Pastoral Carcerária celebra o tempo litúrgico do Natal nas unidades prisionais

Pastoral Carcerária celebra o tempo litúrgico do Natal nas unidades prisionais

Na área de cobertura territorial da Arquidiocese de Ribeirão estão instaladas oito unidades prisionais (Centro de Detenção Provisória, Centro de Progressão Penitenciária, Penitenciária Masculina e Feminina), distribuídos nas cidades de Ribeirão Preto, Serra Azul, Jardinópolis e Pontal. No período de final de ano, de 03 a 23 de dezembro, a Pastoral Carcerária (PCr) intensificou as visitas e as celebrações contando com o apoio do arcebispo dom Moacir Silva, dos padres, diácono e agentes da PCr que acompanham as atividades junto aos irmãos privados de liberdade. Com isso as oito unidades prisionais foram atendidas com as celebrações do tempo litúrgico do Natal.

Arcebispo visita o cárcere

Com a inspiração bíblica: “Estive preso e vieste me visitar” (Mt 25, 36), lema da PCr, o arcebispo dom Moacir Silva celebrou em 13 de dezembro, a missa na Penitenciária de Ribeirão Preto, na ocasião estiveram presentes os agentes da PCr Samuel e Adriana, e a participação de 40 reeducandos. No dia 14, o arcebispo visitou a Penitenciária I, em Serra Azul, e antes da missa atendeu confissões dos reeducandos. A missa contou com a participação de 30 reeducandos. Na quinta-feira, dia 15, dom Moacir celebrou a missa no Centro de Detenção Provisória, de Serra Azul, acompanhado pelos agentes da PCr Samuel e Adriana, e a participação de 35 reeducandos. No CDP de Serra Azul os sentenciados ofertaram como presente ao arcebispo um quadro artesanal produzido por eles em pallets no formato de crucifixo.

@pastoralcarcerariarp

Padres e agentes da PCr visitam o cárcere

Em 03 de dezembro, o padre Rafael Carlos dos Santos Ribeiro, acompanhado pelo diácono Antônio Carlos dos Santos, presidiu a missa no Centro de Progressão Penitenciária (CPP), em Jardinópolis, acompanhados pelos agentes da PCr Sergio e Lucimélia. Em Serra Azul, na Penitenciária 2, no dia 12, o diácono Antônio Carlos dos Santos, presidiu a celebração da Palavra, e estiveram presentes os Agentes da PCr Samuel, André, Sergio, e a advogada Mara Dias, que realiza um bonito trabalho de ressocialização junto aos egressos do sistema prisional. Outro momento importante ocorreu no dia 16, onde o padre João Rípoli celebrou a missa na Penitenciária 1, em Serra Azul, apenas para os funcionários, por ocasião da despedida da funcionária Isabel, católica e assistente social durante 20 anos no presídio. No mesmo dia 16, o diácono Antônio Carlos realizou a Celebração da Palavra na Penitenciária Feminina de Ribeirão Preto, com a presença do agente da PCr Sergio e aproximadamente 20 reeducandas. No dia 20, o padre Marcelo Luiz Machado presidiu a missa no Raio 2, do Centro de Detenção Provisória (CDP), em Ribeirão Preto, e com seu violão entoou canções levando um pouco de alegria, paz e emoção aos detentos, tendo ali o acompanhamento dos Agentes da PCr Samuel, Adriana, Mariana e Flávio.

@pastoralcarcerariarp

E, finalizando os atendimentos nas unidades prisionais, no dia 23, ocorreu a Missa na Penitenciária de Pontal, presidida pelo padre Alessandro Daniel Tenan e concelebrada pelo padre Ademir Baratelli, e o acompanhamento dos Agentes da PCr: Rosana, Cláudia, Mercedes, Daniel (que fez a primeira visita) e o cantor Henrique que participa da Pastoral da Sobriedade e colaborou na liturgia com os cânticos.

@pastoralcarcerariarp

Ações da PCr

Uma das conquistas da Pastoral Carcerária no ano de 2022 foi a parceria com a Penitenciaria 1 de Serra Azul para a admissão de 10 detentos do regime semiaberto em trabalhos de reformas gerais (pintura, elétrica e pequenos reparos), na Casa Santa Dulce dos Pobres, em Ribeirão Preto, o que permite a remissão da pena em 1 dia a cada 3 dias trabalhados. Outra ação da PCr mobilizou os agentes na campanha de venda de sorvete, na qual com o dinheiro arrecadado foram compradas bíblias, terços e livros para distribuir nos cárceres.

@pastoralcarcerariarp

Avaliação: As atividades da Pastoral Carcerária no mês de dezembro foram avaliadas positivamente pelo coordenador arquidiocesano Samuel Melo. “Os reeducandos foram muito participativos cantaram e rezaram com muito fervor, em uma das unidades houve tempo até para confissão antes da missa. E, em uma das unidades prisionais o arcebispo dom Moacir ganhou um quadro em formato de crucifixo produzido artesanalmente em palett pelos sentenciados do CDP de Serra Azul”, disse Samuel.

Contato: [email protected]

Colaboração: Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Ribeirão Preto

@pastoralcarcerariarp
@pastoralcarcerariarp
@pastoralcarcerariarp
Quadro artesanal em pallets produzido pelos sentenciados e entregue como presente ao arcebispo

Veja também:

Inscrições para o Curso Estudos Bíblicos 2023

A Escola Bíblica da Arquidiocese de Ribeirão Preto retoma as atividades formativas do “Curso Estudos Bíblicos” com a abertura de novas turmas para este ano de 2023. O curso conta com 12 módulos e tem a duração de três anos (março/junho e agosto/novembro).