Pastoral da Sobriedade busca caminhos para evangelizar em tempos de pandemia

Com o início da pandemia e a necessidade do isolamento social em decorrência de evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19), na segunda quinzena de março, a Pastoral da Sobriedade da Arquidiocese de Ribeirão Preto enfrentou muitos desafios e reaprendeu um novo jeito de continuar a ação evangelizadora e pastoral na prevenção da dependência química.

Ao analisarmos o período de isolamento social (quarentena) percebemos, infelizmente, o aumento do índice de recaídas e da violência nas famílias. Com a impossibilidade das atividades presenciais dos Grupos de Auto-Ajuda (GAAs), em Ribeirão Preto, incentivamos a realização de ações diversificadas como: transmissões on-line, telefonemas, bate-papos, novenas por videoconferências, como possibilidades para adaptar as ações e demonstrar a unidade arquidiocesana. O que precisamos é de apoio e divulgação sobre esse serviço que pode ajudar muitas famílias. O Papa São João Paulo II, em 1984, lançou o seguinte desafio ao trabalho de prevenção às drogas: “A droga é um mal e ao mal não se dá trégua. A Igreja, que quer atuar – e é o seu próprio dever – na sociedade como fermento evangélico, está e continuará sempre junto dos que enfrentam com responsável dedicação a praga social da droga e do alcoolismo, para encorajá-los e sustentá-los com a palavra e a graça de Cristo”. E, complementou: “A Igreja, em nome de Cristo, propõe como resposta e como alternativa a Terapia do Amor”. Este é o programa e o projeto de inspiração da Pastoral da Sobriedade.

A busca de ajuda e tratamento cresceu e os desafios dirigiram-se em encontrar comunidades terapêuticas dispostas a acolher nossos dependentes; por motivo da pandemia, os centros terapêuticos também não sabiam como agir, mas com o tempo se adaptaram, e com apoio, temos conseguido ajudar e apoiar as famílias atingidas por algum tipo de dependência.

Roda de Conversa e Semana de Prevenção

No dia 24 de setembro, realizamos a roda de conversa on-line, pela plataforma Google Meet, com a participação dos agentes da Pastoral da Sobriedade, Pastoral da Saúde e Pastoral da Criança, que abordou o tema central: “Prevenção às drogas na primeira infância e como prevenir”. O encontro contou com as reflexões dos seguintes convidados: a pediatra Dra. Marcela Maria de Aquino da Costa, com a reflexão: “Dependência Parental na primeira infância”; o terapeuta ocupacional e especialista em dependência química, João da Silva Sant’Ana, que abordou o assunto: “Prevenção sobre o álcool e outras drogas na infância e juventude e as consequências da maconha”; e por fim, a psicóloga, Dra. Carmem Ragazzi, com o conteúdo: “Suicídio na Juventude”.

Nos dias 13 a 18 de outubro participamos da “Semana Paroquial de Prevenção às Drogas” na paróquia São Judas Tadeu, em Ribeirão Preto, em comemoração ao sexto ano de aniversário do Grupo de Auto-Ajuda (GAA), com uma extensa programação. Também temos acompanhado vários projetos em execução, na prevenção com as catequeses, reinserção social nas Comunidades Terapêuticas com evangelização devolvendo a dignidade humana e, resgatando a união familiar.

Encontro de Espiritualidade e formação em Batatais

Em 25 de outubro realizou-se no Centro Pastoral Paroquial Imaculado Coração de Maria, em Batatais, do Dia de Espiritualidade. Foi um dia de formação, partilha, oração e gratidão a Deus por todos os benefícios a nós concedidos. O encontro encerrou-se com a Celebração da Palavra presidida pelo Diácono Francisco Ferreira Alves Neto, da Comunidade Missionária Divina Misericórdia (CMDM), onde ressaltou a importância do acolhimento aos mais necessitados como membros engajados de uma Igreja em saída e promotores da paz. Ressaltou, ainda, a importância da Comunidade Auxiliadora Recuperando Vidas (Comarev), em Batatais, e dos grupos de auto-ajuda na prevenção, tratamento e reintegração do indivíduo dependente de substância psicoativa (SPA). Embasado nesta metodologia de atuação da Pastoral da Sobriedade, que a Comarev firmou parceria com o trabalho, uma vez que ressaltamos a importância da espiritualidade como contribuição para o processo terapêutico dos acolhidos.

Equipe

A Pastoral da Sobriedade na Arquidiocese de Ribeirão Preto tem a seguinte organização: Equipe da Coordenação Arquidiocesana: Cláudia Silvana dos Reis de Souza, coordenadora arquidiocesana; Diácono Joaquim Batista Claret Pereira, assessor eclesiástico; Secretária: Jackeline J. C. Lourenço; Financeiro: Silvio A. G. Malvestio.

Paróquias

A Pastoral da Sobriedade está presente em 10 paróquias da arquidiocese, nas seguintes cidades:

BATATAIS:
Paróquia Imaculado Coração de Maria – Reunião: toda quarta-feira, às 20h.

CRAVINHOS:
Paróquia São José – Centro Catequético São José – Reunião: toda quinta-feira, às 20h.

JARDINÓPOLIS:
Paróquia: São Sebastião – Reunião: toda quinta-feira, às 20h.

PONTAL:
Paróquia São Lourenço – Comunidade Santa Rita de Cássia – Reunião: toda terça-feira, às 20h.

RIBEIRÃO PRETO:

Catedral Metropolitana
Centro Social Dom Arnaldo Ribeiro
Reunião: toda segunda-feira, às 20h.

Paróquia Espírito Santo
Reunião: toda quinta-feira, às 20h.

Paróquia Santa Rita de Cássia das Palmeiras (Complexo Ribeirão Verde): sexta-feira, às 20h.

Paróquia São Judas Tadeu
Comunidade Maria Mãe da Igreja – Reunião: toda segunda-feira, às 20h.
Comunidade São Lourenço Reunião: toda quinta-feira, às 20h.

SERTÃOZINHO:

Paróquia Nossa Senhora Aparecida – Igreja Matriz – Reunião: toda sexta-feira, às 20h.
Paróquia São João Batista
Comunidade São José
Reunião: toda segunda-feira, às 20h.

Saiba mais:

Site:
https://sites.google.com/site/sobriedaderp/home

E-mail: [email protected]

Veja também:

V Romaria Arquidiocesana ao Santuário Nacional de Aparecida

A Arquidiocese de Ribeirão Preto realiza a V Romaria Arquidiocesana ao Santuário Nacional de Aparecida, no dia 25 de setembro (sábado). A missa no altar central do Santuário será presidida pelo Arcebispo Dom Moacir Silva, às 9h (da manhã).