o padre que o acolherá para o Ano Pastoral e o Arcebispo”. Por motivo da pandemia do novo coronavírus a experiência missionária em Manaus será ajustada para um outro momento.

Ordenação: As ordenações dos seminaristas estão marcadas para este ano. A ordenação diaconal no dia 30 de julho, na abertura do mês vocacional; e a ordenação presbiteral, no dia 10 de dezembro, no encerramento do Ano de São José.

Veja também: